Cloud Computing

Ξ Deixe um comentário

Com que Cloud eu vou?

publicado por Renato Medina

Com que Cloud eu vou?Alguns dias atrás eu estava conversando com meu amigo @yourwebmaker sobre ter as nossas aplicações e sites na nuvem. A partir dessa conversa levantamos alguns pontos que eu gostaria de compartilhar com todos vocês.

Ainda, eu gostaria de dizer que este artigo expressa minha opinião e experiência que, não necessariamente, atenderá da mesma forma a necessidade de cada um.

O que é computação em nuvem?

Se você esta careca de saber, por favor, passe para o próximo tópico. Caso contrário, abaixo há uma das minhas explicações favoritos, que eu extraí da InfoWorld:

“Esse tipo de computação em nuvem oferece um único aplicativo através do navegador para milhares de clientes que utilizam a arquitetura ‘multitenant’, isso significa que nenhum investimento inicial em servidores ou licenças de software; . No lado do provedor, com apenas um aplicativo para manter, os custos são baixos quando comparados à hospedagem convencionais. “

Você também pode dar uma olhada em como funciona a computação em nuvem  ou na Wikipedia.

Por que mudar para a nuvem?

Eu trabalhei por anos com hospedagem convencionais, desde compra de serviços de hospedagem  até sub-revendas  para os meus clientes. O que nunca fez me senti muito satisfeito, uma vez que nos momentos que eu precisava de atualizações de software, bases de dados adicionais ou qualquer outro tipo de personalização que nunca consegui ser atendido . E é claro, não porque eles não querem prestar o serviço, mas tendo a mesma máquina compartilhada com outras centenas de clientes uma atualização de software para um seria o pesadelo de outros muitos.

india_overload

Provedores de hospedagem juram que nunca iria sobrecarregar suas máquinas. Claro que não.

Frustração após frustração , tornou-se claro para mim que era hora de mudar para algo mais “dedicado”, com algum amor extra.

Minha experiência em nuvem

Eu decidi mudar para a nuvem no começo de 2012, depois de ter flertado com a idéia por alguns bons meses. Eu também estava morando no Brasil e obter alguma coisa em terras brazucas, com o suporte em Português, seria mais conveniente . No entanto, esta “conveniência” teria custo e bem alto.

Até então, os preços de hospedagem brasileiros eram seis, sete, oito vezes ou mais caros do que a maioria dos internacionais. Além disso, não havia muitas pessoas que testemunhando em favor dessas empresas. E por favor, aqui não estou dizendo que eles têm serviços ruins ou qualquer coisa do tipo, mas era claro se esse tipo de serviço estava apenas começo. Tenho certeza que a maioria deles atendem com  alta qualidade, mas novamente, o preço continuava não  tão atraente.

Uma voltinha com a Amazon

Quando eu comecei a analisar a Amazon AWS, que era o mais ‘famoso’ no momento , tudo parecia tranquilo , muito estável e fácil de utilizar . Os preços em dólar poderiam ser um problema se as coisas ficassem fora de controle.

Amazon solicita um cartão de crédito internacional para se cadastrar nos seus serviços . E os meus medos eram principalmente :

E se eu definir algo errado e ao lado do faturamento vem com um total de EUA $ 500,00 ? Ou até mais?

Em relação ao primeiro, a Amazon oferece um serviço chamado free tier, o que é uma máquina de configuração básica que você pode usar um ano de graça para testar o serviço. Eu comecei a partir daí , criei um Ubuntu 12.04 básico , 8 GB de HD, 1 GB de memória e um IP válido. A única coisa que eu paguei foi  US$ 0,55  por mês para o meu Router 53, que é um serviço de  DNS.

Uma vez que o plano de nível gratuito terminou eu comecei a pagar com um cliente comum, o valor flutou em torno de US$ 20,00 mensais, o que ainda esta muito bom.

Eu tenho planos no momento para migrar o meu banco de dados para fora da minha instância EC2 e colocá-lo em uma RDS , que custa cerca de EUA $ 0,50 mensais por cada 10 GB usado.

E se o meu servidor não é a segurança suficiente? Se qualquer ataque acontece?

Ataques, vamos ser honestos , Internet nunca foi um lugar seguro para se viver. Amazônia tem firewalls, chaves privadas, autenticação multi-fator e assim por diante . Lista completa aqui.

No final do dia, cabe a você fechar as portas de host , não perca suas chaves públicas / privadas e criar senhas fortes.

Se eu precisar de alguém para pedir apoio , como é que funciona?

Suporte. Bem,  ai você está sozinho. A menos que você seja um grande cliente deles, corra para o fórum. Mas quer mesmo saber? Eu duvido que você vá precisar deles na maioria dos casos. A máquina é sua, qualquer problema relacionado, você deveria ser capaz de resolver.

Agora o seu caso

Como eu disse ao meu amigo, se você passou a vida inteira utilizando apenas hospedagem convencional, mover para a nuvem pode ser um pouco diferente. E com isso quero dizer , você tem que cuidar de tudo relacionado a sua máquina: de rede, aplicativos , atualizações de software, quais portas estão abertas ou não, espaço utilizado , especificações da máquina e a lista é infinita. Portanto, quando algo parar de funcionar, não haverá  ninguém além de você para resolver.

Embora isso pareça um pouco complicado, muitas dessas tarefas que você vai fazer apenas uma vez, depois disso apenas manter-se alerta para ter certeza que está tudo bem .

Preços também pode ser um pouco confuso. Hospedagem cloud hosting podem ter preços fixos ou de pay-per-use. Neste caso procure pelas tabelas de preços ou calculadoras para ajudá-lo a obter o melhor valor para suas necessidades.

Aqui eu mostrei meu caso usando o Amazon Web Services , no entanto, existem muitas outras empresas impressionantes por ai que oferecem o mesmo ou até melhores serviços.

Too-many-choices

Com muitas opções vem também muitas dúvidas.

Sinta-se à vontade para usar o que o deixa mais confortável. Meu ponto aqui não é nada alem de tentar  lhe apontar lugares mais verdes além das montanhas.

Se você tem experiência com outro tipo de hospedagem nas nuvem, por favor, deixe um comentário abaixo .

Happy Coding!

Post original em http://blog.mdnsolutions.com/index.php/cloud-hosting-dont-be-afraid/.

Referências

http://www.infoworld.com/d/cloud-computing/what-cloud-computing-really-means-031
http://en.wikipedia.org/wiki/Cloud_computing
http://aws.amazon.com/route53/
http://aws.amazon.com/ec2/
http://aws.amazon.com/rds/
https://aws.amazon.com/security/

[Crédito da Imagem: Computação em Nuvem – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Renato Medina é certificado MySQL CMDEV/CMDBA e Magento Developer. Trabalha como PHP e MySQL há mais de 7 anos. Já desenvolveu vários softwares para empresas dos mais diversos ramos. Hoje vive em Melbourne, Australia. Mantém o blog http://blog.mdnsolutions.com onde fala sobre desenvolvimento, PHP, frameworks, MySQL entre outros assuntos relacionados.

Renato Medina

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.