Posts by Tag: IBM»

Inteligência Artificial

Watson e a era da Computação Cognitiva

Watson e a era da Computação Cognitiva

posted by Flávio Mendes

A IBM criou uma divisão para trabalhar com o Watson, a Watson Group, com 2 mil funcionários e anunciou investimentos de mais de US$1 Bilhão no projeto.

Inteligência Artificial

A nova era da computação: Sistemas Cognitivos

A nova era da computação: Sistemas Cognitivos

posted by Aline Rodrigheri Ioste

Sistemas Cognitivos: Uma nova era da computação onde os sistemas serão capazes de “aprender” e “raciocinar” mudando o modo que vivemos em sociedade.

Gestão de Conhecimento

Afinal, o que é Conhecimento Coletivo?

Afinal, o que é Conhecimento Coletivo?

posted by Flávio Mendes

Enorme capacidade de compartilhar conhecimento com outros colegas criando o Conhecimento Coletivo, este sim, um dos principais patrimônios de uma empresa.

Tecnologia

Processamento de Dados – A Evolução – Parte II

Processamento de Dados – A Evolução – Parte II

posted by Wilson Laia

A tecnologia RISC (Reduced Instruction Set Computing) foi desenvolvida pela IBM nos anos 70 e o primeiro chip surgiu em 1980. Sua proposta baseou-se em um conjunto reduzido de instruções, sendo definidas apenas as mais frequentemente utilizadas e se evitando o uso de microcódigos. As instruções também seriam simplificadas, trabalhando com apenas um operando. A arquitetura RISC foi tratada de modo abrangente e agressivo no final da década de 80.

Banco de Dados

Big Data para as corporações

Big Data para as corporações

posted by Hélio Silva

Enquanto as águas de março afogam o verão, faço aqui um breve resumo deste agitado mês de fevereiro para o mundo novo do Big Data.

Na primeira semana do mês acompanhei o Summer School on Big Data que deu um panorama nas competências necessárias para entrar no mercado. O curso foi realizado na UFRJ em uma parceria entre a EMC e a Universidade.

Tecnologia

Sobre futuro e inovação

Sobre futuro e inovação

posted by Cezar Taurion

Constantemente apresento palestras sobre inovação e uma das perguntas que sempre ouço é “como a IBM planeja o futuro?”. Uma boa pergunta e vamos compartilhar um pouco destas ações de planejamento aqui neste post. Quando a IBM completou 100 anos, em meados do ano passado, a revista Economist publicou um artigo muito interessante chamado “The test of time: Which of today’s technology giants might still be standing tall a century after their founding?”. Este outro artigo, “1100100 and counting”, complementa o primeiro. A leitura dos dois textos nos dá uma visão bem interessante de como uma empresa sobrevive 100 anos se mantendo no topo de um setor extremamente competitivo como o de TI. O segredo é não depender de um produto, mas atuar em torno de uma ideia, que para IBM é empacotar tecnologias para gerar soluções para os clientes.

No cerne da ideia está a inovação. É absolutamente essencial ter uma visão da direção dos avanços tecnológicos e da demanda do mercado, de modo a se antecipar aos movimentos deste. Para isso, a IBM desenvolve e incentiva diversas ações focadas nas transformações da tecnologia, sociedade e cenários de negócio.

Em tecnologia a IBM desenvolve anualmente o GTO (Global Technology Outlook), envolvendo onze laboratórios em nove países. O objetivo do GTO é identificar tendências e tecnologias disruptivas de alto impacto na sociedade e nas empresas em um horizonte de três a dez anos. É um processo que leva cerca de um ano e envolve profissionais das áreas de negócio, que estão envolvidos diretamente com as verticais de indústria e seus principais clientes, a própria área de pesquisas, além da academia e parceiros de negócios. Claro que um dos principais inputs vem da área de pesquisa, a IBM Research. Um resumo do GTO para 2012 está aqui.

Outra fonte de insights é o GIO ou Global Innovation Outlook, que gera uma visão mais abrangente das mudanças que tem o potencial de afetar a sociedade e as empresas de forma bem ampla. O GIO pode ser acessado aqui. O último e bem interessante relatório produzido pelo GIO aborda a questão da segurança e privacidade no mundo digital. Vale a pena a leitura.

Outra fonte de ideias e direcionamentos é a IBM Academy of Technoloy que atua no desenvolvimento da comunidade técnica da empresa, engajando clientes neste contexto.

O processo de inovação colaborativa é amplamente incentivado e uma das mais conhecidas iniciativas da IBM foi o Innovation Jam em 2006. Desde então diversos jams ou brain-storms virtuais foram desenvolvidos. Para conhecer melhor a mecânica dos jams sugiro acessar a página Collaboration Jam.

Mercado

“O que do amanhã já se pode saber hoje”

“O que do amanhã já se pode saber hoje”

posted by Fábio Gandour

Desvendar o futuro é um desafio que afronta e instiga o homem desde sempre ! Tanto que já foram criadas várias formas de se tentar adivinhar o que acontecerá amanhã. A mais antiga que se tem notícia é a pitonisa de Delfos, que manteve um promissor e respeitável negócio até cerca de 400 D.C. Como mostra a ilustração do pintor John Collier, de 1891, “dona” Pítia ficava sentadinha em um banco, inalando os vapores que saiam de uma fenda no solo, em Delfos, na Grécia. E aí, depois que a mocinha já tinha entrando numa “viagem” daquelas, começava a falar coisas sobre o futuro. E a galera levava as profecias da moça muito a sério ! Hoje, sabe-se que os vapores de metano e etileno que saiam do buraco era o que deixava a moça ligadona e “inspirada” a falar sobre o futuro. E olha que muita gente boa, tipo Platão e Aristóteles, acreditava no que ela dizia !

Dona Pítia gozava de prestígio político e religioso na sociedade da época e tinha o status de sacerdotisa.

De lá para cá, algumas coisas mudaram mas outras continuam bem iguais. Como e evolução da ciência mostrou que inalar estes vapores químicos pode não ser lá muito bom para os pulmões, eles foram substituidos por bolas de cristal, jogos de búzios e carta de tarô. Mas a previsão do futuro continua instigando o homem.

Oracle

Oracle Exadata: Agilidade à toda prova!

Oracle Exadata: Agilidade à toda prova!

posted by Roberto Queiróz

Com capacidade para processar milhões de transações por segundo, independente do número de usuários conectados ou processos simultâneos, o Oracle Exatada é a investida da Oracle Corporation para abocanhar um nicho de mercado que até bem pouco tempo atrás era restrito da IBM e HP.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.