Carreira

Ξ Deixe um comentário

Uso do Feedback com a Equipe de Projetos

publicado por Ruggero Ruggieri

Importância do FEEDBACK.

RESUMO

A importância do feedback na equipe de projetos é muito importante no desenvolvimento de Projetos em TI. Hoje as empresas estão valorizando muita a qualidade de produtos e serviços, falam constantemente em qualidade de vida no trabalho, em times, em equipes. Hoje, em especial, se fala muito sobre valorização do ser humano. No entanto, muitas vezes, não é levado em conta o papel da comunicação para que realmente se alcancem os objetivos. O processo de dar e receber o FEEDBACK são um dos conceitos mais importantes no processo de comunicação.

É mediante o feedback que podemos implementar as palavras do poema: “Veremos a nós mesmos como os outros no vêem”. O tema não é novo, nem por isso deixa de ser relevante e atual, porque sua prática entre nós não é usual e, muitos ainda, confundem feedback com crítica. Certa vez eu li um comentário de um site redigido por VILELA (2006), na qual ele comenta sobre o Richard Bandler . Bendler comenta que: “FEEDBACK é o café da manhã dos campeões”. Estas palavras nos mostram que todos temos objetivos e sem FEEDBACK ficamos sem informação sobre os atingimos ou não. Sem feedback, não aprendemos e podemos ficar repetindo comportamentos improdutivos. Sem feedback, podemos continuar buscando atingir objetivos que já foram concretizados.

Processo de Comunicação Interpessoal

Antes de aprofundarmos no conceito de feedback, devemos primeiramente entender o processo de comunicação interpessoal. A comunicação interpessoal é interativa e didática (de pessoa a pessoa). O emissor constrói significados e desenvolve expectativas na mente do receptor. A palavra comunicação vem do latim, communicatio de communis = comum, significa que a ação de tornar algo comum a muitos.

A comunicação conforme modelo adaptado de Weaver e Shannon , a comunicação tem que ter exatidão. A informação (sinal básico) se dirige até onde e como o transmitido pelo emissor é recebido, sem distorções pelo receptor.

O processo de feedback é dizer a uma pessoa, como você se sente em função do que ela fez ou disse. São, também, sinais que permitem conhecer o resultado da mensagem.

Fonte: Adaptado de C. F. Shannon e W. Weaver, The Mathematical Theory of Communication

As 5 barreiras da comunicação antes de atingirmos o feedback esperado.

  1. Sobrecarga de Informações – Gestores incapazes de ordenar eficazmente a sua informação.
  2. Autoconceito – Gestores com uma informação fechada e zelada, mas negam as informações que contrariam.
  3. Fonte – Gestores que acreditam mais nos portadores de status.
  4. Localização física – distanciamento da equipe que diminui a comunicação.
  5. Defensidade – Elementos da equipe que se sentem ameaçados, mas que dificultam o entendimento mútuo.

Habilidades necessárias para atingirmos uma comunicação eficaz:

  • Utilizar sempre uma linguagem apropriada e direta.
  • Fornecer informações claras e precisas quanto for possível.
  • Utilizar canais múltiplos para estimular vários sentidos do receptor.
  • Utilizar a comunicação face a face sempre que for possível.

Criar as seguintes situações com a equipe de projetos:

  • Escuta ativa – Criar situações que ajudem as pessoas a falarem o que realmente querem dizer.
  • Empatia – Colocar-se na posição da outra pessoa, num esforço para entendê-la.
  • Reflexão – Reformular sempre a mensagem que tenha recebido feedback.
  • Criar condições para um retorno do que se faz.

Forneça sempre o feedback para a sua equipe:

  • Concentre-se no problema e não na pessoa
  • Esteja preparado para receber feedback e treinado para emitir feedback.
  • Encerre o feedback com um resumo, para que todos saiam com o mesmo entendimento sobre o que foi decidido.

Conclusão

O feedback é necessário na equipe de projetos, para possamos garantir que 100% de certeza de que nossas ações vão dar o resultado que imaginamos. Primeiro há coisas que estão fora do nosso controle direto, como as outras pessoas. Segundo, nossa imaginação nem sempre é tão precisa a ponto de prever tudo com todos os detalhes. Obter feedback é essencial para certificar-nos de que conseguimos ou estamos conseguindo o que queremos. Às vezes temos a intenção de fornecer feedback, e ele é entendido como crítica. Se isso ocorrer, podemos usar o entendimento da outra pessoa como um feedback indicando que devemos mudar as nossas forma de fornecer feedback para aquela pessoa. Você já deve ter visto também pessoas que vão guardando emoções até que “explodem”, o que poderia ser evitado com FEEDBACK desde o início.

Um outro tipo de feedback também pode ser muito útil. Lembra-se daquela vez em que se sentiu culpado? Lembra-se de quando se sentiu muito bem após ter feito algo legal para alguém? Pois é, você teve FEEDBACKs de si mesmo, autoFEEDBACKs. Seu organismo lhe fornece mensagens, como a dor, a respeito de certas ações e do seu estado atual, que também podem ser usados para o seu auto-ajuste. Em resumo, para melhorar, por meio do reforço ou inibição de comportamentos.

Referência Bibliográfica

BOWDITCH, J. L. e BUONO, A. F. Elementos de Comportamento Organizacional. São Paulo, Pioneira, 1992. (Capítulo 5.º)

WEAVER, Warren e SHANNON, Claude Elwood. The Mathematical Theory of Comunication.

VILELA, Vírgilio Vasconcelos. Artigo publicado no site <a href=”http://www.possibilidades.com.br/objetivos/feedback.asp

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Gerente de Projetos SR., atua há mais de 20 anos na área de TI no seguimento do Governo do Estado de São Paulo. Desenvolveu atividades de desenvolvimento de Software para empresas brasileiras e multinacionais, tendo participando no Brasil e no exterior em projetos de TI de diversos segmentos como Educacional, Financeiro, Saúde, Tributário e Terceiro Setor. Professor de Pós-Graduação na UNINOVE nos cursos de Qualidade, Gerencia de Configuração, Requisitos, Gerenciamento de Projetos e Processo de Desenvolvimento Ágil Formado na PUC de Campinas, Pós-Graduação em Administração Hospitalar (Univ.São Camilo), Gerenciamento de Projetos (UNICAMP), Projetos Estruturados (USP), Ciência, Tecnologia e Inovação (USP). MBA em Gestão de TI na FIAP e Programa de Desenvolvimento Gerencial com foco em liderança estratégica - FIA, atualmente aluno de MESTRADO da UNINOVE na área de Gestão do Conhecimento. Formado em COACH para SBC - Sociedade Brasileira de Coaching e Master COACH pelo escola RICCOACHING.

Ruggero Ruggieri

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.