TI Corporativa

Ξ Deixe um comentário

Rede social, sua empresa ainda vai ter uma

publicado por Renan Crippa Freitas

Rede social, sua empresa ainda vai ter umaNunca estivemos tão próximos! Em mensagens de texto 50 bilhões por dia enviadas por Whatsapp, 10 bilhões por Line, e 5,2 bilhões por Kakao. Mais de 1,8 bilhões de fotos são enviadas por Facebook, Whatsapp, Instagram, Snapchat e Flicrk. São 11 milhões de combinações  no Tinder  e aproximadamente 5 mlhões de repositórios hospedados no Github. Tudo isso está na palma da nossa mão e permite as pessoas trocarem uma grande quantidade de  informações de maneira instantânea.

As redes sociais são uma parte dessa revolução na comunicação, quebrando uma série de barreiras que dificultavam a troca de informações. Os feeds passaram a ocupar boa parte do dia de um ser humano moderno, onde se acessa notícias, verifica o que está acontecendo na vida da família e amigos, compartilha opiniões e dissemina mais e mais conteúdo.

Partindo do conceito de redes sociais, uma rede social corporativa é um serviço web onde pessoas que possuem interesse em torno do negócio que elas fazem parte e podem interagir entre si, em tempo real, baseadas em informações e pessoas que sejam relevantes para seu dia a dia. É um ponto de contato entre clientes, parceiros, fornecedores e colaboradores que pode ser utilizado para diversas finalidades.

Algumas se assemelham bastante a estrutura do Facebook, com estrutura de grupos e perfis restringindo a comunicação para os membros internos. Outros serviços vão além, incrementando com APIs, integrando redes sociais, possibilitando a criação de  blogs e comunidades que possibilitam a conexão com clientes e fornecedores, são inúmeras as possibilidades disponíveis.

Como uma arma apontada para a produtividade, a desburocratização da comunicação e a gestão do conhecimento, as redes sociais corporativas vem se tornando uma solução adotada por muitas empresas para reduzir drasticamente o fluxo de e-mails, agilizar a comunicação, tomar a atenção das novas gerações e criar um ambiente de trabalho digital onde as pessoas possam interagir entre si sem perder o foco na empresa.

Mas como isso funciona na prática?

Quando a rede é bem implantada na empresa, as pessoas passam a frequentá-las diariamente e comunicar-se por lá naturalmente. Abaixo três exemplos de rotina em uma rede social corporativa:

  • Preciso que todos do setor leiam e opinem sobre um documento que será levado a reunião do dia seguinte, então ao invés de enviar um e-mail e aguardar a resposta faço uma publicação restrita no grupo onde estão os usuários do meu setor, que automaticamente vão receber em seus feeds  assim como funciona no Facebook.
  • Sou diretor da empresa e quero que todos os meus colaboradores opinem sobre a nova política de horários flexíveis. Ao invés de marcar uma reunião ou enviar um e-mail, posso simplesmente publicar na rede social.
  • Estou a poucos minutos de uma reunião com um cliente em outra cidade e preciso tirar uma dúvida sobre uma característica do novo produto que estou a demonstrar. Publico para todos da empresa e aguardo o primeiro que visualizar e souber a resposta responder.

Semana passada o portal Exame.com publicou uma matéria falando sobre o caso de sucesso da empresa de TI Atos com uma rede social corporativa. Segundo a matéria, após a implantação a empresa melhorou drasticamente a comunicação e reduziu custos com reuniões e viagens.

Tenho dito bastante que além dos benefícios diretos para o bolso da empresa com aumento de produtividade, os colaboradores passam a ver como um ambiente também mais agradável para trabalhar. A cultura em torno de uma rede social corporativa é a mesma que é encontrada quando chega em casa e acessa o Facebook, que é a mesma do do Instagram e de toda a rotina. Ela é  totalmente geração Z, por isso de uma ferramenta diferencial, está pouco a pouco se tornando rotina e logo vamos ouvir dos candidatos em entrevista de emprego: “Vocês tem rede social?”.
Estou falando mais sobre isso no meu blog também, caso queira saber mais.

[Crédito da Imagem: Redes Sociais – ShuterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Procuro trazer a minha experiência misturada com um pouco de opinião e estudo para assuntos que são críticos para fomentarmos novos negócios com uso da tecnologia. Sou Graduado em Administração pela Universidade Estadual de Maringá, atuando na área desde 2011, com foco em Gestão Estratégica e Canais Digitais. Hoje trabalho com Marketing e Estratégias Digitais para empresas que faço parte (WebSpace Marketing e Enteléquia Treinamentos).

Renan Crippa Freitas

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes