Marketing & Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

Incremente ações de e-mail marketing em quatro passos simples

publicado por Juliana Azuma

Incremente ações de e-mail marketing em quatro passos simples Segundo estudo da Serasa Experian, 90% dos anunciantes em mídias digitais utilizam Se a primeira impressão é a que fica, no comércio eletrônico o primeiro contato consegue reverter apenas 2% das vendas. No segundo contato, as chances aumentam para 5% e, no terceiro, 10%. Em 80% dos casos, as vendas acontecem entre o quinto e o décimo segundo encontro entre cliente e empresa. Os números mostram a importância de fazer follow-up e aumentar as chances de novas interações com o consumidor virtual. No entanto, apenas 12% das lojas virtuais investem em manter um relacionamento, entrando em contato três ou mais vezes com seus possíveis clientes.

O follow-up efetivo está intimamente relacionado ao maior número de vendas, e é nesse cenário que entra o e-mail marketing para incrementar as possibilidades de negócios. Confira dicas de como se dar bem com esse modelo de prospecção.

Escolha uma plataforma de e-mail: Alguns dos mais populares programas de e-mail, entre eles o MailChimp, o AWeber, o Constant Contact, o iContact, o Infusionsoft e o Emma, possuem prós e contras. É necessário pesquisar cada um para descobrir qual supre melhor as necessidades e se encaixa no orçamento.

Crie um mailing fácil de ser acessado: Existem algumas sugestões simples para coletar endereços de e-mail, como formulários de contatos disponíveis no website ou uma subscrição de e-mail no blog. Também vale ter um perfil atualizado nas mídias sociais, como LinkedIn, Facebook e Twitter. A dica básica é oferecer promoções e descontos em troca do endereço de e-mail e coletar informações dos consumidores que entram em contato por telefone. Em todos os casos, deixe claro que o e-mail cedido irá receber newsletters, ofertas e outras ações direcionadas.

Defina uma régua de relacionamento: Uma régua de relacionamento de e-mail marketing depende do ciclo de vendas do negócio. Esse tempo é calculado entre o intervalo que o potencial cliente leva entre conhecer e comprar em sua loja. Por exemplo, um ciclo de vendas de quatro a seis semanas deve disparar dois e-mails por semana. Já para um ciclo de cinco dias, o ideal é enviar e-mails diariamente. Para ciclos longos, de seis meses ou mais, a sugestão é enviar e-mails mensal ou bimestralmente. A chave é encontrar o meio termo entre não ser notado e virar spam, enchendo a caixa de entrada.

Escolha o conteúdo certo: Entre os exemplos de bons conteúdos, destacam-se o testemunho de clientes satisfeitos, a descrição dos benefícios de produtos, fatos, curiosidades ou histórico da empresa. Também é útil abordar perguntas frequentes. O e-mail precisa ter basicamente dois pilares: um bom assunto – que não pareça anúncio ou propaganda, mantenha o tom entre pessoal e informal – e a própria mensagem, que deve conter textos curtos com conteúdo relevante, atual e, principalmente, interessante ao leitor.

Com esses recursos, a campanha de e-mail marketing estará no caminho certo para trazer excelentes resultados.

[Crédito da Imagem: E-Mail Marketing – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Autor

Juliana Azuma é superintendente de Marketing Services da Serasa Experian e Experian América Latina e responsável pela Virtual Target

Juliana Azuma

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade



Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes