Carreira

Ξ 2 comentários

Quando é a hora certa de olhar para a própria carreira?

publicado por Fabiano Mello

Muito se fala em tempo e principalmente na falta dele e por conta disso nunca o temos para olharmos para a gente mesmo, haja vista que o trabalho e a vida social nos requerem atenção e tempo redobrados, mas é aí que mora o perigo de não olhar para a própria carreira. Mas como assim se estou bem posicionado em uma empresa, com um cargo relativamente importante e recebendo elogios constantemente? Preciso olhar para a minha carreira ainda assim? CLARO QUE SIM! O comodismo e a preguiça estão exatamente e somente quando estamos bem profissionalmente.

Os elogios, o alcance de metas e o trabalho do dia-a-dia nos dão a falsa sensação que estamos no ápice, mas é justamente o buraco profissional imaginário cujo qual você tem tudo para cair.

O mercado de TI é um dos que mais exigem atualização constante, seja na hora de executar tarefas rotineiras como na forma de gerir equipes e parar achando que está tudo “sob controle” nos deixa para trás e quando se dá conta é tarde demais.

Aproveite sempre o momento bom de sua posição na empresa para negociar com a diretoria uma especialização de seus conhecimentos focada no negócio da empresa. Vale de tudo: Cursos de extensão, pós, MBA, idiomas e até outros cursos que não estão
exclusivamente direcionados a TI, mas também sobre uma visão mais estratégica para a empresa. Você além de demonstrar interesse em dar retorno profissional à quem investirá em você, manterar-se-á atualizado no mercado de trabalho e ao mesmo tempo fará um ótimo upgrade no currículo mesmo já empregado.

Há muitos casos onde a empresa não tem um programa de incentivo à formação ou especialização de seus funcionários, então vale até investimento próprio em algum curso, mesmo que sejam os mais baratos, mas que acrescentem profissionalmente ao seu currículo e talvez quem saiba seja uma forma ainda de demonstrar que independente de qualquer apoio da empresa, você busca sempre melhorar. Se não for bom de imediato, com certeza lhe dará frutos lá na frente.

TI é inevitavelmente investir muito e sempre em conhecimento e de preferência quando sua carreira estiver no ápice, assim não terá nenhum tipo de pressão ou pressa para tal competência quando estiver fora do mercado de trabalho, o que lhe dará muito mais dificuldade, principalmente financeiramente falando.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Autor

- Especialista em Gestão de equipes de Suporte Técnico, Service Desk, administração de redes, ordens de compra, contratos, gerenciamento de projetos, controle de pagamentos nacionais e/ou internacionais. - Certificado MCSE pela Microsoft, ITIL v2, v3 e Gestão de TI, Serviços e Processos pela Fundação Getulio Vargas. Linked in: http://br.linkedin.com/in/fmello Twitter: @fteixeiramello

Fabiano Mello

Comentários

2 Comments

  • “TI é inevitavelmente investir muito e sempre em conhecimento e de preferência quando sua carreira estiver no ápice…”

    Certíssimo. Acho legal também, quando possível, participar de entrevistas mesmo estando bem empregado. Ajuda a sacar como está o mercado, que tecnologias estão efetivamente “pegando” e quanto estão pagando.

    • Nei, você citou um ponto importantíssimo que é justamente participar de entrevistas mesmo estando bem empregado, o que pouquíssimas pessoas fazem.
      Atualização profissional engloba tanto conhecimento com cursos como também com dinâmicas e entrevistas. Te mantém sempre por dentro de tudo lá fora!

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade


Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.