Tecnologia

Ξ Deixe um comentário

Brazilian International Data Center HUB

publicado por Wilson Laia

Figura - Brazilian International Data Center HUBO Brasil deverá ter em breve um International Data Center HUB. O país está sendo considerado por um empresa Americana líder mundial em Data Centers e pelo Governo Americano para sediar o NEXT GENERATION DATA CENTER COMPLEX – que visa inicialmente construir um complexo de Data Centers, transformando-se em um INTERNATIONAL DATA CENTER HUB.

Alguns estudos revelam que o Governo Americano, após as denúncias de espionagem na Internet feitas por Edward Snowden em junho de 2013, já considera a possibilidade de descentralizar o fluxo da Internet mundial, que hoje concentra-se todo em território Americano.

O Brasil vem sendo considerado por oferecer vantagens competitivas para a indústria de Data Centers, e deverá se tornar um centro de excelência em Data Centers.

Alguns dos principais motivos que levaram o Brasil a ser considerado para este projeto é o fato de não ter catástrofes naturais, guerras, etc., por ter capacidade de produzir profissionais altamente capacitados, e pela proximidade cultural em relação a cultura Americana.

Segundo estudos do Governo Americano, o Brasil possuí cerca de 30 Data Centers comerciais, contra os 1.432 Data Centers dos Estados Unidos. Portanto, tem um grande potencial de crescimento em número de Data Centers.

O país precisa se aproximar dos líderes mundiais. Quando comparado as nações líderes, o Brasil está bem atrás no que tange ao número de Data Centers, que é o backbone, e o motor de qualquer economia desenvolvida.

As instalações a serem implementadas no Brasil deverão servir de modelo para os demais HUBs a serem implementadas em outros continentes.

Hoje só existe 01 International Data Centers HUB que concentra 70% do fluxo da Internet mundial. Ele fica em Loudoun County, VA, USA, a 30 milhas de Washington, DC. Loudoun County é a cidade mais rica dos EUA, segundo recente publicação da Forbes, justamente em função da indústria de Data Centers, já que possuí a maior concentração de Data Centers dos Estados Unidos.

Os demais 30% do fluxo de Internet mundial estão distribuídos em outras cidades, também em território Americano. Porém, este cenário deve mudar. Este é o motivo pelo qual o Brasil está sendo considerado para sediar o primeiro HUB fora do território Americano.

Inicialmente o International HUB do Brasil estará conectado a outros 04 HUBs a serem construídos na Europa, Ásia e Oceania. Assim, o fluxo da Internet mundial deverá ser dividido entre:

  • Loudoun County – USA – já existente
  • Brasil – a ser construído
  • Rússia – possivelmente em Moscou
  • Ásia – País a ser definido
  • Oceania – País a ser definido

Mas o que é um International Data Center HUB

Um International HUB é um empreendimento tratado como um centro de excelência, e que reúna as características de uma comunidade de excelência, um polo de inovação, de vanguarda, desenho e concepção urbana, aliando conceitos de Vida + Lazer + Trabalho, que traduza-se num uso Misto e densidade, que seja uma referência urbana e tenha identidade própria, com toda a infraestrutura básica necessária para atender as instalações de Data Centers que atendam as mais exigentes normas internacionais, tais como:

  • Geradoras de Energia Elétrica redundantes – mais do que uma geradora de energia
  • Fontes de Energia Renovável
  • Operadoras de Telecom – Linhas Fixas e Celular, com um NOC (Network Operations Center) dedicado
  • Água e Esgoto composto pelo Sistema Municipal de Água, água de reuso e poço artesiano e Sistema de Esgoto Municipal mais Sistema de Tratamento de Esgoto
  • Instituições de Ensino
  • Rede Hoteleira e Restaurantes
  • Aeroporto Internacional
  • Rodovias que conectem a cidade com o restante do país

O International HUB Brasileiro receberá empresas de tecnologia e todo mundo e, neste caso, Data Centers de grandes players internacionais. Por isto, o nome International Data Center HUB.

Os típicos desafios dos CEOs, CIOs, Gerentes e proprietários de Data Centers nos dias de hoje visam atender as exigências de:

  • Disponibilidade
  • Atualização
  • Segurança
  • Confiabilidade
  • Modularidade
  • Rápida Distribuição
  • Flexibilidade
  • Baixo custo

Apenas para ilustrar este cenário, no ano de 2014 grandes empresas do mundo da tecnologia perderam juntas cerca de US $ 1.7 trilhão, devido ao tempo de inatividade de seus Data Centers e perda de “dados”. Isto afeta drasticamente o negócio destas empresas, pois, manter a integridade dos dados e de seus Data Centers é fundamental.

Assim, principal função deste International Data Center HUB é prover todos as exigências anteriormente descritas e, ainda, ser totalmente “Green”.

Este International Data Center HUB visa também ter a capacidade de dividir o fluxo da Internet mundial. Estará conectado com todos os demais HUBs já mencionados e poderá, ainda, ser utilizado como contingência para grandes players mundiais, que instalarão neste HUB o seu “Disaster Recovery Site”.

Desta forma, a cidade eleita para recebe-lo irá figurar no cenário mundial de TI, “catapultando” o Brasil para o topo do mundo da Tecnologia da Informação.

No Brasil há três cidades concorrendo para sediarem tal empreendimento, são elas: Campinas-SP, Sorocaba-SP e Recife-PE. Uma destas três cidades deverá receber o projeto. A Decisão deverá ser tomada no final de janeiro ou início de fevereiro de 2016, após a visita de uma comitiva Americana às três cidades em questão.

Alguns Pré-requisitos a Serem Avaliados nas Cidades Candidatas

  • Parques Tecnológicos com áreas disponíveis para crescimento do HUB
  • Pujança Econômica
  • Vocação para Tecnologia
  • Polos de Ciência e Tecnologia
  • Referência em Educação – Várias Universidades
  • Que produza profissionais altamente qualificados
  • Centros de Pesquisa
  • Tenha um conjunto de Políticas e Incentivos específicos para empresas de base tecnológica
  • Que atenda aos pré-requisitos de infraestrutura acima descritos
  • Geradoras de Energia diferentes
  • Aeroporto
  • Rodovias conectam a cidade com o restante do país
  • Acesso a Mercados Globais
  • Posição Geográfica Estratégica
  • Boa Qualidade de Vida

Características do projeto:

  • Criar o Next Generation Complex
  • Criar um International Data Center HUB
    • Primeiro HUB Digital Futurístico
    • Campus/Cidade Data Center Digital
    • Complexos de Data Centers de Próxima Geração no Brasil
    • Em localidades diferentes em função da dificuldade em encontrar área contígua disponível
    • Centro de P&D
    • Centro de Treinamento em DC
    • Treinamento Prático
  • 500 a 1.500 Empregos Diretos – Profissionais altamente capacitados
  • 10.000 a 15.000 Empregos Indiretos
  • Investimento inicial de U$ 200 Milhões
  • Receita de U$ 4 Bilhões/Ano
  • Pode gerar de U$ 20 a U$ 50 Bilhões/Ano de receita para a economia nacional

Em se concretizando, este será um marco histórico tanto na área de TI, quanto na economia Brasileira como um todo e atrairá muitos outros investimentos para o nosso país.

Fonte:         

http://br.reuters.com/article/internetNews/idBRKCN0UQ2P520160112

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2016/01/12/empresa-de-dados-techxact-planeja-investimento-bilionario-em-computacao-em-nuvem-no-brasil.htm

http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=41488&sid=97#.Vqtt__orLIU

http://www.jornalacidade.com.br/cienciasetecnologia/cienciasetecnologia_internaNOT.aspx?idnoticia=1136127

http://computerworld.com.br/techxact-investe-r-128-bi-para-tornar-campinas-e-sorocaba-em-hubs-de-ti

http://m.baguete.com.br/news/readnews/4/90947

http://correiopopular.fivepress.com.br/

[Crédito da Imagem: Brazilian International Data Center HUB – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Executivo sênior da Área de TI com uma carreira de 37 anos na área, tendo atuado em grandes multinacionais, tais como: IBM Brasil, Software AG Brasil, Hildebrando Brasil, braço de TI do Grupo TELMEX, Case Brasil, Emerson e Beloit Industrial. MBA em TI pela FGV, Pós-graduado Babson College-USA. Especialista em Data Centers com certificação do IDCA - International Data Center Authority. Fluente em Inglês e Espanhol. Possuí uma combinação única de Vendas, Tecnologia, Infraestrutura de TI (Mainframe, Unix, Linux, Windows), Consultoria (Serviços Profissionais ou Professional Services), suporte técnico, Redes no Brasil, América Latina, América do Norte e no mercado Europeu. A larga experiência na área de TI, lhe confere uma rara oportunidade de conhecer quase todos os segmentos desta área, inclusive em startups de empresas, garantindo uma navegabilidade em todas as plataformas e tecnologias vista em poucos profissionais, o que aliado ao conhecimento estratégico que envolve a área, o credencia a discorrer sobre vários assuntos pertinentes em TI.

Wilson Laia

Comentários

You must be logged in to post a comment.

botão emergência ransomware (1)

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.