Gestão de Pessoas

Ξ Deixe um comentário

Gestão de Pessoas – Liderança Contemporânea

publicado por Marcelo Oliveira

Gestão de Pessoas - Liderança ContemporâneaAtualmente a liderança exerce um papel fundamental no contexto empresarial. Ter lideranças preparadas é uma questão critica para sobrevivência das organizações.

O verdadeiro líder é aquele que inspira e que fornece a confiança. O líder é quem serve!

Servir, pra mim, é:

Mostrar o caminho além do horizonte: O líder é quem alinha o grupo em torno de uma visão, mostrando o caminho a ser percorrido e garantindo o comprometimento de todos para chegar lá.

Fornecer ferramentas e monitorar os trabalhos: O líder é responsável por acompanhar e cobrar as atividades de cada um. Assim, ele deve fornecer quaisquer ferramentas e/ou orientações pra que todos façam sua parte da melhor forma.

Inspirar pelo exemplo: O líder é como um ídolo, transparecendo confiança, direção, pulso firme, honestidade e que sabe como e o quê fazer.

Para manter-se líder é preciso continuar atendendo das expectativas dos liderados. Para isso, o gestor precisa desenvolver habilidades competências para atender a diferentes expectativas dos seus liderados e para administrar diferentes perfis fazendo com que a equipe trabalhe de forma harmônica e produtiva na organização.

Dê valor às opiniões alheias. A época dos tiranos já passou! Um líder que não aceita opiniões, ainda mais da sua equipe, não consegue criar harmonia no trabalho.

Ter uma boa relação com seus liderados te faz conhecer as necessidades e desejos deles, te ajudando a servi-los da melhor forma possível.

Um líder pode exercer a função de líder dosando o seu estilo. Em momentos precisa ser firme fixando as diretrizes. Em outro momento deve buscar a participação de todos e nesse estilo de liderança as diretrizes são debatidas e decididas em grupo e pelo grupo estimulado e acompanhado de longe pelo líder.

A depender do grau de assertividade e eficiência do colaborador, o líder pode impor e assumir diferentes padrões de liderança. Havendo um alto grau de assertividade o líder pode dar maior liberdade nas decisões. Havendo um baixo grau de assertividade nas tarefas, o líder deve impor maior autoridade pessoal e menor liberdade de trabalho. Deve se também levar em conta a relevância e emergência da realização da tarefa.

A depender do grau de maturidade baixa do grupo dos liderados, o líder deve especificar “O que”, “Porque”, “Onde”, “Quem”, “Quando” e “Como” devem ser executadas as atividades. Se o grupo apresentar um grau de maturidade alta, o líder deve comunicar delegar e apoiá-lo em seus esforços.

O estilo de liderança e seu comportamento afetam a boa relação com seus colaboradores. Para manter a motivação dos colaboradores, o líder precisa conhecer as expectativas dos profissionais procurando alinhar com as expectativas e os objetivos organizacionais da empresa.

O cuidado com o ambiente físico e psíquico faz com que as pessoas se sintam estimuladas para desenvolver o seu trabalho. As pessoas procuram um sentido, ser valorizadas, buscando oportunidade de crescimento, realização e desenvolvimento profissional. O gestor precisa desenvolver habilidades e competências para atender a diferentes expectativas dos seus liderados e para administrar diferentes perfis fazendo com que a equipe trabalhe motivada produzindo assim a retenção dos seus talentos na organização.

[Crédito da Imagem: Gestão de Pessoas – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Marcelo Oliveira, trabalha a mais de 15 anos na área de TI com larga experiência na implantação de Sistema ERP e sistema Workflow. Na diretoria comercial, teve a oportunidade de colocar em prática alguns conhecimentos e práticas em gerir projetos e liderar pessoas. Consultor Sênior e Team Líder de implantação de sistema, responsável pela implementação de novas tecnologias e metodologias de trabalho. Já participou de diversos projetos para empresas de médio e grande porte. É também auditor de sistema de informação, cumprindo com eficiência a intermediação entre a área de Negócio, Fiscal e Área Técnica. Pós - Graduação Gestão Empresarial - Senac - São Paulo. Bacharel - Estatística - Escola Superior de Estatística da Bahia –ESEB. E-mail : oliveiramr3@gmail.com LinkedIn : http://br.linkedin.com/in/oliveiramr Skype: oliveiramr Marcelo R. Oliveira Consultor de Negócios Sênior III & Analista de Negócios Sênior III- Dealernet

Marcelo Oliveira

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.