Tecnologia Social

Ξ Deixe um comentário

Produtividade Pessoal Com Foco em Ter as Coisas Feitas

publicado por Renzo Colnago

Produtividade Pessoal Com Foco em Ter as Coisas FeitasCom o corre-corre dos dias, cada vez mais pessoas se ligam em uma questão importante: Produtividade. Será que estou produtivo? Será que estou entregando aquilo que posso? Será que posso fazer mais? (lembre-se: fazer mais, sem pirar o cabeção!)

Se recorremos à internet e até mesmo literaturas específicas, encontraremos inúmeras metodologias, ferramentas, estratégias, até mesmo filosofias, com um único objetivo: Fazer as coisas, entregar coisas e ser produtivo…

Post it, listinha, excel, task manager, outlook, caderno, agenda de papel… Recursos não faltam e, na real, não fazem a diferença que, nesse caso, é você. Você faz, você produz, você planeja, você entrega…. Você se organiza?

Você sabe se organizar? Sabe como, em bom projetêz, quebrar uma “entrega” em pacotes de trabalho? Sabe destrinchar uma atividade em ações integradas e produtivas?

O objetivo do post é simples: Refletir sobre produtividade pessoal.

Tarefas

Para organizar uma tarefa, pense sempre:

  • Quem?
  • O que?
  • Quando?
  • Como?
  • Onde?
  • Pra Quando?
  • Pra quem?
  • Qual a urgência/importância?

Um exemplo prático: O chefe te pediu um relatório URGENTE com um deadline de hoje + 2 dias.

Seu chefe (quem e pra quem) te pediu para fazer um relatório (o que?) hoje (quando), com os dados do sistema (como), na própria empresa (onde), para daqui 2 dias (Pra Quando?).

Se fosse fácil, ainda assim, deixaria para amanhã? E se for mesmo algo fácil, vai procrastinar?

Ter as coisas feitas está é simples… É planejar, se organizar e executar. E aí, vai sentar a bunda e fazer algo ou vai planejar tudo que será feito? Um, outro ou ambos? Ambos… Planeje, organize, divida e execute.

Centralizar é Preciso

De nada adianta ter a boa prática de anotar tudo que tem a fazer se o faz em vários lugares diferentes… Você sabia que tinha que fazer, anotou mas não fez porque o fez no caderno que fica no escritório… Well, assim não serve.

Tenha Indicadores Qualitativos e Quantitativos

Isso pode parecer meio nerd mas é uma boa prática para que você poça medir seu desempenho. Saber o quanto você está realizando e trabalhando são uma boa para poder saber como ir além…

Os indicadores podem ser uma listagem de atividades completadas por dia/semana/mês ou, simplesmente, as folhas de caderno numeradas com as atividades concluidas mantidas ali e tachadas.

Indicadores qualitativos são o termômetro da eficiência X o que gosta de fazer. Se conseguir listar as atividades que procrastinou, que não gostou de fazer, que demorou mais, as que foi mal, com o tempo terá um panorama real da suas áreas de conhecimento que curte e que não curte.

Interatividade

As tarefas precisam estar, a todo tempo, abastecidadas. Criar uma lista do que fazer no mês no começo do mês e não monitorá-la ao longo do mês é perda de tempo… Coloque a mensuração, atualização e monitoramento como rotina ao longo do dia.

Ao final do dia, você precisa ter uma lista do que foi concluido, do que estava previsto para aquele dia e não foi concluido e conseguir um panorama do que está previsto para ser feito no próximo dia.

Com o panorama alí, claro e difnido, você tem o “termômetro” da complexidade do seu dia e o quanto de trabalho terá no próximo dia.

Acho que thats it!

Ferramentas para isso? Várias… Listo a seguir algumas

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Renzo Colnago é Administrador de Empresas, Gerente de Projetos e Desenvolvedor de Produtos. Possui experiência em diferentes áreas da tecnologia e da internet: Telecom, webapps, aplicativos de mídia social e de comércio eletrônico. Particularmente interessado em desenvolvimento de negócios digitais. Site: blog.renzocolnago.com

Renzo Colnago

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes