Desenvolvimento

Ξ Deixe um comentário

Criação de Software para Startups – Entrevistas e Design

publicado por André Almeida

Figura - Criação de Software para Startups – Entrevistas e DesignNesta Sexta etapa do Processo, inicia-se a criação e prototipagem, vamos falar sobre a Criação de Software para Startups –Entrevistas e Design

Design de UX

“A experiência do usuário abrange todos os aspectos da interação do usuário final com a empresa, seus serviços e seus produtos” (NIELSEN, NORMAN, 2015, Tradução livre)

Design de experiência é o design de qualquer coisa, independente do meio, ou através de meios de comunicação, com a experiência humana como um resultado explícito e engajamento humano como um objetivo explícito. ” (GARRET, 2002)

Ou seja, a aplicação de uma abordagem UX para pensar envolve prestar atenção aos de uma pessoa comportamentos, sentimentos e atitudes sobre um determinado produto, sistema ou serviço. O Profissional que atua com design de UX, portanto, concentra-se na construção do relacionamento entre as pessoas e os produtos, sistemas e serviços em que eles interagem ou irão interagir.

Os elementos da Experiência do Usuários podem ser melhores entendidos com o auxílio da figura a seguir:

Elementos da Experiencia do Usuário

Elementos da Experiencia do Usuário – The Elements of User Experience (Garret – 2000)

Design e Wireframe do aplicativo / Software

É uma técnica de abordagem relativamente recente nas empresas (Que não são da área de Design) e que também possui certa escassez de profissionais para aplicação. Atualmente a única instituição de ensino que fornece um curso de especialização na área no Brasil é a Universidade Positivo, com o curso de Design Centrado no Usuário, agora também disponível em São Paulo (ABIGRAF, 2015).

Dada esta dificuldade na existência de pessoal, recomenda-se a busca deste tipo de recurso humano ou consulta de algum especialista que possa fornecer serviços para estas técnicas, economizando no tempo e no formato de validação dos recursos a serem implantados.

Esta é a etapa principal na comunicação direta com os potenciais utilizadores do software. É neste momento que se tem a possibilidade de verificar reais necessidades e opiniões dentro de um possível produto a ser lançado. É importante também observar que essa validação da usabilidade do aplicativo é uma grande ferramenta que o profissional de Design e criação utiliza e aplica para evitar retrabalho e perda de tempo na programação. Todo processo ainda é parte de projeção e análise do que exatamente será desenvolvido, bastante diferente do formato clássico de desenvolvimento de muitas empresas e criadores de projetos, no qual antes é feito o aplicativo e depois verificado com os utilizadores como ele será utilizado.

Testes de usabilidade do aplicativo e entrevista com usuários

“Antes de botar a mão na massa usando o Flash, o Axure ou o Dreamweaver, devemos descobrir o que o público alvo pensa, o que ele quer e como ele age, aplicando técnicas de pesquisa como grupos de foco, questionários, card sorting ou testes de usabilidade.” (AGNER, 2012)

Inicialmente é uma atividade de responsabilidade do profissional de Criação / Design mas que pode ser executada por qualquer integrante da equipe a partir suas orientações pois ele conhece as ferramentas corretas para estabelecer as melhores rotinas de testes e avaliar os comportamentos dos usuários.

Estes testes são direcionados de forma a entender como que provavelmente o usuário irá se comportar na operação de um aplicativo. Ainda não existe nada pronto nesta etapa por isso os levantamentos são importantes de serem feitos para que então os modelos de usabilidade possam ser criados (Wireframes).

Deve-se então criar um roteiro para a entrevista com os utilizadores, estes podem ser voluntários ou pagos para participarem deste processo.

Um recurso útil é a efetuar a gravação em vídeo destas entrevistas, por exemplo, na tela onde está atuando para poder analisar posteriormente as reações das pessoas sobre o que elas estão interagindo.

Se faz necessário também deixar claro que o que está sendo testado é o Produto / Aplicativo e não o usuário.

A Grande vantagem desta etapa está no fato de possibilitar a obtenção do fluxo de usabilidade de um aplicativo antes mesmo dele existir. Com a utilização de ferramentas de criação pelo profissional de Design é possível montar layouts de como serão os programas, mas sem funcionalidades sendo executadas, que possibilitam entender o comportamento do usuário na operação e uso da aplicação.

Os usuários selecionados passam pelos testes de uso da aplicação e no final devem ser convidados a deixarem suas opiniões, se acreditariam ser necessária alguma modificação ou adição de recursos e também a aceitação do modelo testado.

Muito importante nesta parte final do processo de testes é a absorção de opiniões reais de possíveis utilizadores do produto mediante análises críticas (se possível com todo o grupo todo do projeto) sobre os dados recolhidos.

Entendemos então que, mesmo após a validação do plano de negócios, da viabilidade do projeto e da concordância de todos os envolvidos, é nesta etapa após a verificação com o público que é percebido quanto as definições ainda podem ser alteradas ou complementadas.

Esta Entrevista com Público Alvo está diretamente ligada a comunicação e interação, deve ser externa ao ambiente de uma equipe ou empresa, mas muito dentro do contexto de que na criação de um software ou aplicação, seguindo um roteiro direcionado a explorar o comportamento das pessoas durante a utilização da aplicação e então validar, ou não, recursos de usabilidade do mesmo.

Espero poder ter ajudado a compreender melhor como é esta etapa e quão importante ela é para que evite retrabalho no desenvolvimento e já se obtenha um modelo pratico do aplicativo a ser criado.

Até a próxima.

[Crédito da Imagem: Criação de Software – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

André Luiz de Almeida. Atua a mais de 10 anos na área de tecnologia e Consultoria. Empreendedor, sonhador, leitor, estudante, amante das descobertas da vida.(Profissionais e pessoais) Iniciou muito cedo como curioso e com muita leitura sobre computadores e tecnologias do início dos anos 2000. Acredita que mesmo atualmente deve-se ler muito também. Formado em Sistemas de Informação (2011) e Pós-Graduado em Gerência de Projetos (2014). O Pensamento é de que podemos chegar mais longe trabalhando todos juntos por objetivos Iguais, em Colaboração e divisão de atividades. Nunca pára de estudar. A tecnologia e facilidades da internet e MOOCS possibilitam as pessoas estarem sempre atualizadas e aprendendo novas coisas. Hobbies: Viajar, Ciclismo, Motociclismo e Automobilismo. Contate no LinkedIn: http://bit.ly/andrepmgr

André Almeida

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes