Posts by Tag: dicas»

Carreira

Você foi desligado, e agora?

Você foi desligado, e agora?

posted by Alessandra Thomazini

Estamos sujeitos 1, 2, ou 3 vezes a passar pela demissão. Alguns passam por este momento mais vezes. Os motivos são diversos e costumam ser situacionais.

Carreira

Orgulho de Ser Vendedor

Orgulho de Ser Vendedor

posted by Gustavo Netto

Cidade pequena da Zona da Mata Mineira, saudosa São João Nepomuceno, berço da família do meu pai, há mais ou menos 10 anos.

Cloud Computing

Por quê alguns projetos de Cloud Computing podem falhar

Por quê alguns projetos de Cloud Computing podem falhar

posted by Edvandro Santos

Cloud Computing oferece uma série de benefícios que fazem com que qualquer empresa tenha interesse em migrar para a nuvem. Assim como outras tecnologias, ela também está sujeita a riscos e pode, possivelmente, falhar. Veja alguns pontos a julgar importantes:

Ausência de monitoramento e gerenciamento da aplicaçãoDepois que tudo é migrado para a nuvem, é muito comum que desenvolvedores comecem a trabalhar imediatamente no código, já que não há necessidade em se preocupar com o ambiente. E de fato não precisam, mas continuar gerenciando e monitorando a aplicação se faz necessário para evitar o aumento do custo na operação e possivelmente, falha do projeto.
Ausência de pessoas sem as características chave para o projetoTodo projeto precisa de profissionais qualificados para garantir seu sucesso. Em se tratando de Cloud Computing ser um novo “hype”, a disponibilidade de profissionais habilitados e experientes é uma raridade. Isso impacta positivamente para a falha do projeto.
Ausência de padrão de contratos, serviços e garantiasHá muitas nuances relacionadas a performance, segurança, armazenamento e acesso quando falamos de um projeto na nuvem. Como não há padrões em SLA’s, isso impacta num mau entendimento do serviço e a perda de dinheiro quando as partes não são bem explicadas ao cliente.
Mau entendimento dos requisitos, dados legados e tecnologiaUm tópico auto-explicativo: Quando não conhecemos a necessidade do cliente, sua expectativa (e dinheiro) vão pelo ralo junto com o projeto. Isso não é diferente em Cloud Computing.
Adoção precoceHá um “hype” em Cloud Computing ao redor do mundo… Se isso não vai de encontro com a arquitetura, tecnologia e modelos de negócio da sua empresa, procure pensar bem nisso antes de migrar para a nuvem.

Carreira

Seres Inteligentes e Rio mais Vinte

Seres Inteligentes e Rio mais Vinte

posted by Davambe

“Coitado, morre uma semana depois da Rio + 20”, estava ele a ler notícias no jornal, sobre a sua morte. Não podia acreditar, afinal esse andava em outras veredas. Mas se lembrava de ter lutado para escapar de algo que o envolvia, tentou, mas não resistiu.

Morreu sufocado por uma sacola plástica que alguém havia deixado na praia. No desembarque dos jornais com notícias de sua morte via em câmera lenta, Sem muito entender, gente a se apossar dos exemplares dos jornais.

“Os inteligentes são assim: invadem as praias de final de semana, deixando para trás tudo quando é nada”, dizia Mariletine Duvier Picá, um cágado que também sucumbira em uma armadilha deixada por aqueles que eles chamavam de inteligentes.

“A quem podemos reclamar?”, perguntou Jarunalette Neto, enquanto seu corpo se decompunha, já tinha aceitado a separação dos elementos físicos, partia sem entusiasmo.

“Eles são culpados? Você é que não viu a sacola.” Dizia o colega de viagem.

“Eh, pode ser. Estava tão apressado a descer a orla para não ser visto…”

Carreira

O CIO morreu?

O CIO morreu?

posted by Paula Papis

Nesse nosso dia-a-dia do mercado de TI, estamos sempre às voltas com tipos de empresas, profissionais e negócios muito diferentes. Na minha trajetória profissional, tive o privilégio de assistir e interagir em diversas situações, tanto no Brasil como no exterior. Aproveito este espaço para partilhar essas experiências e , neste primeiro artigo, gostaria de apresentar uma inquietação pessoal…

O CIO morreu?

Eu acho que sim. Pelo menos, no termo puro da palavra. Em um passado recente, víamos os CIO´s envolvidos no dia-a-dia da operação, querendo receber alertas de paradas nos sistemas e discutindo o bits & bytes das soluções.

Pessoalmente, valorizo muito quando conheço um diretor de TI que já na primeira reunião dá um “banho” de conhecimento do negócio, das metas estratégicas da empresa e onde a TI se insere OBJETIVAMENTE para atingir isso e onde ele deve EFETIVAMENTE concentrar seus esforços.

Parece óbvio, mas não é… Não é todo gerente de TI que virá CIO e consegue fazer essa transição. E, do lado dos fornecedores, percebemos algumas características que um profissional pode reunir para fazer essa passagem com melhores resultados:

– Formar uma boa equipe: normalmente, um profissional de TI quer estar sempre atualizado com os lançamentos tecnológicos, usar um smartphone “mais velhinho” pega mal….Mas pergunte sobre relações humanas e políticas, se leu algo a respeito ao longo de sua carreira, que não seja auto-ajuda de gestão de pessoas…

– Aprender a delegar: em algumas ocasiões passo dias discutindo um projeto em um cliente e começo a perceber que o time da operação está desalinhado com o gestor ; o projeto vai tomando um rumo que não era o combinado inicialmente… Me lembro de ter lido em algum lugar: delegar não é abdicar. Monitorar o andamento é fundamental!

Direito & Tecnologia

Legalização de Software em Empresas Familiares

Legalização de Software em Empresas Familiares

posted by Alexander Pinheiro

Com foco em empresa de médio porte e “familiar”
Com objetivo de mostrar dificuldades encontradas pelo responsável da área de Tecnologia da Informação em realizar e manter os principais softwares utilizados em empresa de médio porte “familiar” legalizados, forte característica ainda em muitas regiões no Brasil vamos tipificar algumas objeções e descrever os principais riscos assumidos.

O fato de possuirmos leis que contemplam direitos autorais e legislação específica em TI muita claras tanto a nível nacional quanto internacional, não significa que todas as empresas possuem conhecimento delas, a falta de informação e a falta de profissionais qualificados de TI, principalmente a nível gerencial impossibilitam que este assunto seja difundido, planejado ou tão pouco discutido internamente nas camadas que decidem nessas organizações.

Veremos abaixo as tipificações dessas dificuldades assim como algumas consequências e riscos assumidos quando o licenciamento ou um controle básico de licenças não é realizado.

Tecnologia

Diáspora: Que saudade é essa que sinto?

Diáspora: Que saudade é essa que sinto?

posted by Davambe

“Para onde vai essa água, mãe?”, desde a terena idade ela fazia a pergunta apontando o mar, sempre que ia caminhar na orla da praia.

“Tira os chinelos, filha!”, ordenava sua mãe. Ela obedecia. Tirava os chinelos e colocava-os em seguida, dizia sentir a carícia da areia que penetrava entre seus dedos. Sentia-se desconfortável, chorava e voltava a apontar o dedinho.

“Essa água, para onde vai?”, insistia ela.

“Para ultramar, filha.”

“Ultramar!”

“Terra do vô e da vó”

“Eles estão em casa?”

Gestão de Processos

Indicadores de TI, você vive sem eles?

Indicadores de TI, você vive sem eles?

posted by Edson Palomares

Na nossa vida estamos tão acostumados com os indicadores que às vezes nem nos damos conta de quantos deles temos a nossa disposição.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.