Carreira

Ξ Deixe um comentário

Fazer o que gosta, é liberdade. Gostar do que faz é felicidade

publicado por Ana Paula França Vespermann

Muito se fala em propósito, em ser feliz e, na maior parte das vezes, de forma bem poética e idealizada o que tem gerado ainda mais ansiedade e insatisfação na nossa sociedade já tão doente e infeliz.

Claro que fazer o que se gosta como forma de trabalho e de ganhar a vida devem sempre nortear nossas escolhas, mas saber equilibrar esse desejo e a realidade me parece ainda mais importante. Primeiro porque, muitas vezes, a necessidade nos leva a escolhas que, de certa forma, nos distanciam desse objetivo e segundo porque afinal, nenhum trabalho é 100% perfeito!

Viver a vida toda em busca de fazer o que gosta pode aumentar nossa ansiedade – vale mencionar que, segundo a OMS, este já é um dos principais problemas de saúde no mundo – e também nos distanciar do prazer e da alegria diária. Essa busca, muitas vezes, nos cega, não nos permite enxergar o lado positivo de outras atividades e resulta numa vida toda de insatisfação.

Quando digo isso não é de MANEIRA ALGUMA defendendo a bandeira do comodismo. O que acredito é que, com a atitude mental correta, podemos olhar o trabalho, as obrigações e qualquer outra coisa de forma madura e positiva, tirando proveito e alegria de qualquer situação, sem desperdiçar a vida na espera de um sonho.

Outro ponto crucial é que a jornada é tão importante quanto o destino e que até o que não é tão prazeroso nos transforma e nos prepara. Entender que o trabalho é um meio e não um fim também pode nos ajudar a conviver com situações não tão agradáveis e nos ajudar a vê-las de uma maneira mais “doce”.

Assim, minha dica final é: fazer o que gosta pode e deve ser seu objetivo, mas gostar do que se faz é uma decisão madura e que faz toda a diferença na sua trajetória. Aproveite a jornada!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Formada em administração pela Federal do Espírito Santo, com pós-graduação em finanças pela Fundação Getúlio Vargas e também em gestão empresarial pela Fundação Dom Cabral. Atua há mais de 10 anos nas áreas de finanças, gestão empresarial e gestão de pessoas, tendo também forte atuação nas áreas de planejamento estratégico, controladoria, gestão de projetos e gerenciamento da rotina em grandes empresas como Samarco, Itaú-Unibanco, Arcelor Mittal e Banestes. Tem experiência em ambientes de crise e grande pressão, além de ter implementado projetos pioneiros nas empresas em que trabalhou alcançando resultados como a elevação em 500% do limite de crédito e 100% de sucesso nas renovações das certificações internacionais na Citta, participação no planejamento estratégico da Samarco alcançando aumento de 50% da capacidade produtiva da empresa, implementação da Ouvidoria no Unibanco e Unicard e melhoria de processos com redução significativa de custo, sem perda de escopo e qualidade, em todas as empresas que trabalhou. Recentemente, ganhou junto a sua equipe, prêmio por boas práticas em gestão de pessoas. É membro do IBEF - Instituto Brasileiro de Finanças, do Comitê de gestão de pessoas do SINDUSCON - Sindicato da Construção do Espírito Santo e do grupo de líderes de RH com participação das mais importantes empresas do ES. Idealizadora do grupo "Café com RH" com mais de 150 profissionais para troca de experiências, benchmarking e treinamento. https://www.linkedin.com/in/ana-paula-franca-vespermann/

Ana Paula França Vespermann

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes