Carreira

Ξ Deixe um comentário

Você sabe se você é um chato?

publicado por Roger Nascimento

Você sabe se você é um chato?Estamos sempre envolvidos em um relacionamento, e isto é inevitável. Algumas vezes com alguém e algumas outras vezes com um grupo.

Apesar de por vezes não ser de vontade plena, se relacionar é fundamental, pois o contrário dificultaria a construção de um ambiente de colaboração, que, aliás, é um dos principais requisitos para que a Espécie Humana tenha chegado até aqui.

Este relacionamento muitas vezes se faz por um objetivo comum, através da troca de favores, informações ou conhecimento, por exemplo.

O que eventualmente passa despercebido é que, é muito comum que a decisão da não continuidade de uma relação seja tomada por base da “não afinidade”.

Quando este rompimento é possível,  é cada um para o seu lado e “segue a vida”, contudo por muitas vezes, principalmente no mundo corporativo, as situações envolvidas no processo não permitem, e isto acaba gerando desconfortos.

Como disse o escritor Artur da Távola “o que você tem dificuldade de expressar a um não afim, sai simples e claro diante de alguém com quem você tem afinidade”.

Então ter que “se expressar” a um não afim é uma situação chata!

O que, quase sempre, torna o não afim uma pessoa chata!

Principalmente se os relacionamentos sejam atividades rotineiras.

Seguindo esta linha de raciocínio não é uma façanha das mais difíceis ser considerado chato por alguém.

O que é totalmente compreensivo, pois não ter afinidade com um e outro é natural e comum e não o torna um chato irrefutável, da mesma forma que ser o “amigão” de todos não o torna o mais legal dos seres.

Agora se você é daquele que em toda rodinha que chega o pessoal vai dando um jeitinho de sair de fininho, ou quando conta uma piada só os seus subordinados riem… não precisava nem ter lido este artigo até aqui, né!?

Mas mesmo assim não se desespere, pois dizem que toda panela tem sua tampa e todo pé cansado encontra seu chinelo velho.

O importante é saber e entender que sempre que estamos atuando por uma instituição, temos que tomar as ações e atitudes que melhor representem os interesses da instituição ao qual estamos inseridos,  respeitando o código de conduta ética e as suas diretrizes.

É claro que nós temos nossas situações e/ou pessoas aos quais temos mais afinidades, mas temos que ser objetivos.

Pode até ser considerado um chato, mas honesto, de bom caráter, praticante de boa ética, capaz de inspirar outros a acreditar e confiar nestas práticas.

[Crédito da Imagem: Chato – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Graduado em TI, atua desde o ano 2000 na área, sendo que boa parte deles como Gestor Regional de TI em multinacional americana de grande porte responsável por mais de 60 unidades distribuídas por quatro estados do Brasil, agregando também as responsabilidades pela Segurança da Informação. É Consultor, Professor e Palestrante - Liderança e Gestão e Segurança da Informação.

Roger Nascimento

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes