Carreira

Ξ Deixe um comentário

Na medida do impossível, tudo na mais perfeita desordem

publicado por Rafael Silva Fernandes

Na medida do impossível, tudo na mais perfeita desordemEstabilidade no emprego, tranquilidade, normalização das situações, perfeito não é?! NÃO! Nem um pouco.

Todos sonham em passar por isso um dia, ficar tranquilo, estável, ganhando relativamente bem, mas essa normalidade toda te leva ao conformismo e a acomodação, de querer tudo calmo, nada de anormal acontecer, tudo na paz e aí você não está preparado para mais nenhuma situação no “mundo lá fora”, sempre procurando essa calma toda e aí, na primeira situação difícil se desespera e tudo isso te leva à: Estagnação, sim, estagnação, não anda pra frente e pode ser que ande pra trás. E dentro de uma organização temos dois tipos de funcionário estagnado, o “estagnado funcional”: ele não cresce, não tem motivação para crescer, e exerce sempre a mesma função, mas rende algo para a empresa ainda (mesmo que seja pouco) e temos o “estagnado prejuízo”, que tem as mesmas características do estagnado funcional, mas com um adicional de desmotivação tanto para crescer quanto para exercer sua função.

Liderando uma equipe pode se perceber uma situação entre a estagnação e o crescimento, a reclamação, e daí podem reparar quem reclama com razão e sem ela. Os estagnados reclamam que o salário é baixo, que as condições são ruins e que a carga de trabalho é muito alta (é muito fácil ficar sentado no seu “trono” esperando o mundo mudar para você, difícil é aceitar a condição, não se conformar e ir à luta para melhorar), os que têm vontade de crescer profissionalmente reclamam que não está sendo seguido um procedimento, não está sendo respeitado algum processo e procuram com ideias melhorar as condições.

Concluindo, a hora que você líder conhecer melhor a sua equipe e saber pelas atitudes de seus funcionários quem quer crescer e quem só quer reclamar, você poderá tentar motivar os estagnados (ou afastá-los da equipe) e premiar os que estão correndo atrás de melhorias. E funcionário, não se conforme e concorde com tudo, questione, “bata na tecla”, veja o que pode melhorar, se embase e dê uma possível solução em contato com seu chefe, assim todo mundo anda pra frente. Até a próxima!

[Crédito da Imagem: Estagnação – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Autor

Larga experiência na área de suporte em todos os níveis. Especialista em ambiente Windows,noções de administração de rede,cursos de MCSA, gestão de help desk e empreendedorismo. Noções de ITIL, coordenação de equipe e negócios. Inglês avançado, espanhol básico. Procurando migrar da área de suporte para área de suporte para área de gestão. Nas horas vagas, músico e iniciante no estudo de vinhos.

Rafael Silva Fernandes

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade


Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.