Posts by Tag: Relacionamento Interpessoal»

Carreira

Você sabe se você é um chato?

Você sabe se você é um chato?

posted by Roger Nascimento

Estamos sempre envolvidos em um relacionamento, e isto é inevitável. Algumas vezes com alguém e outras vezes com um grupo e podem ser considerados chatos.

Carreira

Os perigosos abismos da falta de comunicação

Os perigosos abismos da falta de comunicação

posted by Willy Thorpe

Nós sabemos que o orbe da tecnologia é totalmente diferente do que muitos imaginam. Mas se o assunto é comunicação, sim eu concordo, somos muito falhos.

Carreira

Posso te dar um feedback?

Posso te dar um feedback?

posted by Michell Pol

Tenho lido muitos artigos e materiais diversos sobre o tema “Feedback”. De maneira geral, todos abordam a forma como deve ser comunicado um feedback, como se preparar, como se deve recebê-lo (famosa história que feedback é um presente que estamos recebendo…) etc etc. Ouvi muito também a respeito do feedback positivo como reforço do que está indo bem; e do feedback construtivo, uma espécie de corretivo daquilo que está indo mal com uma certa dose de carinho… sem mencionar que trata-se de algo negativo.

Carreira

As Relações Humanas e a TI

As Relações Humanas e a TI

posted by Marco Aurélio Sorpilli

A grande disparidade entre a técnica e o relacionamento interpessoal na área de tecnologia da informação vem nos alertando para a necessidade de atenção para este aspecto básico necessário que se torna indispensável mais e mais a cada dia.

Para quem vive a realidade da área de Tecnologia das empresas (desde microempresas até grandes corporações) sabe do que falo. Muitas empresas possuem uma área de tecnologia com excelência técnica, muita gente com grande habilidade neste aspecto, porém no que tange ao trato pessoal, esses mesmos seres de transformam em verdadeiros trogloditas ou pessoas com ego inflado e complexo de superioridade exalando pelos poros.

Carreira

Feedback para construir relacionamentos positivos

Feedback para construir relacionamentos positivos

posted by Marcinéia Oliveira

Feedback no mundo corporativo, é uma palavra usada para descrever o processo no qual através de uma conversa (formal ou não) entre um líder e seu liderado é possível fazer uma avaliação do desempenho da equipe dentro dos objetivos traçados previamente.

O líder que deseja desenvolver talentos, melhorar a qualidade do serviço, atender bem o cliente e as solicitações da empresa, usa o feedback como uma ferramenta para moldar comportamentos e incentivar o aprendizado de sua equipe. Dessa forma é possível aprimorar constantemente o desempenho de cada profissional corrigindo as deficiências encontradas.

A maior contribuição desse processo é alinhar competências, desenvolver o profissional avaliando seus erros e acertos e não a pessoa. É uma análise para promover o desenvolvimento profissional. Esse processo deve ser feito em tempo real, ser baseado em fatos reais e não em opiniões, impressões ou suposições de outros; e o avaliador deve ser bem claro e específico, pois o profissional avaliado não pode sair sem entender o objetivo do líder.

É indispensável, para que o feedback tenha um bom resultado, ter um objetivo, focar nos resultados desejados pela empresa, e no que sua equipe precisa apresentar para alcançar isso. Não parta do princípio que você está certo e eles errados. Mesmo após ter verificado as informações e coletado dados, você pode não ter todas as informações. O funcionário precisa contar a sua versão da história. Faça perguntas para entender e escute as respostas com atenção. Perguntas bem elaboradas ajudam a mostrar que seu objetivo é o de ajudar a pessoa a se desenvolver.
Lembre que Feedback é um processo contínuo. Não se pode fazer uma sessão e dar o assunto por encerrado. E pedir a opinião de seus liderados sobre sua maneira de dar feedback o ajudará a progredir como líder. É bom saber se o que os membros de sua equipe acham da maneira como você conduz o processo, se tem algumas sugestões de melhora.

Carreira

Relação Gestor x Analista/Programador – Fim da trilogia

Relação Gestor x Analista/Programador – Fim da trilogia

posted by Margadona

Finalizo essa trilogia da relação entre Gestor x Analista/Programador com algumas dicas para que o ambiente de trabalho fique mais agradável, pois como disse na parte 2, convivemos mais tempo na empresa e com nossos colegas de trabalho do que com nossa família.

Conflitos acontecerão

Cobranças, atrasos em projetos e brincadeiras ofensivas sempre levam a discussões e problemas de relacionamento entre membros da equipe e gestores. Pela minha experiência a melhor decisão que deve ser tomada quando o clima está pesado, é NÃO tomar nenhuma atitude precipitada. Vá tomar um café ou dar uma volta para colocar os neurônios no seu devido lugar, uma palavra ou ação impensada pode ser catastrófica para sua carreira na empresa.

Conversa cara-a-cara

Vivemos numa época onde todos tem acesso a e-mail, redes sociais e celulares, mas nada melhor que uma conversa cara-a-cara para resolver qualquer problema no trabalho. Frases escritas podem ser mal interpretadas causando o efeito inverso, por isso nada melhor que um bom diálogo para resolver problemas no trabalho, antes que as coisas “caminhem” para o lado pessoal.

Visão da equipe

Na minha opinião, o gestor não pode enxergar sua equipe como um bando de subordinados que apenas cumprem ordens, mas sim um time onde cada um tem uma habilidade específica e o gestor deve ser o responsável por extrair o que cada profissional tem de melhor.

Carreira

Carreira

Você está preparado para dar ou receber Feedbacks?

Você está preparado para dar ou receber Feedbacks?

posted by Vinicius Passos Silva

Trabalhar em equipe é um grande desafio. Pessoas diferentes, com objetivos comuns, costumam ter conflitos de opiniões, maneiras distintas de realizar as coisas, horário de produtividade, competições internas etc.

Gerência de Projetos

Gerente de Projetos em TI – Empatia com a Equipe

Gerente de Projetos em TI – Empatia com a Equipe

posted by Ruggero Ruggieri

Quando o Gerente de Projetos assume um desafio para gerenciar um projeto na empresa, ele assume a responsabilidade, entre tantas outras, de elaborar um controle de desenvolvimento eficaz e um cronograma detalhado. Todos sabemos que nada adiantaria termos os melhores softwares de planejamento, controle e de desenvolvimento se não tivermos uma equipe eficaz, motivada e engajada no projeto. Por vezes nos deparamos com diversas barreiras à comunicação, dentre elas um clima hostil e pouco propício à troca de informações.

Carreira

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes