Posts by Tag: android»

Mercado

Como navegar no mercado de apps

Como navegar no mercado de apps

posted by William Tadeu da Silveira

Dados do mercado brasileiro de tecnologia apontam para uma tendência que parece definitiva: vamos todos nos tornar mobile. Estudos colocam o Brasil como décimo maior mercado de smartphones do mundo, enquanto relatório recente do IDC mostra que o país deve fechar 2012 com a venda de 2,5 milhões de aparelhos, ante 800 mil do ano passado. O ‘boom’ dos dispositivos móveis estimula diretamente o desenvolvimento do mercado de aplicativos: o Brasil já é o maior mercado de apps da América Latina e vem despertando o surgimento de um novo nicho de investimentos focado na área. Nesse sentido, a expectativa é que o mercado mobile domine o segmento de TI até 2015 e seja responsável por mais de 50% do faturamento mundial da área. Tudo isso graças a uma quebra de paradigma de computação e acesso à informação.

Desenvolvimento

O aplicativo que não pode faltar na bolsa… nem no bolso!

O aplicativo que não pode faltar na bolsa… nem no bolso!

posted by Aníbal Gonda

Se, no melhor estilo Super-homem, pudéssemos ver com raios X dentro da bolsa das mulheres ou nos bolsos dos homens, entre muitas coisas de uso cotidiano, hoje, sem dúvida, encontraríamos um smartphone ou outro dispositivo móvel.

Essa realidade corresponde às tendências que se refletem nos meios de comunicação com manchetes como: “Até o fim do ano, haverá mais celulares conectados que pessoas no mundo”, ou “O número de aparelhos móveis é maior que o de computadores de mesa”, para citar apenas alguns.

Desenvolvimento

Apps – Qual o caminho do sucesso?

Apps – Qual o caminho do sucesso?

posted by Cezar Taurion

Em junho de 2007, há pouco mais de cinco anos, o iPhone foi lançado e com ele surgiu um novo e imenso mercado, as apps. Em 2016 estima-se que serão efetuados 66 bilhões de downloads. Usa-se hoje apps para praticamente todas as nossas atividades, que variam de localização de estabelecimentos como postos de gasolina e restaurantes a games, passando, é claro, por apps de apoio aos negócios. É um mercado que em 2012 gerou 120 bilhões de dólares, um valor significativo.

Para os desenvolvedores, ainda existem desafios a serem resolvidos. Um é como gerar dinheiro. Uma parcela imensa dos apps são gratuitos e outra parcela muito grande custa poucos dólares por download, o que faz que praticamente nenhuma das empresas de desenvolvimento de apps sejam milionárias…Outro desafio é como se destacar na multidão. Quando voce soma o portfólio da AppStore com o Google Play temos mais de um milhão de titulos. Como um determinado app vai se destacar neste oceano de apps?

Cloud Computing

Cinco conselhos para desenvolver seu app móvel

Cinco conselhos para desenvolver seu app móvel

posted by Aníbal Gonda

Quantas vezes você viu, baixou ou usou um aplicativo móvel tão simples e fácil de usar que chegou se perguntar: como não pensei nisso antes? Não pense mais, você pode ter o sucesso em suas mãos se se animar a desenvolver sua ideia em um aplicativo usando GeneXus.

Mercado

Aplicativos para celulares – muito além do facebook

Aplicativos para celulares – muito além do facebook

posted by Caio Azevedo

Celulares inteligentes, os chamados smartphones, há tempos deixaram de ser uteis apenas para efetuar e receber ligações ou mesmo tão somente para acessar redes sociais. Seu poder computacional os transforma em verdadeiros computadores de mão,e cabe ao universo dos aplicativos fazer com que transformemos nossos aparelhos portáteis em dispositivos de fato “smarts”.

Aos profissionais de TI, estamos diante de um mercado enorme, com grandes desafios e mudanças de paradigma, vide excelente artigo do nosso colega Cezar Taurion, intitulado APPS: MONETIZAÇÃO.

Cloud Computing

Análise de tendências na área de TI

Análise de tendências na área de TI

posted by Cezar Taurion

Estamos no final de 2012. E aparentemente os maias erraram. Aliás, prever o futuro é quase impossivel. De maneira geral, a previsões falham porque não conseguimos identificar as informações realmente relevantes em meio ao ruído de dados e informações que nos cerca. Muitas vezes, limitados pelas nossas experiencias, presumimos que a realidade atual vai se repetir indefinidamente. E não consideramos disrupções e quebra de paradigmas. Em fins do seculo XIX o jornal londrino The Times previu que a sujeira dos cavalos soterraria Londres em menos de 40 anos. Mas, poucos anos depois, surgiu o automóvel, que foi uma disrupção nos meios de transporte. Na área de TI os últimos dez anos trouxeram muito mais mudanças que os 50 anos anteriores. Portanto, há dez anos, nenhuma tendência incluiría smartphones, tablets, Facebooks e Twiters (leia-se mídias sociais) e cloud computing. E com a aceleração crescente das mudanças tecnológicas as chances de acerto de qualquer previsão diminuem drásticamente!

Mobile

A era dos Tablets

A era dos Tablets

posted by Mariano Gordinho

Quando comecei a escrever esse texto, que vai ser publicado em nosso blog essa semana, a primeira coisa que me veio a mente foi o significado da palavra Tablet.

Marketing & Tecnologia

Tablets: Microsoft x Apple

Tablets: Microsoft x Apple

posted by Leonardo Itao

Finalmente após 37 anos de empresa a Microsoft irá oferecer nada mais e nada menos que um … computador !

É evidente que essa decisão foi tomada visando a futura tendência do mercado global. Após a compra da Motorola Mobility pela Google (reforçando o O.S Android) e o lançamento do novo Ipad (potencializando a marca Apple), observamos que a Microsoft está ficando muito atrás no quesito ‘Inovação’, uma das principais vertentes do nosso mundo tecnológico.

Há pouco tempo a Microsoft disponibilizou seu novo sistema operacional (Windows 8) sendo executado em tablets da Samsung, ASUS e HP, talvez uma simples técnica de market para evidenciar que seu produto é totalmente compativel com os tablets com pré.req necessário do mercado.

Porém contra fatos não há argumentos, a Microsoft ainda é lider disparada no quesito Sistema Operacional e este lucro explicitamente está ligado a seus ‘parceiros’, fabricantes de hardware (a.k.a computadores domésticos/corporativos e servidores).

De qualquer forma a Microsoft possui um histórico mediano no quesito hardware. Em 2001 a empresa oficializou o lançamento do Xbox (console de videogame) no mercado americano, tornando-se um aparelho neutro, pois quando comparado com o Playstation II da Sony, perdeu totalmente a direção no mercado de games. Após alguns anos, em meados de 2005 a Microsoft lançou o Zune, o que deveria ser classificado como ‘Media Player portátil’ que acabou tornando-se seu grande fracasso.

Mercado

Informação em mobile: Pattern para aumentar o numero de acessos

Informação em mobile: Pattern para aumentar o numero de acessos

posted by Leonardo Marteleto

Com o avanço da tecnologia, e a crescente utilização dos dispositivos móveis para acesso a internet, empresas intensificaram a oferta de produtos a esse nicho de mercado, onde se tem um novo canal de comunicação B2P (Business to Person).

No entanto, não se pode ater somente a um determinado publico, ou seja, aqueles que utilizam os dispositivos moveis para acessar às redes sociais, trocar mensagens, baixar aplicativos para uso com fins de entretenimento, pois existe uma grande vertente que está associada à aplicações corporativas, para auxiliar em resolução de dúvidas ou orientação, mapas, marketing de produtos, dentre outros.

Com esse publico bem diversificado, observa-se uma difusão e disseminação de conteúdos para dispositivos móveis. Jornais, bancos, provedores de e-mails, varejistas, a cada dia aumentam seu marketshare para tais dispositivos, porém, em alguns casos, sem nenhum controle de crescimento ou planejamento da forma como vai ser publicado tal conteúdo.

Passo algumas horas do dia acessando conteúdos através do celular, e o que estou vendo é que alguns canais de informação não possuem uma interface customizada a tal dispositivo. Isso é, o mesmo look and feel que é mostrado para uma monitor de 19” também é apresentado para uma tela de 4”, sem falar nas imagens que são descarregadas sem nenhum tipo de filtro para o celular. Por mais que avancemos na rede móvel,com aumento de memória dos dispositivos móveis, facilidade de interação, ainda temos problemas de sinal de agente de externo estabilizado, onde depende da localização onde se encontra o aparelho, dificultando downloads dos conteúdos estáticos.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes