Carreira

Ξ 3 comentários

Gestor, já pensou como a sua equipe te enxerga?

publicado por Luiz Eduardo Improta

Muitas vezes o gestor tem muita preocupação em como seus superiores o enxergam, não só para manter seu cargo (uma vez que ninguém é gestor e sim está gestor) como também para segurar seu emprego. O pensamento de muitos é apenas olhar para cima, pois ninguém que está embaixo pode ajudá-lo. Grande engano para o gestor que pensa assim, pois a sua equipe pode alavancá-lo ou demiti-lo, pode decretar o sucesso na gestão ou seu total fracasso, refletindo isso nas camadas superiores da empresa.

Costumo dizer que existem muitos grupos de trabalho, mas pouquíssimas equipes nas empresas. Olha que estou falando de TI, mas vemos isso em quase todas as áreas. A diferença é grande. No grupo é cada um por si, uma “babação” no gestor que olhando dá nervoso. Dizem até que se chutarem as partes inferiores de alguns gestores irão quebram os dentes de muitos. Quando o problema surge, todos somem, mas na hora que aparece a solução sempre aparece o sabichão dizendo que já sabia e coisas assim, somente para mostrar sua superioridade pleiteando uma posição melhor na equipe, um aumento e algo que traga vantagem. Na equipe é bem diferente: parece que todos são apenas 1. Todos se preocupam com outro, querem ajudar de qualquer maneira e quando ajudam a resolver um problema, se recusam a afirmar que fizeram algo, dando total mérito para quem já estava tratando o mesmo. Bem, deve estar pensando que isto não existe, mas te digo que já vivi esta experiência duas vezes e posso dizer que é muito prazeroso trabalhar assim.

Então temos dois perfis distintos de pessoas a serem geridas e isso cabe ao gestor saber distinguir cada um. Mesmo em uma equipe, defendo que o tratamento deve ser diferenciado para cada profissional. Com isso, a gestão transparente é o melhor caminho para qualquer grupo se transformar em equipe. Mas qual a real importância de como o gestor é visto pela sua equipe? Muitas. Com a percepção de como a equipe enxerga a gestão, ela pode melhorar a cada dia. Todos possuímos pontos fracos e fortes e o gestor não é diferente. Ele é humano, não é onisciente e tão pouco perfeito, logo precisa de ajuda como todos. Quando o gestor se aparta da equipe é sinal que algo vai muito mal, contudo muitas vezes ele não percebe e precisa ser alertado.

Uma das formas de acordar a gestão é o que o “RH” chama de “DE” – Desenvolvimento de equipe. Lembro que uma vez foi feito o seguinte jogo: toda a equipe se reuniu e anonimamente escolheram 2 pessoas para enumerar  2 pontos fortes e 2 pontos fracos : um deveria ser algum colega de trabalho e o outro obrigatoriamente o gestor. Escreveram em um papel e depois depositaram em uma urna. Ao final, quem estava à frente, leu um por um. Olha foram momentos de risos e muita reflexão. No dia seguinte, podia notar o olhar de cada um ainda refletindo no que ouviu a seu respeito. Com o tempo, nosso ambiente melhorou muito. E não foi diferente com o nosso gestor, que procurou mudar alguns pontos que incomodavam alguns. E isso nos uniu mais ainda. Muitos podem pensar que foi um tiro no escuro, mas quem quer melhorar tem de dar o primeiro passo, tem de ouvir antes de criticar. Vale lembrar que após a leitura, na frente de todos, tudo foi rasgado em pequenos pedaços.

Por fim, posso afirmar que quando há harmonia entre a equipe e o gestor, o ambiente de trabalho melhora, o índice de absenteísmo diminui e os resultados aparecem de forma até surpreendente. Acreditem na fórmula: profissionais motivados+gestor transparente=equipe vencedora. Agora fica a pergunta para você gestor: tem coragem de ouvir como sua equipe o enxerga? Se tiver, mãos a obra e se não tem é só criticar este artigo. Tenha um bom dia.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou profissional com mais de 22 anos de experiência desenvolvida em empresas do setor "outsourcing" em TI e Segurança da Informação. Com 2 Pós graduações e 1 MBA na área de TI e diversas Certificações em Segurança e Tecnologia da Informação, dentre elas: COBIT 4.1, ITIL v2 e v3, ISO27002 e CCSA/CCSE. Meu link no "linkedIn": http://br.linkedin.com/in/limprota007

Luiz Eduardo Improta

Comentários

3 Comments

  • Luiz, parabéns pela ótima visão sobre o gestor.
    Abraços.

    Gideão.

  • Gostei muito do artigo…
    Digo até que tenho um ambiente de trabalho exatamente como você descrimina, onde não temos uma gestão adequada e consequentemente o rendimento da “equipe” é ruim.

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes