Carreira

Ξ Deixe um comentário

A grande orquestra!

publicado por Mauricio Veneroso

Que comece o espetáculo!

É o que cada um de nós que trabalhamos em TI deveríamos dizer todos os dias, ao chegar ao escritório (seja ele físico ou virtual).

Havia um tempo em que o nível de especialização dos diversos componentes que se encarregam da solução sistêmica nas empresas, limitava-se em dois níveis (cliente/servidor) e bastava apenas abrir o código fonte e fazer um teste de mesa simples para identificar onde havia determinada anomalia ou onde alguma nova funcionalidade deveria ser incluída.

Naquela época, se fôssemos falar da TI como uma “orquestra”, ela estaria mais para “banda” e em muitos casos, daria até para dizer que a TI era uma simples apresentação de voz e violão.

Mas, com o passar do tempo, as necessidades de escalabilidade, paralelismo e da portabilidade das aplicações, a Tecnologia da Informação teve que começar a produzir sons cada vez mais sofisticados para agradar diversos públicos praticamente ao mesmo tempo e com as preferências de cada um.

A TI começou a acrescentar novos instrumentos nessa banda, cada um tocando no próprio seu tempo, mas tendo que respeitar a harmonia como um todo para não desafinar a grande música que a empresa ou o mercado atendidos pela TI, precisam tocar.

E, tanto nas frentes de desenvolvimento de sistemas, quanto nas frentes de sustentação dos sistemas, é essencial que a orquestra toque a música certa e no ritmo certo que o negócio pede naquele momento.

Ai entram os grandes maestros que atuam na TI.

São os profissionais que precisam de uma visão holística e de uma flexibilidade que permite irem do papel de generalistas até o de especialistas.

Num incidente em produção, nos dias de hoje, não existe mais o cenário de acionamento de um único fornecedor.

Em quase 100% dos casos, existem diversos fornecedores envolvidos, cada um tratando da sua especialidade, do seu instrumento.

E o papel dos profissionais de TI é justamente orquestrar a solução do incidente para que a harmonia dos processos sistêmicos e de negócios seja reestabelecida o mais rápido possível.

O mais incrível desse processo não é a atuação desse maestro responsável pela aplicação ou pela infraestrutura isoladamente mas a interação com outros maestros especialistas em sua disciplina ou aplicação e seus times.

É realmente um conjunto de grandes orquestras e diversos maestros juntos criando e mantendo  a harmonia necessária dessa grande melodia chamada Tecnologia da Informação.

Parabéns maestros!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Mauricio Veneroso tem mais de 20 anos de experiência na área de TI sendo mais da metade no mercado de telecomunicações. Trabalhou em diversos projetos de desenvolvimento de sistemas. Nos últimos 5 anos sua atuação tem sido voltada para ITSM atuando como Consultor de TI, estruturando equipes de suporte, níveis de serviço e definindo processos de melhoria contínua redefinindo inclusive metodologias de desenvolvimento de sistemas, participando da elaboração de SoWs, RFPs e RFIs para assegurar transições para os times de produção, suporte e sustentação de sistemas com o menor impacto possível para as áreas usuárias e para os times de suporte.

Mauricio Veneroso

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes