Gerência de Projetos

Ξ 2 comentários

Desenvolvimento ágil não faz mágica, mas ajuda muito!

publicado por Fernando A. Valente

agile developmentSempre escutamos falar que trabalhar com desenvolvimento ágil é maravilhoso, que melhora a produtividade da sua equipe, motiva os envolvidos no projeto etc. Mas, quando sua equipe ou empresa não estão preparadas para trabalhar de forma ágil? Essa é uma questão bem complicada e que precisa de muita atenção.

Antes de mais nada, é importante saber que o desenvolvimento ágil não faz mágica nem milagres, ele apenas tem o objetivo de minimizar gastos, riscos e erros. Nos últimos anos o agile virou moda e todos querem aplicar! Comparo essa situação como a febre do ioiô da Coca nos anos 80, você lembra? Era bonito, legal, todo mundo queria mas pouca gente sabia fazer coisas legais com ele e por isso ele sempre acabava largado e sem utilidade. Outro grande problema que encontrei com a popularização do desenvolvimento ágil foi o fato de muita gente acreditar que agora era só usar nomes bonitos, escrever um monte de coisas em papeis coloridos e esperar que tudo saia elegantemente perfeito, mas precisamos saber que usar uma metodologia ágil vai muito além do simples querer.

Minha primeira experiência com desenvolvimento ágil foi bem traumática. Na época eu estava na posição de coordenador de desenvolvimento de uma pequena equipe de 5 desenvolvedores. Após estudar, aprender, convencer o chefe e viabilizar a possibilidade de implantar o Scrum em nosso dia-a-dia, me deparei com o primeiro problema. Ninguém, nem eu, da minha equipe tinha trabalhado com desenvolvimento ágil antes e essa seria uma grande barreira a ser quebrada, mesmo assim achei que seria a hora de engatar a primeira marcha e pisar fundo.

Porém, vieram outras bairreiras a serem quebradas e com elas a dúvida se eu deveria  jogar tudo para o alto ou encontrar uma nova abordagem e tentar novamente. Eu escolhi a segunda opção e, com base nela, separei algumas dicas importantes para você não desistir.

1) Vai dar errado

A primeira coisa que tenho para dizer é… Não importa o quão preparado e motivado você está, vai dar errado! Não vai ser na primeira vez que você vai tentar e vai funcionar tudo as 1000 maravilhas, mas dar errado é fundamental para você identificar as falhas da sua equipe.

2) Equipe despreparada

A segunda dica é, prepare sua equipe! Essa dica parece óbvia, mas tem muita gente por ai resolvendo aplicar uma técnica de desenvolvimento ágil sem antes saber o que cada um da equipe sabe ou pensa sobre o assunto.

3) Transparência

Todos os envolvidos devem saber o que está acontecendo, tanto quem está acima de você quanto a sua equipe. É muito importante que todo mundo saiba cada pequeno passo que o projeto está dando.

4) Inspeção

Com a transparência você será capaz de inspecionar o processo e, como dito no item 1, identificar os erros e corrigir para o próximo sprint ou projeto.

5) Adaptação

Com a transparência é possível inspecionar e com a inspeção será possível adaptar, corrigir e nortear sua equipe.

Essas são pequenas dicas que podem fazer a diferença, mas não garantes o sucesso. O mais importante é não desistir na primeira dificuldade.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Atuante na área de desenvolvimento web desde 2007 prestando serviços para corporações da área da saúde, educação, tecnologia e pesquisa, jornalismo e entretenimento. Além de apaixonado pelo que faz, é aficionado por Python e tecnologia. Membro da Python Software Foundation, Python Brasil e Doador do Django Project.

Fernando A. Valente

Comentários

You must be logged in to post a comment.

botão emergência ransomware (1)

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.