Carreira

Ξ 4 comentários

Não trabalhamos para errar, mas erramos no trabalho

publicado por Gideão Nery

Ao ouvir essa frase de um grande amigo e parceiro de trabalho tive uma reflexão bastante pertinente para o mundo corporativo.

Por mais que desejamos e esforçamos seguir procedimentos e métodos para não errar é notório que os erros poderão ocorrer. De uma forma bastante simplista, posso dizer que o erro faz parte de todo experimento do ser humano e é nele que encontramos parâmetros para evitá-lo.

Sobre o mundo corporativo, dispomos de várias teorias e metodologias que fornecem parâmetros para os ditos “caminho feliz”. Essas teorias e metodologias foram estudadas e comprovadas por testes que formularam cenários e ambientes que forneceram aos autores dessas teses que o erro pode ser minimizado, ou pelo menos conviver com o risco de errar cria tendências fortes para não errar.

“Treino é treino, jogo é jogo”… essa frase é retumbante em alguns fóruns quando o assunto é o erro. Nem sempre é possível evitar um erro, mas podemos predizê-lo e então criar mecanismos para diminuir sua incidência, ambientes onde são feitos testes, onde errar não é considerado necessariamente um erro, mas um experimento. Esses ambientes de testes são feitos para simular erros, ou pelo menos espera-se  que se errar não haverá consequências trágicas.

Não se pode errar e cair no mesmo erro… Vendo uma entrevista com o presidente fundador da Azul Linhas Aéreas, David Neeleman, ele relata que 90% dos erros que envolvem acidentes aéreos são causados por operações humanas. Isso mostra que não somos infalíveis. Ainda segundo Neeleman, cada indivíduo precisa ter autonomia para resolver problemas.

De fato, se erramos, temos como pressuposto que em algum ponto ocorreu falha. Procedimentos são seguidos para evitar erros, mas podem surgir novos eventos que não foram previstos. Nesse aspecto, é sempre bom ter uma equipe onde as cabeças pensantes tem visões de prismas diferenciados, pois a percepção de cada um pode levar ao descobrimento da causa e estabelecer então novos procedimentos para garantir êxito nas operações.

Se convivemos com erros, o que mais deve nos levar à reflexão é: “o que aprendemos com eles?”.

Já ouviram? “O inteligente aprende com seus próprios erros, mas o sábio aprende com os erros dos outros”…

E o recado final é, que errar nem sempre é ruim… devemos evitar o erro, mas aprendemos com eles. Só nunca errou quem nunca fez…

 

É isso aí…

 

Abraços.
E até o próximo artigo…

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Profissional da área de TI há mais de 12 anos. Formado em Sistemas de Informação com MBA Gestão Estratégica de Empresas,, atua em projetos de BI Business Intelligence a mais de 10 anos como Consultor. Especialista em Planejamento e execução de projetos de Gestão da Informação dentro das organizações, já participou de projetos de médio e grande porte em empresas localizadas na região metropolitana de Belo Horizonte MG de vários segmentos de mercado. Focado em resultados e nas melhores práticas na qualidade das informações das empresas para tomada de decisão. Linkedin: https://www.linkedin.com/in/gideaonery Todos os artigos escritos por Gideão Nery no portal TI Especialistas são baseados em estudos de mercado, cases e experiências adquiridas.

Gideão Nery

Comentários

4 Comments

  • Essa é uma das maiores verdades !!
    Contudo, o que se pode fazer é minimizar os erros causados pelo gestor e seus colaboradores.
    Quanto mais cuidadoso for o profissional, menor a chance de erro em sua tarefa, aumentado assim a excelencia em seu trabalho !!

  • Lendo este artigo, percebi que uma equipe com aprendizado em erros anteriores e com conhecimento técnico e do negócio, os erros podem ser minimizados com uma análise sobre os riscos. Esses riscos só poderão ser levantados se os analistas conhecerem o negócio. É aí que entra a necessidade de conhecimento sobre o negócio pelas pessoas envolvidas num projeto, ou seja, para minimizar erros é necessário ter um gestão de conhecimento boa para manter a equipe atualizada e com conhecimentos de negócio nivelados.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.