Desenvolvimento

Ξ 2 comentários

JMeter – Solução de Teste de Carga para Aplicações

publicado por William Fernandes

JMeter - Solução de Teste de Carga para AplicaçõesMuitas equipes de infraestrutura seguem a risca as boas práticas do ITIL para gerenciamento de mudança quando vão “subir” para produção uma nova aplicação, mas um erro muito comum, que tenho observado, é a falta de um teste de carga da nova aplicação na infraestrutura da empresa, ou seja, testar o comportamento da aplicação e da infraestrutura onde a aplicação será hospedada, em cargas progressivas.

Um teste de carga mostrará para os envolvidos na implementação da nova aplicação os limites para o bom funcionamento da aplicação.

Ao perguntar para o fornecedor ou desenvolvedor da nova aplicação, quantos usuários poderão utilizar a aplicação ao mesmo tempo, certamente o fornecedor irá responder que sua aplicação funciona perfeitamente, independente do número de usuários conectados. Mas o “detalhe” que não está sendo considerado sãos os impactos da infraestrutura da sua empresa na aplicação do seu fornecedor.

Seu fornecedor pode ter testado a aplicação dele em servidores em nuvem (cloud computing), clusterisados, com alta escalabilidade e alta disponibilidade. Mas o fornecedor não pode garantir a performance da aplicação dele na infraestrutura da SUA empresa, a menos que a infraestrutura seja igual a infraestrutura do laboratório do seu fornecedor.

É fato que uma consultoria para teste de carga de aplicações, bem como as ferramentas populares no mercado podem encarecer razoavelmente seu projeto, mas eu gostaria de compartilhar com vocês algumas alternativas opensource para um excelente estudo de “teste de carga”.

Apresento aos leitores o JMeter!

Oficialmente chamado de Apache JMeter, trata-se de uma aplicação desktop, open source, 100% desenhado em JAVA para testes funcionais de carga e desempenho.
Com o JMeter você pode simular cargas pesadas em sistemas desenvolvidos nas mais variadas linguagens (PHP, Java, .NET, etc…) e obter uma análise de desempenho da performance da aplicação.

A utilização do JMeter requer certa familiaridade com a ferramenta, mas com a ajuda do Google, é possível simular um teste de carga com poucas horas de dedicação e pesquisa.

A ideia do JMeter é bem simples, você precisa “gravar” as ações que deseja testar, executando as ações que gostaria de  testar no seu  Sistema. O JMeter vai gravar o passo a passo das suas ações e você poderá repeti-las posteriormente simulando n usuários, ou seja, você poderá reproduzir as ações gravadas n vezes, com n execuções paralelas (simulando usuários concorrentes).

Você pode também fazer uma progressão programada na reprodução dos testes, configurando para que o JMeter aumente a carga (ex.: Número de execuções concorrentes) a cada x tempos e no final, o JMeter vai tabular para você os tempos de resposta a cada ciclo de teste, mostrando as variações de tempos de resposta à cada ciclo de testes.

No final desta análise, você saberá até quantos usuários simultâneos sua aplicação funcionará com um tempo de resposta aceitável, ou quantos processos podem ser feitos em um tempo de resposta aceitável e assim por diante.

Sem dúvidas o JMeter é uma ferramenta importantíssima na vida de qualquer arquiteto de infraestrutura, uma verdadeira bola de cristal que vai te mostrar se a “nova aplicação”, na forma como está sendo planejada,  vai trazer problemas ou benefícios para sua empresa.

Espero que gostem da dica e que continuem acompanhando meus artigos. A cada artigo vou compartilhar experiências e desafios do dia a dia de um arquiteto de infraestrutura, com foco em Middlewares e Databases.

Próximo Artigo: Dicas e Desafios da Instalação do Oracle em Linux.

[Crédito da Imagem: Performance – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

William Fernandes é um profissional experiente na área de Tecnologia da Informação, com foco em Middlewares e Databases, trabalhando como arquiteto de infraestrutura em projetos importantes. Com formação na Faculdade de Tecnologia de São Paulo e com certificados importantes (Microsoft, ITIL, PRINCE2, etc), William Fernandes carrega uma sólida experiência no suporte sênior a problemas críticos em sistemas e databases de empresas de grande porte, onde inclusive participou de projetos de TI no exterior.Para mais informações e contato: http://www.linkedin.com/pub/william-fernandes/34/928/172

William Fernandes

Comentários

2 Comments

  • Excelente artigo, parabéns.

  • Olá,
    recebi a tarefa de trabalhar com Jmeter, já baixei a aplicação, estou usando como treinamento, porém tenho muitas duvidas, existe algum manual disponível ou fórum para eu tentar trocar informações?

    obrigada.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes