Carreira

Ξ 3 comentários

Você está pronto para colaborar?

publicado por Luciano Döll

Há dez anos, participei de um processo de seleção para trabalhar como trainee em uma multinacional. Depois de dez horas de viagem e ansiedade, fui submetido a várias dinâmicas de grupo, além de entrevistas e atividades. Havia, no total, vinte profissionais do país inteiro disputando duas vagas. Seriam pré-selecionados dez numa primeira fase e, depois, finalmente, os dois que seriam contratados. O resultado foi uma vergonha. Não passei da primeira fase.

Tratei de diagnosticar meu erro e, confesso, não foi difícil. Em uma das dinâmicas, fomos divididos em grupos. Cada grupo recebeu um desafio de lógica para resolver, daqueles que a gente encontra naquelas revistinhas de passatempo. No meu grupo, resolvi bancar o entendido e tentei resolver sozinho o exercício, todavia o que menos importava aos avaliadores era o resultado. Eles queriam, sim, saber como seria a colaboração entre os membros do grupo.

Nos últimos dez anos, a palavra colaboração ganhou destaque cada vez maior no mundo corporativo. Os níveis hierárquicos diminuíram e vieram as práticas de gestão do conhecimento, com as premissas: consultar, compartilhar e colaborar. Será que a tecnologia da informação possui ferramentas para ajudar neste ambiente empresarial altamente colaborativo?

Lembro-me bem da primeira vez que usei o Google Docs em uma banca de avaliação de trabalho de fim de curso. Vários professores simultaneamente editavam uma planilha a fim de atribuir as notas do aluno. A partir deste momento, comecei a acreditar que o software aos poucos deixaria de estar instalado em meu computador e migraria para as nuvens.

Não tenho dúvida que as tecnologias da informação podem efetivamente contribuir com um ambiente altamente colaborativo. Os sistemas wiki, para mim, são o exemplo mais representativo da colaboração pela internet. Algumas horas depois que José de Alencar faleceu, visitei o site da maior enciclopédia livre e percebi que diversas informações daquele dia já constavam no wikipedia. Você se lembra da enciclopédia Barsa? Aquela cujo vendedor apertava a campainha da sua casa tentando empurrar a edição mais recente. Quanto tempo a Barsa levaria pra tornar o falecimento do ex vice-presidente um conhecimento?

Com dez anos de existência, a wikipedia possui mais de dezessete milhões de artigos, em mais de duzentos e setenta idiomas, atendendo mais de quatrocentos milhões de usuários ansiosos por informação e conhecimento, em todo mundo.  No âmbito acadêmico, o wikipedia é ainda alvo de diversas críticas. Muitos professores ainda alegam que a enciclopédia livre não tem a visão científica dos fatos. Ora, se você acredita no software livre, por que não acreditaria na wikipedia? A mesma colaboração que ocorre no software livre aparece nos sistemas wiki.

Estamos no meio de uma revolução e muitos paradigmas precisam constantemente ser revistos. O conceito básico da wikipedia é a coautoria. Acredite: com o princípio da computação das nuvens, você usará cada vez mais sistemas colaborativos na sua empresa. Os sistemas integrados de gestão que você está acostumado a utilizar serão cooperativos. Não estou dizendo somente de habilitá-los para web e, sim, de torná-los capazes de gerenciar vários usuários realizando tarefas simultaneamente, sejam elas transacionais ou gerenciais. Definitivamente, vivemos na época de consultar, compartilhar e colaborar.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Mestre em Informática Industrial e Bacharel em Informática. Professor Universitário e Consultor de Tecnologia da Informação. Diretor do Instituto Döll de Tecnologia e Educação. linkedin: http://www.linkedin.com/in/lucianodoll twitter: @lucianodoll

Luciano Döll

Comentários

3 Comments

  • É isso aí Luciano. Precisamos trabalhar os nossos modelos mentais para surfar nessa onda. Abraço e parabéns !

  • Gostei da citação sobre a Barsa, Wiki e software livre. Realmente se pensarmos nos saltos que a tecnologia tem dado nos últimos anos, poderíamos dizer que o homem evoluiu mais em poucos anos que em todo o resto de sua existência, e isso ocorreu em todos os campos.

    Acompanhar essa velocidade é criar novos conceito, ou nem criar, pois não daria tempo da idéia virar conceito. Paradigmas são criados e quebrados no minuto seguinte e, do outro lado do mundo, com mais um minuto você fica sabendo…

    Migrar para nuvem parece destino tecnológico do momento e, estar no céu é compartilhar uma visão com muitos. Compartilhar será universal, um bem comum.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.