Posts by Tag: projeto»

Segurança da Informação

Controles de segurança da informação para a empresa pública

Controles de segurança da informação para a empresa pública

posted by Diogo Guimarães

Segurança da informação para a empresa pública: Qualquer medida de Segurança da Informação, por mais eficaz que seja não será capaz de eliminar totalmente todos os riscos, ameaças ou vulnerabilidades a que um sistema está exposto (ou declarar um sistema como totalmente seguro!).

TI Corporativa

A Tecnologia da Informação e Projetos de Sustentabilidade

A Tecnologia da Informação e Projetos de Sustentabilidade

posted by Roni Martins

É extremamente positivo, e, também um grande sinal de Despertar de Consciência Ambiental e Social, o fato de investidores, empresários, executivos e dos diferentes profissionais que pensam e/ou executam projetos em todo o mundo, que a cada ano esteja se ampliando esta preocupação com o desenvolvimento sustentável, desenvolvimento que visa atender necessidades atuais sem comprometer a possibilidade de gerações futuras atenderem às suas próprias necessidades (Wikipédia), prevendo a integração entre economia, sociedade e meio ambiente e, portanto, considerando nos seus projetos o atendimento das necessidades de todas as partes interessadas, ou seja, fazer acontecer, mas garantindo o cuidado com as pessoas ,o cuidado com o planeta, da mesma forma com que cuidamos da nossa casa, e cuidados com todos os demais seres vivos, isto independentemente da área de conhecimento que estejamos a atuar e/ou da área de negócios que a empresa esteja operando.

Gerência de Projetos

Lei de Gerson

Lei de Gerson

posted by Melissa Adimari

Qualquer projeto precisa de um tempo de conhecimento, maturação, desenvolvimento e suporte após sua implantação.

Gerência de Projetos

Improvisar ou Planejar?

Improvisar ou Planejar?

posted by Rubens Junior

Vou confessar que por diversas vezes em minhas reuniões, sempre planejei para realizar uma negociação.

Carreira

Eleições e projetos. Desafios da sociedade.

Eleições e projetos. Desafios da sociedade.

posted by Mauricio Veneroso

Parece que não há relação entre as eleições e os projetos, mas analisando-os, percebe-se que são praticamente a mesma coisa.

Cloud Computing

Virtualização, realidade e não novidade

Virtualização, realidade e não novidade

posted by Daniel Riccetto

Virtualização é um assunto que ronda o mundo de TI há alguns anos. Para alguns ainda soa como novidade, mas já virou realidade para a grande maioria das empresas. Estudantes, profissionais da área, gestores, todos ficam encantados quando escutam falar de tal tecnologia. Virtualização de Desktops, aplicativos, servidores e mais recentemente até os Appliances de rede entraram na onda.

Podemos definir virtualização com um conjunto de soluções, sejam sistemas operacionais ou aplicativos, que simulam um ambiente real, ou seja, sem a necessidade de o usuário final ou profissional de TI possuir acesso ao equipamento físico.

Diversas soluções estão disponíveis atualmente no mercado. A Vmware é um nome forte quando falamos de virtualização de servidores, ou criação de máquinas virtuais (equipamentos virtuais com sistemas operacionais de Desktop ou servidor instalados e que são executados ao mesmo tempo em um único equipamento físico), é comum inclusive que as pessoas confundam e acabem utilizando o termo criar uma “vmware” ao invés de vm (Virtual Machine) ou simplesmente máquina virtual. A Citrix ao longo dos anos fez o seu nome baseado no antigo Metaframe, hoje XenApp, o qual é responsável por centralizar todos os aplicativos no Datacenter e entregá-los através da Web. A Cisco também entrou de vez neste mercado com a criação de Appliances/Caixas virtuais de rede como o Nexus que podem ser importados dentro de um ambiente virtual como o Vmware vSphere, essas caixas nada mais são do que máquinas virtuais executando sistemas operacionais presentes em Switches e demais equipamentos de rede.

Gerência de Projetos

O cliente tem sempre razão…

O cliente tem sempre razão…

posted by Giovane Martins

Quantas vezes já ouvimos essa frase não é mesmo? Inclusive já esperamos por ela quando é apresentado um erro ou algo parecido pelo cliente.

Gerência de Projetos

Papéis Irresponsabilidades

Papéis Irresponsabilidades

posted by Mauricio Veneroso

Claro que o correto é “Papéis e Responsabilidades” mas nesse caso fiz questão de escrever Irresponsabilidades porque é um erro muito comum nos desenvolvimentos de projetos.

E olha que não estamos falando de erros gramaticais!

As necessidades de negócio da empresa e consequentemente as demandas de projetos para a TI, na grande maioria dos casos, impacta um grande número de áreas e não só a área do demandante.

Algumas áreas de Tecnologia da Informação pecam, por mais irônico que possa parecer, achando que quem deve definir papeis e responsabilidades para a nova realidade demandada é o próprio demandante e isso acarreta em diversos problemas não só para a TI mas também para todas as áreas envolvidas e impactadas.

Mas quase sempre a TI é responsabilizada simplesmente porque é ela que implementa as mudanças.

A falta da definição clara de papéis e responsabilidades cria um problema para a própria TI e esse é um dos grandes desafios denominados “culturais” quando se implementa alguma modificação tecnológica ou sistêmica numa empresa.

Desenvolvimento

O tempo é relativo

O tempo é relativo

posted by Francisco Benedicto de Cerqueira Junior

Acho que quando uma pessoa se torna um cliente de consultoria de desenvolvimento de software a percepção de tempo dela muda brutalmente. Na verdade eles passam a viver num universo paralelo. No universo A, onde os desenvolvedores criam sistemas, o tempo passa devagar e no universo B onde fica a empresa do cliente, o tempo passa rápido – na proporção de 2/1 ou mais se comparado com o tranqüilo universo A. Esta é a minha conclusão depois de anos trabalhando como consultor.

Por exemplo: Submeta para aprovação do cliente um cronograma, projeto, orçamento de horas ou seja lá qual for o nome que você dá para aquele documento com prazos para o desenvolvimento de um sistema. Clientes em universos paralelos podem questionar você que 16 horas é muito tempo para a criação de uma feature qualquer, ainda que ela seja complexa. Diz que é possível fazer em 8 horas tranquilamente. Vejam, 16/8, é a tal proporção 2/1 que citei. Clientes em universos paralelos mais velozes podem sugerir que o tempo caia de 16 horas para 4 horas, afinal é só uma tela. Ou seja, este universo tem uma proporção de tempo de 4/1 se comparado com o universo normal, onde nós desenvolvedores mortais vivemos. É um universo Speed Racer.

Gerência de Projetos

O dilema do status report

O dilema do status report

posted by Julio Pereira

Não basta um projeto estar em dia, é necessário ser capaz de comprovar este fato – apesar de parecer um tanto agressiva, é impossível não concordar com esta afirmação.

botão emergência ransomware (1)

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.