Cloud Computing

Ξ Deixe um comentário

Sourcing na nuvem em relação ao outsourcing tradicional : 6 Diferenças

publicado por Alfredo Saad

Figura - Sourcing na nuvem em relação ao outsourcing tradicional : 6 DiferençasNo mundo cloud, a definição da estratégia de sourcing, assim como sua implementação, mostra características diversas em relação às observadas no caso do outsourcing tradicional.

O entendimento dessas diferenças e seu adequado tratamento são fatores determinantes para o sucesso da implantação da alternativa cloud na organização. Deve ser lembrado que as atividades de sourcing, dentre as quais se destacam a seleção do(s) provedor(es), a negociação do contrato e sua governança, se constituem num importante componente em tais implantações.

Discutiremos a seguir 6 características diferenciais da atividade de sourcing em ambos os casos, vistas abaixo:

  1. Escopo do Contrato
  2. Duração Contratual
  3. Mercado de Provedores
  4. Flexibilidade dos Termos e Condições Contratuais
  5. Foco da Ação de TI
  6. Mecanismos de Cobrança e Aferição de Qualidade

Cada uma destas características é detalhada em seguida para cada um dos casos:

  1. ESCOPO DO CONTRATO

Outsourcing Tradicional : Estático

  • Poucas alterações de escopo ao longo da vida do contrato
  • Cenário compatível com modelo de negócios make & sell
  • Ciclo de revisão de requisitos contratuais : longo (meses / anos)
  • Eventual necessidade de alteração gera renegociações contratuais complexas

Cloud : Dinâmico

  • Ditado pelos requisitos mutantes dos negócios do cliente, principalmente aplicações em dispositivos móveis do tipo
    • customer-facing
    • mobilidade do funcionário
  • Cenário compatível com modelo de negócios sense & respond
  • Ciclo de revisão de requisitos contratuais : curto (horas / dias / semanas)
  1. DURAÇÃO CONTRATUAL

Outsourcing Tradicional : Longa

  • Duração típica de 5 a 10 anos
  • Duração determinada pela depreciação dos assets dedicados ao cliente

Cloud : Curta

  • Duração típica de 1 a 2 anos
  • Períodos experimentais com projetos-piloto
  1. MERCADO DE PROVEDORES

Outsourcing Tradicional :  Pequeno número

  • Número restrito de provedores qualificados
  • Frequente adoção de um único provedor (sole sourcing)

Cloud : Grande número

  • Mercado fragmentado, imaturo, volátil e pouco transparente
  • Startups em muitos casos
    • Nichos especializados e inovadores
    • Riscos possíveis
      • Soluções não utilizando padrões abertos
      • Fusões e aquisições alterando estratégia do provedor
      • Falta de solidez financeira do provedor
    • Ênfase
      • Na definição de uma estratégia sólida de sourcing
      • Na gestão de múltiplos provedores, com foco na sua integração
      • Na compatibilidade entre serviços e aplicações dos diferentes provedores
  1. FLEXIBILIDADE DOS TERMOS E CONDIÇÕES CONTRATUAIS

Outsourcing Tradicional : Baixa

  • Alternativas definidas antecipadamente em contrato
  • Necessidade de flexibilização não prevista implica em renegociação complexa

Cloud : Alta

  • Provisão contratual para alterações ágeis
    • Nos serviços
    • Nos volumes
    • Nos recursos
    • No escopo
  1. FOCO DA AÇÃO DE TI

Outsourcing Tradicional : Redução de custos

  • Prioridade para a alocação eficiente dos recursos de TI

Cloud : Outcome para a corporação

  • Integração CIO – C-level da corporação visando
    • Minimizar time-to-market
    • Incrementar market-share
    • Atingir novos mercados
    • Maximizar receita e lucratividade / reduzir custos
    • Lançar produtos / serviços inovadores
  1. MECANISMOS DE COBRANÇA E AFERIÇÃO DE QUALIDADE

Outsourcing Tradicional : Baseados no perfil técnico dos recursos

  • Cobrança baseada no volume dos serviços consumidos
  • Mecanismos de aferição de qualidade associados a deliverables técnicos pré-definidos não relacionados diretamente às atividades negociais do contratante

Cloud : Baseados em mecanismos de risco & recompensa

  • Compartilhamento de riscos, levando a mecanismos inovadores
  • Empirismo, transparência e parceria nas relações cliente-provedor
  • Mecanismos de cobrança e aferição de qualidade associados a funções negociais críticas do contratante

[Crédito da Imagem: Outsourcing – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Alfredo Saad has been acting on IT area since 1970, taught more than 100 lectures in Brazil and abroad (USA, France, Portugal, Chile, Argentina & Uruguay). He has been acting on IT Strategic Outsourcing Services area since 1997. He negotiated and managed, as Varig's IT Technology Manager, the contract signed with IBM (1997-2004). In 2006 he published the book "IT Services Outsourcing" (Brasport Publishing House). He managed (2006-2009), as an IBM Project Executive, the South American section of Michelin's global outsourcing contract. Risk Manager of all IBM Strategic Outsourcing contracts in Brazil (2009-2014). From March 2014 on, he has been acting as an independent consultant, lecturer and writer on IT Outsourcing as the principal of his own company, Saad Consulting.

Alfredo Saad

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.