Big Data

Ξ Deixe um comentário

10 segundos

publicado por Rodrigo Thedim

Estar sempre antenado com os lançamentos em APPs e sites pelo mundo é uma tarefa muito, muito difícil de ser realizada de forma solitária.

Um aplicativo que caiu a poucos dias na minha mão foi indicado pelo meu filho. Na realidade ele estava usando e eu achei engraçado ele ter que ficar apertando a tela para ver a imagem. Ele riu (com aquele olhar típico de um adolescente que sente um pouco de pena dos mais velhos) e me apresentou ao SnapChat.

O aplicativo permite a troca de imagens e vídeos que só podem ser vistos por, no máximo, 10 segundos. Depois deste período, as imagens e vídeos “cessam de existir”: nem no seu aparelho eles poderão ser encontrados. O ícone do APP é um “fantasminha”. Faz sentido, né?!

Num mundo em que tudo é eternizado na internet, chega um aplicativo na contra mão. Nada é armazenado, nada pode ser copiado, nem capturado da tela (ou não deveria). A informação simplesmente é apagada. A única coisa que sobra é um aviso no APP de que seu amigo enviou algo para você naquela data e que você já viu.

Henri Cartier-Bresson, fotógrafo francês, dizia que a foto era resultado de um momento mágico, eternizado pela fotografia. Agora o momento não é mais eternizado. Quer dizer, é por 10 segundos, no máximo.  Meu mestre de 15 anos complementou: “Quero compartilhar este momento, neste momento. Depois não faz sentido”.

Esta contramão, se realmente tornar-se um fluxo relevante no rio da informação digital, pode subverter a ordem.  E, sinceramente, eu torço para que isso ocorra. Afinal, para que eternizar aquele comentário que você fez quando estava irritado? Ou aquela foto quando você não estava no melhor da sua capacidade cognitiva? Porque aquela piada, que fez todo o sentido mundo na hora do almoço, deve ser eternizada para todos os almoços do resto da sua vida?  Se isso pegar realmente, o “Big Data” está fadado a se tornar “Medium Data”.

Ferramentas para o Facebook incluirão deleção de posts após uma combinação entre tempo e alcance do post. Twitter acabará de vez. Instagram seriamente afetado, se não fechar pela ausência de conteúdo. Quase esqueci do G+, maldade minha…

A sorte está lançada. E corram porque em 10 segundos a corrente pode virar para outro lado.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Designer, com especialização em Design Digital, MBA em Marketing e uma pós-graduação em Estatística. Carreira desenvolvida nas áreas de Marketing e Tecnologia da Informação na indústria de serviços financeiros (seguros e birôs de informação) e um curioso nato. Atualmente responsável por Serviços ao Consumidor, na diretoria de Inovação e Sustentabilidade.

Rodrigo Thedim

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes