Gerência de Projetos

Ξ 2 comentários

Novidades do Guia PMBOK 5ª Geração – “Exposure Draft”

publicado por Vinicius Passos Silva

Como muitos sabem, o Guia PMBOK® é um padrão reconhecido para a profissão de Gerente de Projetos. Ele descreve normas, métodos, processos e práticas estabelecidas. O PMBOK contém um conjunto de processos que além de amplamente reconhecidos, são considerados como boas práticas no gerenciamento de projetos.

O Project Management Institute (PMI) publicou em 17 de fevereiro de 2012 o PMBOK® Guide 5th Edition Exposure Draft, que pode ser baixado pelos filiados em http://ed.pmi.org/Pages/EDView.aspx?DocumentId=19.
Trata-se do “rascunho”, apenas no idioma inglês, da mais nova edição de lançamento do famoso e reconhecido Guia de Conhecimento de Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK®) do mundo.

“Exposure Draft” é uma versão de avaliação, não é a versão final. Foi liberada para revisão, críticas e sugestões da comunidade de gerenciamento de projetos até 20 de Março de 2012, a fim de que possam ser avaliados pela equipe responsável e, de acordo com a relevância, realizados os ajustes para a versão definitiva, que deverá ser publicada, se tudo correr conforme planejado, em dezembro deste ano.

Não identifiquei grandes mudanças substanciais na nova edição, porém a mais marcante com certeza, em minha opinião, foi a criação de uma nova área de conhecimento, conforme havia sido anunciada no Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos. Tendo em vista que o draft foi liberado apenas em inglês, procurei traduzir os termos existentes de acordo com a 4ª edição, sendo os novos “traduzidos ” por mim.

Vamos às novidades:

Maior número de processos em relação às edições anteriores, agora um total de 47. Houve um aumento em relação à 4ª edição que contava com 42 processos.

Não houve alterações em relação aos grupos de processos, ou seja, os 5 (cinco) grupos de processos foram mantidos e apenas o quantitativo de processos em cada grupo foi mudado:

– Iniciação (02);
– Planejamento (24);
– Execução (08);
– Monitoramento e Controle (11);
– Encerramento (02);

A mudança mais impactante foi a criação da 10ª área de conhecimento:
– “Gerenciamento de Partes Interessadas” com 4 (quatro) processos:

– “Identificar as Partes Interessadas”;
– “Desenvolver o Plano de Gerenciamento das Partes Interessadas”;
– “Gerenciar o Envolvimento das Partes Interessadas” e;
– “Monitorar e Controlar o Envolvimento das Partes Interessadas”.

Dois destes processos são novos e os outros dois foram remanejados da área de Gerenciamento das Comunicações do Projeto;

Considerando a 4ª edição, os processos “Identificar as partes interessadas” e “Gerenciar Expectativas das Partes Interessadas” foram remanejados área de Gerenciamento das Comunicações e passaram a nova área de Gerenciamento das Partes Interessadas;

Tivemos alteração no nome de 11 (onze) processos, que a meu ver facilitou e ficou mais alinhados aos conceitos dos grupos de processos a que pertencem e a seus objetivos

Foram inseridos cinco processos novos em relação a 4ª edição:

– Planejar Gerenciamento do Escopo;
– Planejar Gerenciamento do Tempo;
– Planejar Gerenciamento do Custo;
– Planejar Gerenciamento das Partes Interessadas e
– Monitorar Envolvimento das Partes Interessadas.

A quantidade de processos do grupo de Planejamento aumentou, antes tínhamos 20 processos dos 42 da 4ª edição (47,6%); agora temos 24 do total de 47, aproximadamente 51% dos processos são de Planejamento.
No meu entendimento isto demonstra a importância e a preocupação com o planejamento

Sob a perspectiva das áreas de conhecimento, temos as seguintes alterações:

– Gerenciamento da Integração
Mudança do nome do processo “4.3 Orientar e gerenciar a execução do projeto” que passou a se chamar “4.3 Orientar e gerenciar o trabalho do projeto”.

– Gerenciamento do Escopo
Mudança do nome do processo “5.4 Verificar o escopo” para ‘5.5 Validar o escopo”;
Esta alteração é positiva pois a aceitação formal das entregas, é uma “validação” e não uma “verificação”.

– Gerenciamento do Tempo
Inclusão do processo “6.1 Planejar o gerenciamento do cronograma”.

– Gerenciamento dos Custos
Inclusão do processo “7.1 Planejar o gerenciamento dos custos”.

– Gerenciamento da Qualidade
Alteração do nome do processo “8.1 Planejar a qualidade” para “8.1 Planejar o gerenciamento da qualidade”;
Alteração no nome do processo “8.3 Realizar o controle da qualidade” que passou a se chamar “8.3 Controlar a qualidade”;

– Gerenciamento dos Recursos Humanos
Alteração do nome do processo “9.1 Desenvolver o plano de recursos humanos” para “9.1 Planejar o gerenciamento dos recursos humanos”.

– Gerenciamento das Comunicações
Remanejamento dos processos “10.1 Identificar as partes interessadas” e “10.4 Gerenciar a expectativa das partes interessadas” que passaram a integrar a nova área de conhecimento “Gerenciamento das Partes Interessadas”;
Alteração do nome do processo “10.2 Planejar as comunicações” para “10.1 Planejar o gerenciamento das comunicações”;
Alteração dos nomes dos processos “10.3 Distribuir informações” e “10.4 Reportar desempenho” para respectivamente ‘10.2 Gerenciar as comunicações” e “10.3 Controlar as comunicações”.

– Gerenciamento dos Riscos
Alteração do nome do processo “11.6 Monitorar e controlar os riscos” para “11.6 Controlar os riscos”;

– Gerenciamento das Aquisições
Alteração do nome do processo “12.1 Planejar aquisições” para “12.1 Planejar o gerenciamento das aquisições”.
Alteração do nome do processo “12.3 Administrar aquisições” para “12.3 Controlar as aquisições”.

– Gerenciamento das Partes Interessadas
Criação dessa nova área de conhecimento. Poucas técnicas e ferramentas foram introduzidas nesta área e como dito anteriormente a maior parte foram trazidas da área de comunicações;
Foram criados os processos “13.2 Planejar o gerenciamento das partes interessadas“ e “13.3 Gerenciar o envolvimento das partes interessadas”;
Os processos “13.1 Identificar as partes interessadas” e “13.4 Controlar o envolvimento das partes interessadas“ foram movidos da área de gerenciamento das comunicações, sendo que este último sofreu também uma alteração no seu nome, pois antes era “Gerenciar as expectativas das partes interessadas”;
A criação desta área parece não ser uma unanimidade na comunidade de gerenciamento de projetos, mas creio que a ideia seja ressaltar a importância do gerenciamento das partes interessadas como sendo um fator crítico de sucesso do projeto, e não focar apenas as “comunicações” neste gerenciamento.

Seguem algumas outras novidades:

A nova edição contempla o alinhamento do Guia com norma ISO 21.500, novo padrão internacional em gerenciamento de projetos da International Organization for Standardization que está em desenvolvimento desde 2007. Atualmente são 33 países envolvidos, entre eles o Brasil, que participa ativamente do processo representado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), sendo o PMI o representante do governo americano na formulação desta ISO.

Um conceito novo que apareceu nesta edição foi o “Business Value”, na seção 1.6 do Guia. Aparentemente procurou seguir a ISO 21.500 citada acima. Faltaram mais definições e elucidações neste aspecto, tais como as responsabilidades e exemplos, porém considerei um avanço.

Vale frisar que as pessoas que estão se preparando para o exame de certificação PMP e CAPM não precisam ficar preocupados com as mudanças agora pois estas alterações só irão refletir no exame a partir de 2013, ainda sem data definida.

Vinícius Passos Silva

 

Referências:

http://clarifygp.wordpress.com/2012/06/05/a-certificacao-pmp-e-a-5a-edicao-do-guia-pmbok/

http://danielettinger.com/2012/10/07/novidades-da-5a-edicao-do-pmbok/

http://blog.mundopm.com.br/2012/06/04/o-que-vem-por-ai-no-guia-pmbok%C2%AE-5%C2%AA-edicao/

http://gerentedeprojeto.net.br/?p=2224

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Vinícius Passos Silva é Graduado em Sistemas de Informação com Pós Graduação em Gestão de Projetos e MBA de Gestão em Tecnologia da Informação. Possui 21 anos de atuação no mercado de Tecnologia da Informação tendo atuado em posições de liderança em empresas nacionais e multinacionais dos mais variados segmentos.

Vinicius Passos Silva

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes