Carreira

Ξ Deixe um comentário

Substituir ou desenvolver o profissional, a responsabilidade nos dois lados da moeda

publicado por Cristiano Pimenta

Figura - Substituir ou desenvolver o profissional, a responsabilidade nos dois lados da MoedaO cenário na perspectiva do colaborador

O Desenvolvimento Profissional Contínuo (DPC) é o desenvolvimento que o profissional empreende para desempenhar um papel atual ou mudar para um novo plano estratégico de carreira. Muitas organizações têm atividades de DPC bem estabelecidas, mas ainda é bom ser proativo se empenhar em desenvolver sua função atual, alcançar maior satisfação e eficácia em seu trabalho ou assumir uma nova direção de carreira.

O indivíduo que está empenhado a desenvolver novas técnicas profissionais de mercado ou mesmo se autoqualificar em direção a uma carreira específica deverá estar preparado e seguir uma disciplina continua.

O Desenvolvimento Profissional Contínuo, particularmente no que se refere às habilidades sociais, pode melhorar a capacidade de trabalhar e colaborar com os outros de forma mais eficaz, transferir positivamente suas vidas pessoais e melhorar a satisfação geral no trabalho.

Priorizar algum tempo para refletir e fazer um balanço em qual carreira seguir é o primeiro passo e caso esta estratégia primária for ultrapassada, ao logo do caminho o profissional poderá não ter mais interesse sobre a atividade que irá desenvolver. Conhecer suas próprias aptidões é necessário para o desenvolvimento de uma carreira com excelência.

Metas estabelecidas? Agora, escreva-as e revise regularmente para estar certo de que é exatamente aquilo que almeja desenvolver.  O planejamento para um desenvolvimento pessoal é fundamental e por isso, é aconselhável que sejam feitos questionamentos próprios para ajudar nesta trajetória:

Elementos básicos, porém muita gente escorrega na simplicidade?

Quais são as minhas Necessidades de aprendizagem e desenvolvimento?
O que eu preciso fazer?
Quais recursos eu preciso?
Quem pode me ajudar?
Qual é a minha escala de tempo?

Paralelamente, estudar o mercado onde se deseja atuar é muito importante, porém esteja atento a oportunidades dentro da própria organização que você trabalha, certamente existem muitos desafios que você pode contribuir. Em determinadas carreiras, a exemplo do segmento de Cyber Security, poderá exercer inúmeras atividades, cargos ou funções em áreas de gestão da segurança e/ou especialistas.

O cenário na perspectiva de quem contrata

Em relação às empresas, para atender às novas necessidades dos clientes, os fornecedores enfrentam um dilema. Como manter um grupo de profissionais de Cyber Security bem treinados e altamente qualificados? De acordo com o Bureau of Labor Statistics (BLS) uma Unidade do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos, as pessoas nascidas entre 1957 e 1964 vivenciaram em média de cerca de doze empregos dos 18 aos 48 anos. E essa mobilidade tem avançado e dentro da força de trabalho torna cada vez mais difícil para as Organizações reterem profissionais altamente motivados e qualificados.

Algumas dicas como as Organizações podem cultivar o desenvolvimento profissional contínuo.

  • Adotar uma atitude de que o trabalho e o crescimento pessoal são essenciais: Permitir que um profissional reconheça e supere as inadequações, as formas pelas quais se limitam ou as ações que tomam ou não adotam impedem que desempenhem bem o trabalho, parte essencial do sucesso;
  • Desenvolver as habilidades dos profissionais para se adequar ao cargo: em vez de procurar constantemente substituir a força de trabalho existente por novos talentos, as organizações devem buscar ativamente maneiras de fornecer  e potencializar aos seus colaboradores as habilidades e os recursos necessários para atender às necessidades atuais e projetadas;
  • Tornar as oportunidades de crescimento universais para todos os profissionais, muitas vezes, o treinamento é oferecido apenas a um subconjunto de profissionais;
  • Garantir que as oportunidades de crescimento sejam contínuas e adequadas às tecnologias de mercado. Qualificar um profissional de acordo com as tendências é fundamental para que o profissional esteja apto a lidar com os enfrentamentos e dificuldades que as profissões exigem.
  • Fomentar um ambiente propício à criatividade e inovação. Isso por que, os profissionais, especialmente os melhores talentos, querem trabalhar em projetos que sejam empolgantes e de ponta, onde se sintam, desafiados, valorizados e que possam pensar de forma não condicionada.

Um  (DPC) pode ocorrer antes de iniciar-se uma carreira e/ou antes de assumir nova posição, seja por iniciativa própria ou por iniciativa da empresa,  recomendo incluir metas de carreira coerente com o prazo de desenvolvimento da habilidade ou nova competência requerida. Para cada meta de carreira identificada, incluir as etapas e/ou fases que devem ser seguidas para atingir esse objetivo, juntamente com uma linha do tempo de quando essas etapas podem ser concluídas é muito importante.

Quando as metas são claramente definidas, torna-se fácil avaliar oportunidades futuras com uma pergunta simples: “Essa oportunidade promove meus objetivos ou não?”.

O desenvolvimento profissional também pode incluir uma variedade de atividades, incluindo treinamento no local de trabalho, aprendizado formal (em sala de aula ou orientado por instrutor) ou autoguiado, participação em conferências, certificações, autoria de artigos, apresentações em conferências, entre outras possibilidades.

Para reflexão, penso que  tanto a organização quanto o próprio colaborador deve avaliar o apetite de risco, onde deixar à sorte sua capacidade de produzir resultados positivos para o negócio, não trará beneficio algum. Desenvolver um esforço conjunto, visando o diálogo, a busca por caminhos para potencializar a capacidade produtiva instalada e melhores resultados que possam beneficiar os dois lados desta moeda, sem dúvida é a via de menor custo para a organização.

  •  
    12
    Shares
  • 12
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Cristiano Pimenta, Mestrando em Recursos Humanos y Desarrollo Digital de Talento– IEP/Madri,Espanha. Possui MBA em Serviços de Telecomunicações – UFF/RJ, Pós-graduação em Gestão – Ênfase em Pessoas / Fundação Dom Cabral, Graduação em Tecnologia da Informação – UNISUL/SC. Sua trajetória profissional ao longo de mais de 20 anos de experiência, inclui posição de liderança em empresas como Arcon/Nec Soluções de Segurança Cibernética, Telemig Celular, Amazônia Celular, Vivo | e Modulo Security. Foi executivo responsável por de diversas áreas, tais como: Delivery de IT Security , Operações de IT Security, Recursos Corporativos (Recursos Humanos, Tecnologia da Informação, Qualidade & Processos, Sistemas), Produtos & Alianças, GRC, Segurança da Informação, PMO, SOC - Security Operation Center, Consultoria em Segurança da Informação.

Cristiano Pimenta

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.