Carreira

Ξ 1 comentário

Gerente também tem que ser técnico, duvida?

publicado por Rodrigo Oliveira

Gerente também tem que ser técnico, duvida?Leia com atenção:

Se a empresa onde você trabalha os gerentes estão mais próximos dos diretores do  que os coordenadores, esse artigo não fará o menor sentido para você, ainda assim vale a leitura pela reflexão, mas enfim, vamos ao que realmente interessa.

Cada dia mais tenho recebido reclamações sobre a postura de “gerentes”, entre as maiores reclamações a frase á seguir justifica todas elas – “Eu sei mais que meu gerente, e ainda assim ganho menos e trabalho mais”.

Justificativas como a descriminadas acima,  são mais comuns do que se imagina. E onde está o erro? Há gerentes que se importam mais com o negócio da empresa, do que com o lado técnico, certo? Sim, afinal ele esta em um cargo de confiança, para justamente atender e apresentar resultados e não para criar ou executar tarefas, fato !

Mas ainda assim a justificativa de apoiar um gerente exclusivamente nos negócios, faz com que o abismo entre o gestor e os liderados se torne cada dia mais ingrime. Em muitas destas horas é que vemos pessoas se perguntando onde devem se espelhar, e buscando cada vez mais ser politicos ao invés de técnico (afinal, se meu superior é assim, tentarei subir de cargo da mesma forma).

Mas como alguém mensura ou apoia, se nem mesmo entende o seu verdadeiro papel dentro da organização? Essas perguntas são ainda mais complexas. Como o Sr. A recebe uma promoção, se o meu gestor nem mesmo sabe qual a verdadeira função dele, se o gestor não entende o fluxo e o que representa cada um na organização e execução de determinadas tarefas? Como é possível mensurar o conhecimento de um determinado funcionário, para então dar-lhe a devida atenção/promoção?

Entenderam agora onde fundamenta o titulo deste artigo? Mesmo a ponta da lança da equipe deve entender todos os fluxos, para que em determinadas situações (algumas já apresentadas acima), consiga não só apoiar e redirecionar os liderados, mas também se fazer entender.

É fato que ainda o nosso grande problema dentro de qualquer empresa, é a comunicação. E como se comunicar com alguém que só faz se entender pelo cargo, mas a experiência é nula ou deixa várias duvidas. Como respeitar alguém apenas pelo seu cargo? Como gerir uma equipe? Como posicionar a empresa sobre os aspectos que compõe a sua equipe, se o conhecimento especifico não se tem?

De uma visão como a apresentada acima, sugiram ditados como o ELEFANTE EM CIMA DA ARVORE (Gente errada, no lugar errado, fazendo sabe-se lá o que e porque). Mas antes de conseguir tirá-lo de lá, lembre-se: alguém o colocou lá. 

E o pior é que ordens estranhas, sempre são ligadas a grandes padrinhos !!!

 [Crédito da Imagem: Gerente Técnico – ShutterStock]

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Bacharelado em Ciências da Computação pela Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI), possuo 15 anos de experiência em Linux, e no mundo opensource. Atualmente coordenador da equipe LINUX, UNIX e STORAGE da NTUX Informática focado em projetos ligados á missão crítica. Certificações: LPIC1, LPIC2, LPIC3, RHCSA, RHCE, RHCI e ITIL v3 Linkedin: http://www.linkedin.com/pub/rodrigo-oliveira/25/905/b8 Contato: adt.rodrigo@gmail.com

Rodrigo Oliveira

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.