Carreira

Ξ 1 comentário

Processos Seletivos e Formações de Times Deficientes

publicado por Leonardo Matarazzo

Atualmente as empresas possuem processos seletivos deficientes. A maioria dos processos seletivos visa buscar um funcionário que possui inúmeras qualificações, graduações e idiomas, porém não se atentam às reais necessidades que o exercício daquela função necessita. Isso ocorre com uma frequência muito maior na área de Tecnologia.

É de fundamental importância que o departamento de Recursos Humanos conduza o processo seletivo na área de TI, porém para avaliar aspectos psicológicos, familiares, sociais, entre outros. A parte técnica do processo seletivo deve ser conduzida por um profissional da área de tecnologia.

É muito comum que um excelente profissional de tecnologia adequado ao extremo para o cargo seja desclassificado por uma pessoa do departamento de Recursos Humanos que não entende exatamente as características técnicas que o profissional deverá exercer na função.

A falta de retorno aos profissionais de tecnologia que participam dos processos seletivos também ocorre com alta frequência. Isso pode ser considerado uma falta de respeito com os profissionais que muitas vezes ficam aguardando uma resposta positiva ou negativa em relação ao processo.

O trabalho em conjunto entre a área técnica e Recursos Humanos é fundamental para que um processo seletivo seja conduzido de forma adequada e o candidato ideal seja selecionado.

Outro fator que chama atenção é a quantidade de vagas canceladas que ocorrem durante os processos seletivos. O candidato participa de diversas fases do processo e quando está aguardando uma resposta positiva ou negativa da empresa, recebe a informação que a vaga infelizmente foi cancelada. Isso ocorre devido à falta de preparo e planejamento de muitos profissionais que ocupam cargos de gestão dentro das empresas nacionais e multinacionais.

Deixando um pouco o processo seletivo de lado e falando um pouco sobre a formação de times, temos aqui um ponto de atenção que é muito comum em empresas de todos os portes. Muitos profissionais que ocupam cargos de gestão não estão preparados para ter profissionais mais qualificados que ele próprio em seu departamento. Aí ocorre o primeiro erro na formação de times. Na verdade, um gestor deste nível, está simplesmente montando uma equipe sem vontade própria, reativa e imatura.

Conheço profissionais que para conseguirem participar de um processo seletivo tiveram que retirar qualificações do CV para que pudessem ser selecionados. Isso é ruim, pois perde-se a capacidade de negociação de valores durante o processo seletivo.

Um formador de times e líderes sempre busca no mercado profissionais que sejam extremamente qualificados para o cargo e sempre preparam um profissional de sua equipe para serem seu backup, afinal de contas este gestor precisa tirar férias, licenças e precisa de alguém tão ou mais capacitado que ele ocupando interinamente seu cargo.

Conheci diversos executivos de primeira linha que jamais deixaram seus cargos, seja por motivos de férias ou por motivos de desligamento da empresa, sem um profissional indicado para seu cargo que na maioria das vezes era mais qualificado que ele próprio. O gestor que faz isso deve ser considerado o verdadeiro líder e formador de times. Gestores deste nível sempre conseguem atingir excelentes resultados.

Por outro lado, temos gestores inseguros e não capacitados para os cargos que ocupam. Muitas vezes chegaram até estes cargos através das famosas indicações e não pela competência. Estes gestores raramente selecionam um bom profissional durante o processo seletivo, afinal de contas, ele é inseguro em relação ao cargo que ocupa e a grande maioria destes gestores não consegue ter uma boa conversa com seu time, afinal de contas, nem ele mesmo entende direito o que faz seu departamento.

O mercado tem mudado bastante e profissionais que pensam como verdadeiros líderes estão conseguindo ocupar cargos de gestão e mudando esta infeliz realidade que não ocorre somente na área de TI. Cresça Brasil!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou graduado em Gestão de TI e atuo na área de tecnologia da informação há 15 anos, especificamente na área de infraestrutura de TI e Telecom gerenciando times e projetos. Incentivo e participo da comunidade Open Source e sou a favor do trabalho Home-Office para profissionais de TI. Certificações Profissionais: •ITIL V3 Foundation •Oracle 11i Applications Database Administrator Certified Professional •Oracle Certified Professional (OCP 11g) •Oracle Certified Professional (OCP 10g) •Oracle Certified Professional (OCP 9i) •IBM Certified Database Administrator (DB2 UDB 8.1) •Microsoft Certified Technology Specialist: SQL Server 2005 •Microsoft Certified IT Professional: Database Administrator •Microsoft Certified Professional (MCSA,MCSA+M,MCDBA, MCSE, MCT) •Oracle Database 10g: Administering Real Applications Clusters Certified Expert •Instrutor Homologado Oracle e Microsoft Meus Contatos: leonardo.matarazzo@itlearning.com.br www.itlearning.com.br

Leonardo Matarazzo

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes