Carreira

Ξ Deixe um comentário

Como chegar à tolerância com a Equipe de Projetos

publicado por Ruggero Ruggieri

Às vezes nós nos deparamos no decorrer do desenvolvimento de um Projeto algumas “certas dificuldades” principalmente em alguns momentos a falta de “tolerância” por parte da equipe de desenvolvimento e do próprio Gerente de Projetos. Segundo informações no dicionário a palavra ‘tolerância” do latim tolerare (sustentar, suportar), é um termo que define o grau de aceitação diante de um elemento contrário a uma regra moral, cultural, civil ou física. Seria a capacidade de aceitação que difere das normas de seu grupo de idéias.

Segundo o dicionário o conceito de tolerância se aplica em diversos domínios de abrangências:

  • Tolerância social: atitude de uma pessoa ou de um grupo social diante daquilo que é diferente de seus valores morais ou de suas normas.
  • Tolerância civil: discrepância entre a legislação e sua aplicação e impunidade.
  • Tolerância segundo Locke : «parar de combater o que não se pode mudar».
  • Tolerância religiosa: atitude respeitosa e convivial diante das confissões de fé diferentes da sua.
  • Tolerância farmacológica ou medicamentosa: diminuição da responsividade a um fármaco, ou seja, a diminuição do efeito farmacológico com a administração repetida da substância.
  • Tolerância técnica: margem de erro aceitável, ou capacidade de resistência a uma força externa.
  • Tolerância: em gestão de riscos constitui o nível de risco aceitável normalmente definido por critérios pré-estabelecidos.

A parte mais difícil seria a intolerância técnica de uma outra solução.

O papel do Gerente de Projetos neste momento é fundamental quando estiver neste “acontecimento”. O GP precisa rapidamente administrar e procurar obter uma solução, contudo, a tolerância é não apenas o centro como também o paradoxo no desenvolvimento de Projetos. Isto é assim porque no desenvolvimento dos Projetos isto se impõe a tolerância de perspectivas opostas e permite-lhes expressarem-se, deixando que a democracia das idéias decida qual deve prevalecer, é necessário este princípio para a continuidade dos trabalhos. O resultado é frequentemente a morte da própria tolerância, pois aqueles que se orientam por princípios rígidos e perspectivas intransigentes nestas questões silenciam sempre — se lhes for dada a menor oportunidade — uma vez que os desenvolvimentos dos projetos, devido à sua própria natureza, ameaçam a hegemonia que desejam impor. Precisamos sempre procurar na equipe expor o seu ponto de vista técnico até o seu esgotamento e não forçar as outras pessoas da equipe em aceitá-los. Tem que haver sempre um esforço para argumentação o que seria a única obrigação de um raciocínio honesto. Pode haver no decorrer do projeto uma demora na aceitação nas argumentações e assimilações, mas quando se “acha o caminho” deste consenso de idéias, a equipe trabalha mais unida e com uma desenvoltura e rapidez no âmbito geral das atividades do Projeto.

A tolerância e o seu oposto não são apenas formas, nem sequer sempre, de aceitação e rejeição, respectivamente. É possível tolerar uma prática sem a aceitar. O que subjaz à tolerância é o reconhecimento de que o mundo é suficientemente vasto para permitir a coexistência de alternativas e propostas, e se nos sentimos ofendidos pelo que os outros fazem é porque já nos deixamos envolver demasiado. Toleramos melhor os outros quando sabemos como tolerar-nos a nós mesmos; aprender a fazê-lo constitui um objetivo da uma melhor aceitação no desenvolvimento dos Projetos.

Seguem abaixo algumas frases de Tolerância
“A lei de ouro do comportamento é a tolerância mútua, já que nunca pensaremos todos da mesma maneira, já que nunca veremos senão uma parte da verdade e sob ângulos diversos.” Mahatma Gandhi
“Aprimorar a paciência requer alguém que nos faça mal e nos permita praticar a tolerância.” Dalai Lama
“O sucesso torna as pessoas modestas, amigáveis e tolerantes; é o fracasso que as faz ásperas e ruins.” William Maugham
“O hábito de tudo tolerar pode ser a causa de muitos erros e de muitos perigos.” Marcus Cícero
“Ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para esculpir a serenidade. Usar a dor para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.” Augusto Cury
“A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!” Chico Xavier

Referências Bibliográficas
http://ateus.net/artigos/miscelanea/tolerancia/ – Acessado em 30/07/2011.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Toler%C3%A2ncia – Acessado em 30/07/2011.
http://pensador.uol.com.br/frases_de_tolerancia/ – Acessado em 30/07/2011

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Gerente de Projetos SR., atua há mais de 20 anos na área de TI no seguimento do Governo do Estado de São Paulo. Desenvolveu atividades de desenvolvimento de Software para empresas brasileiras e multinacionais, tendo participando no Brasil e no exterior em projetos de TI de diversos segmentos como Educacional, Financeiro, Saúde, Tributário e Terceiro Setor. Professor de Pós-Graduação na UNINOVE nos cursos de Qualidade, Gerencia de Configuração, Requisitos, Gerenciamento de Projetos e Processo de Desenvolvimento Ágil Formado na PUC de Campinas, Pós-Graduação em Administração Hospitalar (Univ.São Camilo), Gerenciamento de Projetos (UNICAMP), Projetos Estruturados (USP), Ciência, Tecnologia e Inovação (USP). MBA em Gestão de TI na FIAP e Programa de Desenvolvimento Gerencial com foco em liderança estratégica - FIA, atualmente aluno de MESTRADO da UNINOVE na área de Gestão do Conhecimento. Formado em COACH para SBC - Sociedade Brasileira de Coaching e Master COACH pelo escola RICCOACHING.

Ruggero Ruggieri

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.