Desenvolvimento

Ξ 1 comentário

Manifesto Ágil: 13 anos promovendo qualidade

publicado por Marcelo Leite Barros

agile development

Entre os dias 11 e 13 de fevereiro de 2001, 17 pessoas que já trabalhavam com Extreme ProgrammingScrum e outros dos chamados então “Métodos Leves” de desenvolvimento de software se reuniram em um hotel nas Montanhas Nevadas de Utah, nos Estados Unidos para trocar ideias sobre o que estavam fazendo.

Martin Fowler, o único inglês da turma foi quem sugeriu o termo “agile” para descrever aquilo que estavam discutindo. Depois de muitas conversas, esquiadas, comida e diversão, Martin apresentou a redação do Manifesto Ágil, assinado por todos os presentes e por muito mais pessoas a partir de então:

  • Indivíduos e interações são mais importantes que processos e ferramentas
  • Software em funcionamento é mais importante que documentação abrangente
  • Colaboração com o cliente á mais importante que negociação de contratos
  • Responder a mudanças é mais importante que seguir um plano

Se estas quatro pequenas frases forem recitadas como um mantra e colocadas em prática cada vez que um software é desenvolvido, teremos uma sensível melhora de qualidade dos produtos entregues aos clientes.

Além do Manifesto, doze Princípios Ágeis devem ser seguidos:

  • Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega contínua e adiantada de software com valor agregado.
  • Mudanças nos requisitos são bem-vindas, mesmo tardiamente no desenvolvimento. Processos ágeis tiram vantagem das mudanças visando vantagem competitiva para o cliente.
  • Entregar frequentemente software funcionando, de poucas semanas a poucos meses, com preferência à menor escala de tempo.
  • Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar diariamente em conjunto por todo o projeto.
  • Construa projetos em torno de indivíduos motivados. Dê a eles o ambiente e o suporte necessário e confie neles para fazer o trabalho.
  • O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e entre uma equipe de desenvolvimento é através de conversa face a face.
  • Software funcionando é a medida primária de progresso.
  • Os processos ágeis promovem desenvolvimento sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente.
  • Contínua atenção à excelência técnica e bom design aumenta a agilidade.
  • Simplicidade–a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado–é essencial.
  • As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizáveis.
  • Em intervalos regulares, a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz e então refina e ajusta seu comportamento de acordo.

Há 13 anos, direto do Túnel do Tempo! Este artigo é dedicado a  todos aqueles que se preocupam em melhorar a vida de seus clientes através do uso ou da propagação dos métodos ágeis.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou um cara criativo, curioso e detalhista, que, cada dia mais se vê interessado em desvendar os mistérios desse “bicho gente”! Acredito que pessoas motivadas trabalham com maior produtividade e qualidade; que a chave para o comprometimento é fazer com que as pessoas se sintam parte do negócio; e que compartilhar o que se chamava de “poder” é algo mais poderoso do que qualquer metodologia. Trabalho como coach e mentor de práticas ágeis, dreamer, thinker e maker na Adaptworks. Sou criador do Agile Momentum (http://agilemomentum.wordpress.com/), onde falo sobre agilidade, com personalidade e um toque de criatividade.

Marcelo Leite Barros

Comentários

1 Comment

  • Olá Marcelo,

    Adorei o artigo, principalmente a parte em que eles desfrutam de bons momentos e consequentemente vem as melhores ideias.
    Espero que isso sirva de inspiração para que todos tenham no que se basear, certamente os resultados serão melhores.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.