Carreira

Ξ Deixe um comentário

Dilema Contratual: Prática ou Papel

publicado por Leonardo Itao

Eu como aluno de um curso de MBA já me questionei sobre o dilema contratual o que vale mais a pena: a prática ou o “papel” ?

fonte: Google

É visível que o mercado na área de tecnologia está cada vez mais aquecido e o motivo pelo acúmulo de vagas é claro: a falta de qualificação para as mesmas.

Em minha humilde opinião, vejo que os jovens estão cada vez mais libertos daquele “conselho de pai”, o conselho que fortificava o estudo, a busca do “papel” a.k.a certificado e estão diretamente em busca da prática, o bom e velho método “on hands”. Mas será que é isso mesmo que o mercado busca ?

Minha resposta para essa dúvida (que provavelmente muito de vocês virá a ser a contrária) é apenas uma: Não é, mas deveria.

Vejo que as empresas ainda estão voltadas para o diploma excepcional, um aluno formado em uma faculdade de primeira, qualificações e certificações cada vez mais rigorosas para jovens estudantes (estagiários?) e para os profissionais já na área, as caríssimas atualizações tais como o MBA, mestrado (profissional) etc.

É óbvio que uma boa formação, certificados técnico e tudo mais deve ser valorizado, mas sinceramente, do que adianta um profissional possuir diversos certificados, uma formação excepcional porém mal conseguir se relacionar com pessoas do seu trabalho ? E o que não deve ser dúvida para ninguém é que essa situação é facilmente encontrada mesmo nas próprias faculdades onde você observa o mestre em frente ao quadro branco portando incalculáveis méritos e que mal consegue passar seu conhecimento para com seus alunos.

Eu, dirigindo-me como e para com os jovens leitores,  busco cada vez mais qualificação e desde cedo aprendi que estudar é a base para o sucesso, porém também considero que me aperfeiçoar como pessoa junto a prática é acima de tudo a grande vertente que fará o diferencial na minha base e o que refletirá  à mim como um bom profissional.

Por fim, não quero que ninguém tenha a imagem de que eu quero que as pessoas simplesmente parem de se aperfeiçoar, buscar cursos de graduação / pós graduação de primeira (pois eu mesmo estou fazendo isso), mas apenas gostaria que o mercado observasse a atual realidade de nosso país, que mostra inquestionavelmente a quantidade agressiva de pessoas sem condições financeiras para buscar tais “méritos em papel” (ex. o valor de uma prova CCNA/CompTIA/etc ou até mesmo uma formação particular)  e justamente por isso muitas vezes acabam sendo desclassificadas em um processo seletivo sem ao menos efetuar o “hands on” prático, tornando a situação um tanto quanto lamentável, pois no final das contas o que fala mais alto no quesito sucesso profissional certamente é a própria prática.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

________________________________________ 26 anos, experiência de 8 anos na área de Tecnologia, Auditor de TI com foco em Infraestrutura e Especialista em Segurança da Informação, bacharel em Ciência da Computação, cursando MBA na Universidade de São Paulo, com diversas certificações e formações técnicas. ________________________________________ skype: leonardo.itao e-mail | gtalk: leonardo.itao@gmail.com ________________________________________ “If the facts don’t fit the theory, change the facts.” - Albert Einstein

Leonardo Itao

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.