Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

Social trading pode fazer parte do seu portfólio de diversificação?

publicado por Augusto Vespermann


Imagem: Freepik

Você já ouviu falar em Social Trading? Descubra se o Social Trading pode fazer parte do seu portfólio de diversificação e como se beneficiar da troca de experiências em investimentos.

Variar os investimentos é uma das recomendações mais frequentes dos especialistas em finanças. Nesse sentido, será que o Social Trading pode fazer parte do seu portfólio de diversificação?

O termo Social Trading tem se tornado cada vez mais popular entre os investidores, principalmente aqueles que buscam formas de investir com mais agilidade, tanto na negociação quanto no retorno.

Por isso, a procura por corretoras com Social Trading aumentou consideravelmente no Brasil, já que essa é uma maneira de começar a fazer trading levando em consideração a experiência de outros investidores.

Confira, a seguir, tudo sobre Social Trading e se esse tipo de investimento pode fazer parte do seu portfólio de diversificação.

O que é Social Trading?

Existem algumas corretoras com Social Trading operando no Brasil. As corretoras de investimentos com Social Trading permitem que os investidores troquem experiências, como em uma rede social – é daí que vem o nome.

Na prática, funciona como um espaço dentro das corretoras com Social Trading, onde os traders podem interagir, observar carteiras diferentes e ter ideias do que fazer em suas próprias estratégias.

O Social Trading é útil para quem está começando no universo trader ou para quem não tem tempo para estudar as ações de forma adequada.

Assim, um trader pode apenas observar a carteira de outro investidor e seguir os mesmos passos, com o objetivo de conquistar resultados semelhantes.

Social trading pode fazer parte do seu portfólio de diversificação?

Imagem: Pexels

Nos últimos anos, boa parte dos investidores brasileiros optaram pela renda fixa. Porém, com os juros como estão hoje (no menor patamar histórico), os fundos de renda fixa apresentam a menor participação no mercado, desde 216.

Por isso, diversificar a carteira se tornou algo essencial para quem quer ter lucro. Assim, o Social Trading pode fazer parte do seu portfólio de diversificação e é uma boa opção.

Ao utilizar corretoras com Social Trading, você consegue observar de perto como os grandes traders trabalham, quais são suas estratégias e o que eles analisam para investir.

Assim, mesmo que você não tenha muita experiência, esse tipo de investimento pode entrar de vez para a sua carteira.

Algumas informações importantes sobre Social Trading

Existem algumas informações sobre Social Trading que você precisa conhecer, para levar em consideração, na hora de optar por esse tipo de investimento.
Para começar, como toda negociação rápida e com potencial de alto lucro, o trading é um investimento de risco.

Além disso, para ter acesso às carteiras de investidores de sucesso, é comum que as corretoras com Social Trading cobrem uma taxa de participação.
Essas taxas são utilizadas para recompensar os traders que compartilham suas carteiras, afinal, é um conhecimento que pode fazer com que outras pessoas tenham lucro.

3 dicas rápidas para se beneficiar do Social Trading

Imagem: Freepik

Mas como uma corretora com Social Trading pode ser útil para um investidor?
Além de conferir carteiras de traders de sucesso, existem algumas dicas rápidas que permitem que você se beneficie do Social Trading. Confira 3!

1. Use o recurso de Auto-Copy

Algumas corretoras com Social Trading possuem o recurso de Auto-Copy, que permite que um usuário copie a carteira de um investidor, de forma automática.

É um modo mais simples de ter o mesmo portfólio de um trader de sucesso.

2. Baseie sua estratégia em mais de um trader

Já que as corretoras com Social Trading permitem que um investidor veja a carteira de outro, aproveite a oportunidade para criar uma estratégia com as informações de vários traders.

Assim, você aumenta suas chances de acerto e de lucro.

3. Continue estudando

Por mais que o Social Trading seja um modo prático de investir, qualquer trader sabe que o estudo é fundamental para continuar a ter lucro.
Ou seja, continue estudando sobre investimentos para ter mais chances de sucesso a longo prazo.

Com uma alta de CPFs registrados na B3, com o marco de 3 milhões de investidores cadastrados no final de 2020, é fácil perceber que os brasileiros estão cada vez mais interessados nas ações.

Com mais possibilidades de lucro do que a renda fixa, e a existência de plataformas completas, como as corretoras com Social Trading, motivos não faltam para assumir os riscos de investimentos variados.

O Social Trading pode fazer parte do seu portfólio de diversificação e é uma ótima forma de começar.

Ao optar por usar corretoras com Social Trading você dá os primeiros passos como trader e aprende de perto com quem já entende do assunto. Uma maneira prática de investir.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Augusto Vespermann é fundador do Portal TI Especialistas, além de fundador e moderador de uma das maiores comunidades de tecnologia do LinkedIn, o TI Especialistas Brasil, com aproximadamente 85.000 membros. Tem experiência de 16 anos na análise desenvolvimento de sistemas web em várias linguagens de programação. Aficcionado por tecnologia e sempre atento às novidades do mercado. Twitter: @augustosvm LinkedIn: Augusto Vespermann

Augusto Vespermann

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.