Carreira

Ξ Deixe um comentário

Meu trabalho me consome, não tenho tempo

publicado por Augusto Amaral Dutra

Figura - Meu trabalho me consome, não tenho tempoCom certeza você já deve ter ouvido frases como esta. Pior ainda, muito provavelmente você já pode ter dito algo parecido, ou quem sabe ainda diz.

Mas está correto pensar e agir assim? Será que temos que abrir mão de alguns cuidados conosco e até mesmo da nossa saúde em favor do emprego? Até que ponto nós estamos sendo justos e coerentes, priorizando esta relação em detrimento do nosso próprio bem estar?

Não queremos questionar aqui a importância da atividade de cada um, nem o grau de responsabilidade e de comprometimento que ela exige, mas vale refletir sobre o peso deste sacrifício quando você passa a comprometer o seu próprio bem estar em favor desta atribuição.

De maneira inconsciente, ou simplesmente por zelo e responsabilidade, você se dedica de tal forma ao seu compromisso que se esquece de alguns cuidados básicos de sobrevivência, como cuidar da sua saúde.

Nesta condição, falamos de alguns procedimentos comuns que estamos cansados de saber, mas que poucos dão valor: exercícios físicos, alimentação saudável, sono regular, exames clínicos periódicos etc.

Você pode até achar que seu trabalho é superimportante, que você é insubstituível, pois é a única pessoa capaz de produzir suas tarefas, e que diante disso não mede esforços para cumprir com sua obrigação. Mas uma coisa é certa e você precisa se dar conta: para poder executar bem o seu trabalho, seja você um empresário ou colaborador, é imprescindível que tenha saúde, e que em muitos casos esta colocação somente é sua porque conseguiu até agora, fazer as entregas que esperam de você.

Não estamos fazendo apologia aos descompromissados e sem responsabilidades, mas procurando despertar consciência para que suas atividades e demais atribuições sejam distribuídas no tempo de forma justa e coerente, para que elas se sustentem e se completem. Considere que para continuar sendo produtivo e eficiente, é mais do que necessário estar disponível e por inteiro.

Fique atento, pois se você está como colaborador e sua saúde ficar debilitada pela falta de cuidados ou pelos esforços que pratica lhe obrigando a afastamentos constantes, muito provavelmente seus empregadores terão que tomar atitudes providenciando alguém para cumprir as tarefas que você deixaria de fazer. Somente então você descobrirá que estava enganado quanto a sua condição de ser “insubstituível”

Sendo assim, mais do que justo e lógico que procure manter-se saudável para poder produzir e oferecer a eles as tarefas que esperam de você.

O vínculo que o mantém no emprego atual é uma relação profissional que poderá ser modificada quando uma das partes não estiver mais correspondendo com aquilo que foi combinado. Da sua parte, você se comprometeu contribuir com seu trabalho e para isso é importante se manter saudável para poder continuar atendendo aquilo que foi proposto. Pense nisso antes de recusar seus desejos de cuidar melhor de si mesmo, com caminhadas, momentos de reflexão, leituras, cursos, seja lá o que for, cuide-se e seja feliz!

[Crédito da Imagem: Meu trabalho me consome – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Psicólogo Clinico, formado pela Universidade São Judas Tadeu. Atualmente atendendo em consultório particular (jovens, adultos e casais) e integrante da equipe dos profissionais do Instituto Evoluir, com atuação nas áreas de Psicologia, de Saúde, de Educação, Organizacional e de Práticas Complementares. Vivencia de mais de 30 anos na área corporativa em cargos de liderança nível gerencial. Graduado também em Administração de Empresas pela PUC-SP e Pós graduado em Marketing, pela ESPM. Fone (11) 9 9933 5486 e-mail: augustodutra@terra.com.br facebook – https://www.facebook.com/augusto.amaraldutra Blog - http://psicologiarenovada1.blogspot.com.br/

Augusto Amaral Dutra

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.