TI Corporativa

Ξ Deixe um comentário

Sistema ERP e seus Stakeholders – Conhecimento mútuo

publicado por Pedro Aguiar

Figura - Sistema ERP e seus Stakeholders - Conhecimento mútuoNuma definição muito conveniente Davenport (1998) conceitua um sistema ERP “como um pacote comercial de software que tem como finalidade organizar, padronizar e integrar as informações transacionais que circulam pelas organizações”. Esses sistemas popularizados a partir do final da década de 90 no Brasil, hoje são ferramentas imprescindíveis nas organizações seja ela de que tamanho for, da menor gerida a partir de uma padaria na esquina de casa, até grandes empresas detentoras de números elevados de faturamento.

A medida que negócios nascem diariamente por iniciativas empreendedoras, impulsionados por uma economia que apesar de estar atualmente num “status” de crise vem apoiando a concretização de sonhos, novas empresas desenvolvedoras de soluções ERP vão surgindo ou se destacando no mercado apresentando produtos que auxiliam a gestão comercial de forma organizada, eficiente e inovadora. Mas o sistema por si só não promove milagres, é preciso que o empreendedor adquira a consciência de quão satisfatório e poderoso no que tange a tomada de decisão este sistema pode ser, a aquisição desta consciência passa inevitavelmente pelo apoio do profissional consultor que, aplicando de forma correta as habilidades necessárias, procurando abstrair e desenvolver a capacidade de cada ator envolvido no processo fomentando a criação de um ambiente de trabalho tecnológico diferente do conhecido no mercado que objetiva apenas a extração de dados básicos como notas fiscais e relatórios de estoque e passando a utilizar de forma estratégica toda gama de informações reunidas em sua aplicação. Ao longo dos meus dias de experiência como consultor em sistemas ERP para médios e pequenos negócios, pude observar o quanto nossos administradores, contadores, gerentes e todos os stakeholders envolvidos no processo de informatização Empresarial são carentes do conhecimento básico para a gestão de negócios, dando ênfase apenas ao fato de entenderem do produto ou serviço. Minha intenção não é menosprezar a capacidade ainda que intrínseca do empresário para gerir sua empresa, mas convidar a todos a reflexão de que entender do negocio é essencial a uma vida empresarial saudável, mas que tão fundamental quanto, é utilizar o sistema em toda a sua totalidade fazendo dele um grande aliado no processo de decisões, consultas e projeções. Precisamos auxiliar nossos empresários a utilizar todas as funções, relatórios e o que de melhor a ferramenta ERP escolhida tiver a disposição, de forma que culmine em resultados positivos e lucros gerados por uma interação consciente entre empresário e sistema.

Os diversos casos de insucessos, não apenas na implantação de solução ERP mas como também em sua utilização, compartilhados diariamente por nós profissionais, nos dão prova do quanto se faz necessária à conscientização de todos os envolvidos para determinar o sucesso com o mínimo de insatisfação na utilização de uma solução ERP. Entendimento profissional e sensível da regra de negocio, minimização das customizações e a confiança na experiência dos colaboradores concedendo voz e vez aqueles que manipulam diariamente os sistemas são medidas positivas que se somam a uma postura empreendedora, e perpetuadora. Façamos dos sistemas ERP chaves que abrem portas ao sucesso das organizações dos nossos clientes.

[Crédito da Imagem: Stakeholders – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Gestor em TIC, consultor em Sistemas ERP, Redes e Telecom, amante do samba e da boa musica brasileira. Entusiasta na utilização correta e consciente de todas as tecnologias. Linkedin: https://br.linkedin.com/in/pedroaguiar21

Pedro Aguiar

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.