Carreira

Ξ 5 comentários

Credibilidade com a Equipe e com o Patrocinador do Projeto

publicado por Ruggero Ruggieri

Quando um Gerente de Projetos recebe da organização um desafio para dirigir um projeto, ele recebe em mãos um desafio que as vezes ele mesmo não acredita no seu desempenho em assumir esta atividade. A credibilidade passa a ser um dos fatores fundamentais para o inicio do sucesso ou fracasso do projeto. A credibilidade é o reflexo da integridade do Gerente de Projetos.

Para a obtenção de um sucesso no projeto, o Gerente necessita de um grau de iniciativa e inovação, inspirar e motivar os seus colaboradores e equipe de trabalho para manter altos níveis de desempenho. E com este desempenho o Gerente alcança altos graus de credibilidade. Este sucesso depende em relacionar as suas ações com suas palavras e crenças, cada palavra que for proferida para equipe e patrocinador, estas palavras irão influenciar na sua credibilidade do Projeto. Não ainda o Gerente de Projetos ter os 9 conceitos do PMBOK “na ponta da língua”, templates, cronograma, WBS, etc, e internamente “dentro de si” não acreditar no projeto e externamente mostrar aos olhos da equipe e colaboradores uma credibilidade falsa. Uma falsa impressão de sucesso. Aos poucos estes comportamentos e palavras vão ficando inconsistentes aos poucos diminuindo a credibilidade do projeto. Sem esta credibilidade, o Gerente desempenha um papel em desacordo com a própria personalidade a fim de satisfazer os outros em curto prazo.

Os Gerentes de Projetos que não se preocupa em passar constantemente a credibilidade do projeto, gera uma expectativa de perda. Para isso, a pessoa busca ser digna de crédito aos olhos de todos. Portanto, a percepção desempenha importante papel no estabelecimento da credibilidade. Passar esta convicção para o grupo de trabalho e trazer sempre para cada colaborador do projeto esta convicção. David Freemantle comenta em seu livro “Chefes Incríveis” que: “Os Gerentes de Projetos incrivelmente bons têm a solução. É uma solução simples para um problema complexo. Esses Gerentes são dignos da própria confiança. Formam suas próprias convicções e também acreditam em si mesmos. São Gerentes que aprenderam com a própria experiência de trabalho diário, que contestaram as próprias percepções e compreensões e, durante anos, criaram um conjunto de valores e convicções. São indivíduos que descobriram as suas próprias forças, fraquezas, ambições, aspirações, preferências e aversões e que podem ser francos e honestos a respeito delas. Essa franqueza e honestidade dão-lhes integridade e credibilidade e faz deles Gerentes de Projetos incrivelmente bons. As pessoas os consideram dignos de crédito, acreditando neles por aquilo que são. Os Gerentes incrivelmente ruins são indignos de crédito porque procuram parecer ser o que não são. Falta-lhes integridade e, portanto, credibilidade”. David Freemantle cometa também que: “Seja completamente sincero consigo mesmo e procure avaliar sua posição por meio do espectro”:

Baixa Credibilidade

  • Decisões inconsistentes
  • Indeciso
  • Mau ouvinte
  • Fraca/Lenta compreensão de situações complicadas
  • Subserviente
  • Arrogante
  • Fechado
  • Indigno de Confiança
  • Intolerante
  • Defensivo
  • Agressivo
  • Confuso conjunto de valores/convicções
  • Falta-lhe coragem
  • Insensível
  • Egoísta
  • Desdenhoso
  • Manipulável
  • Trapaceiro
  • Intransigente
  • Jogador
  • Desonesto
  • Relutante para mudar
  • Rema contra à maré
  • Controlado pelo destino
  • Grosseiro
  • Pensa no dinheiro
  • Encobre as coisas

Alta Credibilidade

  • Decisões consistentes
  • Decidido
  • Bom ouvinte
  • Boa/rápida compreensão de situações complicadas
  • Preparado para contestar
  • Modesto
  • Aberto
  • Digno de confiança
  • Tolerante
  • Preparado para admitir erros
  • Controlado
  • Claro e firme conjunto de valores/Convicções
  • Corajoso
  • Sensível
  • Solícito
  • Respeitador
  • Correto
  • Íntegro
  • Solidário
  • Voltado para resultados
  • Honesto
  • Inovador
  • Tem direção própria
  • Controla o próprio destino
  • Amável
  • Pensa nas pessoas
  • Assume as coisa

Se você ainda não se descobriu por aquilo que é, se não planejou e desenvolveu crenças, valores e filosofias de administração própria, então há probabilidade de que tente imitar os outros, ou reagir conforme cargo que ocupa. Representará um papel e quanto mais papéis representar, mais sua credibilidade diminuirá, com uma conseqüente impacto negativo em integridade e competência.

Bibliografia: Chefes Incríveis Autor – David Freemantle

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Gerente de Projetos SR., atua há mais de 20 anos na área de TI no seguimento do Governo do Estado de São Paulo. Desenvolveu atividades de desenvolvimento de Software para empresas brasileiras e multinacionais, tendo participando no Brasil e no exterior em projetos de TI de diversos segmentos como Educacional, Financeiro, Saúde, Tributário e Terceiro Setor. Professor de Pós-Graduação na UNINOVE nos cursos de Qualidade, Gerencia de Configuração, Requisitos, Gerenciamento de Projetos e Processo de Desenvolvimento Ágil Formado na PUC de Campinas, Pós-Graduação em Administração Hospitalar (Univ.São Camilo), Gerenciamento de Projetos (UNICAMP), Projetos Estruturados (USP), Ciência, Tecnologia e Inovação (USP). MBA em Gestão de TI na FIAP e Programa de Desenvolvimento Gerencial com foco em liderança estratégica - FIA, atualmente aluno de MESTRADO da UNINOVE na área de Gestão do Conhecimento. Formado em COACH para SBC - Sociedade Brasileira de Coaching e Master COACH pelo escola RICCOACHING.

Ruggero Ruggieri

Comentários

5 Comments

  • Muito bom Ruggero — atitude e relacionar com as pessoas em qualquer lugar de trabalho representa 70% do nosso tempo e energia, nossas habilidades geralmente consomem apenas 30%… maior parte do tempo…

    • Garrett, o relacionamento com a equipe é extremamente importante favorável para o bom andamento do projeto. Acredito que o percentual é tudo para que aconteça.
      Obrigado pelo comentário.

  • Ótimo artigo, num ambiente de projetos as pessoas serão as principais encarregadas para o sucesso, elas devem ser motivadas por um líder na qual elas se espelham.
    Trabalho isso em mim, e tenho lido muita literatura sobre o assunto buscando aprimorar meus pontos positivos e identificar os negativos para eliminá-los.
    Atualmente lendo: Coaching, o Exercício da Liderança

    Abraços Ruggero

    • Flavio, Obrigado pelo comentário sobre o artigo. A leitura ajuda muito no lado profissional e o exercício é constante. Abraços

  • Ótimo artigo, Ruggero! Conseguiu sintetizar o essencial, parabéns!
    O discurso sem eco nas ações torna-se vazio e não inspira confiança.
    O que um gerente de projetos precisa, acima de tudo, é conquistar a confiança de todas as partes interessadas e buscar a melhor contribuição de cada um.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.