Carreira

Ξ 1 comentário

Somos todos Gerentes de Projetos

publicado por Fernando Sampaio, PMP

Figura - Somos todos Gerentes de ProjetosEstudando para certificar-me PMP passei a entender de forma teórica muito daquilo que eu já fazia na prática; e descobri muitas outras que não estavam combinados com o PMBOK. Aproveitando-me de alguns destes momentos de estudo em que a mente esta liberta para pensar e imaginar o que é realizável e praticável, ou não, com a gerência de projetos, me dei conta que durante toda a nossa vida, ou pelo menos desde que “crescemos” à vida, somos e seremos infindáveis Gerentes de Projetos.

Buscamos incansavelmente alcançar nossas metas e propósitos e que tem como objetivo principal a melhora de nossa vida e de nossa família, e você há de concordar que o verdadeiro propósito de um Projeto é sempre uma melhoria; eu pelo menos nunca vi um projeto que tivesse como meta “piorar” um serviço ou produto. Quando estamos em busca de uma oportunidade de carreira, um casamento, pós-graduação, trocar ou comprar um novo carro e até mesmo ter um filho, imperceptivelmente (ou não) é sempre um projeto e você irá conduzi-lo como o deveria.

Tomemos como exemplo uma gravidez, sem a necessidade de entrar no mérito se a mesma foi desejada ou não, isto acaba se tornando o “Projeto Gravidez”, que tem como objetivo receber o mais novo membro da família; não está convencido? Veja o exemplo abaixo; mas se você entende que uma gravidez é um projeto, parabéns você é um GP e não seria preciso continuar lendo este artigo:

Você será pai do seu primeiro filho. O exame de sangue com resultado positivo confirma a gravidez de sua esposa, esta será a “Declaração de Trabalho do Projeto” ou uma “Autorização” para o seu projeto. Neste momento você passa a mentalizar e entender o escopo do projeto pensando em: o que fazer, como fazer, com quem fazer, quais as opiniões especializadas (Neste caso, amigos que tenham filhos irão ajudá-lo muito). Se fosse um segundo filho, provavelmente você teria históricos anteriores como: Fatores Ambientais, Lições aprendidas de Enjoo, Desejo e outras coisas que apenas mulheres gravidas costumam ter (há raros casos em que o homem também sente enjoo). Haveria também Ativos de Processos organizacionais como o Médico e Maternidade que você já tivesse utilizado anteriormente. Pronto, o Termo de Abertura está OK e “aprovado”, escopo quase bem definido, quase pois este processo é iterativo, e você passou a ser o GP designado do Projeto chamado “Projeto Gravidez”.

Será necessário identificar as Partes Interessadas e comunicá-las: mãe, pai, sogra, sogro e etc. Você e sua esposa também são Partes Interessadas e possuem o maior grau de expectativa; vale lembrar que a sogra é uma importante Parte Interessada e que provavelmente terá uma influência superior a sua, ou seja, cabe aqui uma gestão muito próxima da sogra.

O escopo precisa ser bem definido, por exemplo: Escopo do Produto: Um Bebe do sexo masculino (ou feminino). Escopo do Projeto: Quarto, Pré-Natal, Maternidade, Obstetra, etc.

A escolha da maternidade depende do seu plano de saúde e neste caso há restrições, pois provavelmente não será todo hospital que o seu Plano de Saúde atende. Porém poderá haver requisitos, pois sua esposa deseja que o parto seja realizado em um hospital que o plano não cobre, isto é um requisito de uma Parte Interessada e que terá impacto diretamente nos custos do projeto (e não estavam no “contrato”). Lembre-se que no Brasil escolher o serviço público e amenizar os custos aumentará os riscos.

Com uma dedicação mínima seria possível até fazer uma WBS.

Há um prazo na “Declaração de Trabalho”, e neste caso a data é bem definida e não há folgas, ou seja, seu projeto não irá tolerar atrasos; lembrando que a entrega do mesmo poderá ser antecipada e sem prévia comunicação, ou ainda o produto ser diferente do solicitado (gêmeos). Estas incertezas são as premissas, que geram riscos e precisam estar mapeados com a Probabilidade, Impacto e ação necessária caso ocorram; mais tarde durante os exames pré-natais estas premissas podem se tornar falsas, eliminando assim os riscos.

Você deve gerenciar os custos, por exemplo, o berço e a tinta possuem limites de orçamento, porém há requisitos de qualidade: tinta atóxica e berço com travas de segurança; isto inevitavelmente terá impacto em suas linhas de base.

O ginecologista obstetra que fará os pré-natais é um recurso humano que passa a fazer parte da sua equipe e torna-se uma parte interessada (não apenas em seu dinheiro) e você precisa gerenciá-lo avaliando se o atendimento realizado está de acordo com o plano e o combinado.

Você terá um plano de comunicação com as Partes Interessadas, informando-os através de e-mail ou SMS sobre os ultrassons realizados e saúde da gravidez, sendo necessário algumas vezes o envio de evidências (fotos do ultrassom) provando que o “projeto” está caminhando bem! Não se esqueça do Plano de Comunicação para o dia do parto.

Já sabe qual o berço e qual a tinta que você deseja, ok, será necessário conduzir as aquisições: quem fornecerá este serviço e quanto vai custar? Está dentro do orçamento ou precisa abrir uma mudança para pegar dinheiro na aplicação, fazer um empréstimo no banco ou ainda se deve ajustar os requisitos? Quem vai executar a pintura? Seria você, com uma qualidade inferior? Pois acredito que esta não é sua especialidade e entra aqui o controle de qualidade.

Você deve monitorar e controlar o seu projeto desde o início: O médico atendeu conforme o previsto? Durante os exames, está tudo bem? E os enjoos e desejos? O hospital e os enfermeiros estão prestando o serviço adequado? O seu “report” com as partes interessadas está ocorrendo?

Por fim você encerra as aquisições de seu projeto quando fecha a fatura no hospital (aquisições) e encerra a integração quando recebe a certidão de nascimento do mais novo membro da família. Lembrando que durante a execução do projeto você já vinha obtendo aceites parciais para o seu projeto, como Berço, Quarto e etc. Considere encerrado o seu projeto e agora é só fumar o charuto festejando a “conclusão” com sucesso.

Vejo que assim é a nossa vida, uma verdadeira gerência de projetos. Eu poderia citar aqui inúmeros exemplos e tenho a absoluta certeza que teríamos pelo menos 2 ou 3 processos do PMBOK que caberia perfeitamente em cada um deles.

Você deve enxergar o seu plano de vida como um grande projeto composto por diversos projetos intermediários, procure definir objetivos S.M.A.R.T. e esteja atento aos riscos. Uma gestão de projetos básica, se bem aplicada, pode ajudá-lo a alcançar de forma mais rápida e clara os seus objetivos.

Somos todos “Gerentes de Projetos” com algum conhecimento em “Projetos”, não obstante é importante que Profissionais Especializado em Gerência de Projetos, denominados Gerentes de Projetos, compreendam que fazer uma verdadeira e adequada Gestão de Projetos é uma ciência e uma arte que poucos dedicam-se e tem o domínio e competência, mas falarmos sobre “Carreira em Gestão de Projetos” é um assunto para o nosso próximo artigo. Obrigado pela leitura e até lá!

[Crédito da imagem: Gerentes de Projetos – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Profissional de Gerência de Projetos Certificado PMP com uma carreira de mais de 18 anos em Tecnologia da Informação focada em Infraestrutura Lógica e Física de grandes Data Centers em todo o Brasil. Principal atuação em Gerência de Projetos e Serviços e assim como a maioria dos profissionais teve seu início de carreira em suporte técnico; quase um “dinossauro” achando que era feliz com comandos em DOS, SCO-UNIX e Lotus 123, tendo inclusive em sua coleção de certificados um MCP Windows 2000. Durante todo este período pôde vivenciar diversas tecnologias, metodologias e melhores práticas nas principais empresas de Serviços de Outsourcing, Manufatura e Financeiro e isto contribuiu de forma edificante e expressiva para a atual carreira em Gerência de Projetos. Atualmente tem dividido o seu tempo entre o Trabalho, Estudos, Família e o Triathlon; considera este último sua “válvula de escape” para os problemas diários; caso contrário já não estaria mais entre os profissionais de TI. Atleta amador, sendo Ironman Finisher por 10 vezes. Sua mais recente conquista foi a Certificação PMP do PMI.

Fernando Sampaio, PMP

Comentários

1 Comment

  • Excelente artigo, mostra de maneira simples como é Gerenciar um projeto. Estou aguardando o próximo artigo.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.