Mercado

Ξ Deixe um comentário

Planejar é preciso! Aproveite o momento para estudar o mercado e definir caminhos para melhores resultados

publicado por Edson Bucci

Planejar é preciso! Aproveite o momento para estudar o mercado e definir caminhos para melhores resultadosNo mercado distribuição de TI, a grande concorrência e as margens apertadas fazem com que a revenda trabalhe no limite, otimizando recursos para sobreviver. Para prosperar, entretanto, é fundamental planejar. Sem uma visão geral do mercado e do que está por vir, os resultados serão iguais ou até piores.

Final de ano é momento propício para reflexão sobre o que funcionou e o que pode ser melhorado para 2015. É hora de fazer perguntas fundamentais, como “devo inovar em meu negócio?”, “quais são meus recursos?”, “como alcançar minhas metas?”, ou “quanto tempo precisarei para obter resultados?”. São questões que podem ser respondidas por meio de um planejamento completo.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), uma em cada quatro empresas fecha devido à má gestão. Para não fazer parte dessa estatística, é importante investir tempo e energia em um bom plano de ações. Este plano, quando bem feito, funciona como uma bússola para empresa, indicando os caminhos mais adequados em tempos conturbados como estes. Assim, toda informação é importante: dados estatísticos de mercado, sobre concorrência, produtos, parceiros, economia, políticas, sociedade, tendências, entre outros fatores.

Pequenos empreendedores costumam apontar a falta de recursos financeiros como barreira para essa preparação, mas isso não é desculpa. Instituições como o próprio Sebrae oferecem assistência gratuita para o desenvolvimento das pequenas empresas. Basta procurar ajuda.

Quem planeja sabe onde quer chegar e define com tranquilidade sua estratégia. Sabe quais são os mercados a serem explorados, as áreas que terão crescimento de demanda e as alternativas para aumentar a rentabilidade. Com inteligência e boa dose de ambição, é possível propor um crescimento independente do mercado desfavorável, criando um novo modelo de negócio ou produto.

Dois mil e quinze não deve trazer mudanças radicais no mercado, mas sempre acontecem alterações econômicas e comportamentais que afetam os negócios direta ou indiretamente. Quem não se mexe, quando acorda, vê que o ecossistema mudou e ele não.

Mas é importante saber que, por mais que se possa planejar, há sempre uma dose de risco necessária a ser considerada, e a empresa que não arrisca não cresce – “no risk, no game”. Sempre de forma planejada e educada, o ideal é que se possa conhecer pelo menos 60% de como os planos serão realizados durante o ano. O restante será descoberto durante o jogo.

[Crédito da Imagem: Mercado – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Edson Bucci é gerente de Marketing da AGIS, uma das principais distribuidoras de TI do país.

Edson Bucci

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.