Mercado

Ξ Deixe um comentário

Para onde vai o varejo?

publicado por Jean Klaumann

Figura - Para onde vai o varejo?Recentemente o Omni Channel chacoalhou o varejo e o que e era tendência virou realidade para alguns varejistas brasileiros. Plataformas integradas, gestão inteligente, promoções assertivas, self check out, customização e uma série de melhorias já fazem parte do dia a dia do consumidor.

Com a retração econômica e o crescimento do varejo abaixo do esperado, as grandes marcas buscam incessantemente alternativas para estar mais próximos de seus clientes, proporcionando a melhor e mais completa experiência de compra, transformando a experiência em venda. O melhor custo benefício continua sendo fator decisivo na escolha do consumidor, mas outros fatores como inovação, conveniência e engajamento com a marca seguem definindo a compra.

Apesar de ser pequeno, o e-commerce vem crescendo rápido e observamos clientes migrando da loja física para a plataforma online e um dos grandes desafios do varejo online é converter tráfego no site em venda. O destaque do e-commerce é a conveniência, aliado a isso o varejista consegue tem fluxo diferenciado de uma loja física, pois consegue atingir um público maior. Aliado a esse fator vem a comunicação do e-commerce que quando bem feita converte fluxo em venda. Após a compra, há um segundo trabalho de comunicação que também precisa de atenção, a retenção do cliente para que haja a recompra.

Na loja física, o grande trunfo é o atendimento e a possibilidade de estar em contato com o produto desejado. O Phigital (physical (físico) + digital) une o melhor das duas experiências de compra, é o varejo de forma totalmente integrada onde o que importa é a venda e não o canal. Dados apresentados no último National Retail Fórum, em Nova York, apontam que os consumidores convertem 40% mais na loja física quando impactados por esta marca no universo digital.

Phigital é uma experiência totalmente focada no cliente, que liga diretamente o varejista e a marca ao consumidor e não o contrário. Ser um varejista phigital significa estar 100% conectado ao seu consumidor, não importa onde ele estiver, e estar preparado para entregar o que ele deseja, transformando esta compra em uma experiência inovadora, sempre!

[Crédito da Imagem: Varejo de TI – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Jean Klaumann, VP de Operações da Linx

Jean Klaumann

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.