Cloud Computing

Ξ Deixe um comentário

Seus dados: Onde e como proteger!

publicado por André Sousa

No último artigo citei algumas falhas cometidas por empresas e usuários domésticos quando não se pensa na proteção de dados como uma política a ser seguida. No geral, o principal é a negligência com a importância das informações.

Então, uma vez que você está decidido a proteger os dados, o que fazer? Primeiro, defina a sua política de proteção dos dados. Neste ponto, o foco é:

1. Tirar os dados da “zona de risco”.

2. Poder recuperar os dados.

Estes dois pontos levam à seguinte reflexão:

Onde vou guardar meus dados?

Quanto mais longe do seu notebook/desktop, melhor!

Sim, pois nunca sabemos o que pode acontecer com os nossos dados. Desde uma remoção acidental até um desastre, tudo é possível. E depois que tudo passar, provavelmente você vai querer tudo que construiu digitalmente ao longo da sua vida, não é?

Como vou armazenar meus dados na mídia de backup?

A depender de como você armazena, vai ser mais fácil ou difícil você reaver seus dados. Neste ponto entra também a questão da segurança. A depender de quão confidencial seus dados são, pode ser necessário “complicar” a vida de eventuais curiosos, com senhas, cofres e criptografias.

Estas duas perguntas há muito tempo têm sido os pivôs do desenvolvimento de estratégias mirabolantes de backup. Afinal de contas, não é fácil levar backups pra cima e para baixo frequentemente de forma segura. Para um usuário doméstico já é uma mão de obra, imagine uma empresa? Mas não tem jeito, proteger os dados e garantir que eles poderão ser recuperados é algo imprescindível para todo tipo de usuário, seja ele usuário da informação de empresa ou de dados pessoais.

Bem, com minha experiência trabalhando na área de TI fui observando algumas dificuldades de usuários e gestores, bem como várias soluções para cada caso. Vou apresentar aqui algumas soluções que eu acredito ser interessantes para as situações mais comuns tanto de usuários domésticos quanto empresariais.

Falando de forma bem particular, eu decidi manter meus dados bem longe geograficamente de onde eles são gerados. Porém, pensei na facilidade também. Por isso, optei por utilizar dois serviços que me permitem o compartilhamento, disponibilidade e proteção dos dados mais importantes utilizando uma tecnologia que é uma aonda atual: cloud computing, ou “processamento nas nuvens”.

O primeiro é o Dropbox. Este serviço possui um aplicativo que sincroniza uma pasta local do seu computador com o serviço dropbox na internet. Com isto, toda vez que eu crio, atualizo ou apago um arquivo desta pasta, sua cópia localizada na internet é atualizada. Se houver qualquer desastre com meu equipamento (HD pifou, por exemplo), basta eu instalar o cliente do dropbox em outro computador, configurar meu login e senha, e aguardar que todos os meus dados serão trazido “das nuvens” para o disco local. É comumente chamado de “pendrive virtual” mas com backup!

O segundo serviço que utilizo é o Mozy. Este serviço também tem um aplicativo que é instalado localmente e lhe permite fazer backup nas nuvens. Ele tem uma infra-estrutura que é focada em na realização de backup remoto, utilizando muito pouco link através da técnica de desduplicação. Irei explicar sobre esta infra-estrutura mais adiante, pois pode ser montada dentro da empresa, e é bem acessível financeiramente para empresas de médio porte.

Primeiramente, eu “separo o joio do trigo”. O que são DADOS MUITO IMPORTANTES, que eu trabalho no dia a dia, eu coloco na pasta do dropbox. Em geral, textos, planilhas, pdfs técnicos e de trabalho, etc. Estes dados têm uma maior criticidade, precisam de acesso mais freqüente e fácil. Por isso, não incluo fotos, vídeos e aplicativos que ocupam muito espaço e têm pouco acesso. Desta forma, consigo Com isto, consigo me manter no limite da versão gratuita do serviço (2 GB) e não transformo essa área em uma bagunça generalizada.

Uma segunda ação é configurar o Mozy para realizar o backup de todo o restante do conteúdo que precisa ser salvo, incluindo fotos, vídeos e obviamente a pasta do Dropbox, pois são dados MUITO IMPORTANTES. O Mozy é um serviço muito acessível, tendo planos a partir de US$ 5,99.

Após ter garantido a segurança dos dados mais valiosos, os demais eu vou pelas vias normais, ou seja, DVD. Duas cópias em mídias de marcas diferentes e está tudo legal. Já posso dormir tranqüilo!

Com isto, eu garanto aqueles dois pontos citados no início. Tenho um backup salvo de desastres, pois estão muito longe daqui. Tenho uma recuperação fácil, pois os clientes podem ser instalados em qualquer equipamento possibilitando a restauração dos arquivos sem a necessidade de solicitar à equipe do Mozy ou Dropbox.

Uma coisa que é importante dizer, é que esta é apesar de parecer uma solução “caseira”, esta combinação pode ser utilizada por empresas para garantirem a segurança dos dados vitais. Eu recomendo a utilização destes serviços principalmente para backup dos notebooks da empresa principalmente quando fica difícil centralizar os dados dentro do datacenter, como é o caso de consultores que viajam constantemente.

No próximo artigo vou falar um pouco mais das tecnologias utilizadas para proteção de dados em empresas.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Trabalhando há 17 anos no mercado de TI tive minha atuação sempre ligada ao atendimento a clientes. Iniciando a carreira como suporte técnico em um provedor de internet, adquiri ao longo deste tempo experiência com administração de rede, administração de banco de dados Oracle, desenho de soluções em infra-estrutura, gerência de equipe de suporte e gerência de projetos. Aplico esta experiência hoje na consultoria para empresas na avaliação de projetos e melhoria dos processos de suporte aos usuários da instituição, envolvendo os seguintes temas: - Otimização de equipes de suporte - Gerência de Projetos - Projeto de datacenters com foco em virtualização - Alta disponibilidade - Recuperação de desastres - Proteção e segurança de dados Nas horas vagas, realizo trabalhos voluntários com grupos de jovens, tendo atuado como responsável de grupo por três anos e, atualmente, coordenador da equipe de comunicação regional desses grupos. Fotos, vídeos, viagem e mergulho são meus hobbies. Mais? E-mail me: andre at andresousa.org Linked In: http://br.linkedin.com/in/avfsousa Siga-me: http://twitter.com/invoid

André Sousa

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes