Gerência de Projetos

Ξ Deixe um comentário

Apocalipse de Projetos

publicado por Israel Bovolini Jr

Quem me conhece pessoalmente sabe que sou evangélico, e que sempre busco referências para desempenhar melhor meu papel tanto na vida pessoal como profissional. Há bastante tempo escrevo para este site, e sempre tive um certo medo uma certa reserva em misturar conhecimento teológico com artigos de ordem profissional, mas recentemente reli a série “Deixados para Trás”, de Tim LaHaye e Jerry B Jenkins, que traz uma interpretação de como seria a Terra durante os tempos do Apocalipse, e percebi que existem muitas semelhanças entre o que é descrito e o ciclo de vida de um projeto.

Antes de tudo, um pouco de semântica: frequentemente pensamos em Apocalipse como tendo o significado de Destruição. Está certo em parte; a tradução do inglês (Revelations) é a mais fiel, pois o grego apokálypsis significa, literalmente, “Revelação”, ou, por extensão, “Mudança”

E o que é um projeto, senão uma forma de mudança?

Então, tendo isso em mente, usarei como base o Apocalipse como descrito na série de livros “Deixados para Trás” (recomendo!), por se tratar de uma visão bastante plausível de como tudo deve acontecer.

Em tempo: não pretendo converter ninguém ao escrever este artigo, apenas apresentar uma visão diferente do ciclo de vida de um projeto. Sou frontalmente contra qualquer tipo de discurso panfletário, e acredito que cada um deve tomar suas decisões sozinho, arcando com as consequências provenientes delas. Dito isso, vamos ao trabalho

Pra organizar, vamos usar a mesma ordem dos livros; tudo começa com

DEIXADOS PARA TRÁS
Biblicamente, o Apocalipse é iniciado com o chamado Grande Arrebatamento. BEM resumidamente, significa que de um instante para outro toda a população verdadeiramente cristã irá desaparecer, bem como todas as crianças (que em teoria não têm idade para discernir entre ser cristão ou não). No livro, isso é retratado como uma catástrofe, pois imagine uma situação em que um piloto de avião cristão desaparece em pleno vôo, derrubando o avião. Milhares de carros perdem a direção, pois seus motoristas sumiram. Maridos e esposas encontram suas casas sem seus companheiros e sem seus filhos. Caótico, não? Pra nós, podemos traduzir como o problema a ser resolvido. Uma grande catástrofe, o caos, uma situação que necessita de intervenção.

No livro, as pessoas se sentem perdidas (“o que aconteceu?”), com raiva (“odeio Deus, que levou Fulano”), desesperançosas (“será que ainda tem jeito?”), indignadas (“sou tão bom, por que eu não desapareci junto?”), arrependidas (“eu devia ter vivido melhor”); mas, acima de tudo, elas querem que a situação passe, e que o problema seja resolvido. Quase como o que vivemos todos os dias, apenas troque as frases: “De onde veio este projeto?”, “Odeio meu chefe, que promoveu Fulano”, “Isso não vai dar certo”, “Eu merecia esta promoção, por que não aconteceu?”, “Eu deveria estudar mais”, “Tomara que esse projeto termine logo”

Você se sente Deixado pra Trás, com um mundo de coisas pra fazer, sem ter a quem recorrer, e pior: humanamente, não sabe se seu esforço será recompensado, pois não há garantias de que se você desempenhar bem seu papel você vai receber algum prêmio. É neste momento que a ATITUDE faz a diferença: você PRECISA se esforçar porque TEM FÉ de que a coisa vai dar certo. Se você perder a fé, o projeto descamba.

FORÇA TRIBULAÇÂO
Após o Grande Arrebatamento começa um período de 7 anos chamado de Tribulação; é dividido pela metade nas chamadas Pequena Tribulação (onde o bicho pega) e Grande Tribulação (onde o bicho pega MESMO). Neste livro descreve-se o que poderíamos chamar de recrutamento e seleção: os personagens que sobreviveram ao Arrebatamento e aos desastres subsequentes se juntam com um só objetivo, que é passar pelos 7 anos e se juntar a seus familiares e entes queridos no final da jornada, sabendo que cumpriram àquilo que seu GP (Jesus) colocou a frente deles. Esse recrutamento jamais para, pois durante o decorrer do projeto aparecem pessoas interessadas, pessoas dissimuladas e pessoas acomodadas, mas este primeiro momento é onde se forma a equipe que tem como MISSÃO terminar o projeto.

NICOLAE
Durante a Tribulação aparece um representante do Lado Negro, chamado de Nicolae. É o Anticristo, que em tudo se parece com o GP mas que na verdade só quer ver o circo pegar fogo e arruinar o projeto. O nosso Nicolae assume várias formas: o usuário que não colabora, o BA que não faz o trabalho direito, o desenvolvedor preguiçoso, tantos outros. Em suma: o Nicolae do projeto é tudo aquilo que DELIBERADAMENTE atrasa o meio-de-campo, sejam atitudes, tarefas ou picuinhas. É contra ele que temos que lutar, sempre tendo em vista o sucesso do projeto

A COLHEITA
Mesmo com a presença do Nicolae, ainda existem pessoas dispostas a correr os riscos e abandonar o próprio orgulho em nome do sucesso do projeto. Estas pessoas devem ser recrutadas pelos fundadores, e ensinadas nos caminhos que o projeto deve percorrer para que possam conquistar outras pessoas. Ao término do projeto, são os que serão recompensados, mas terão que trabalhar MUITO

APOLIOM
Nicolae é a atitude por trás de todos os males, mas Apoliom é o executor de seus desmandos. Apoliom, na Bíblia, é retratado como um demônio destruidor, chefe de hostes infernais, criado e enviado única e exclusivamente pra fazer da vida dos responsáveis pelo projeto um inferno. É retratado na forma de uma nuvem de “gafanhotos” do inferno que picam e envenenam as pessoas, todavia sem deixá-las morrer. Para nós, são todas aquelas picuinhas de todo projeto, que aparentemente são pequenas mas ocupam um espaço desmedido em nossa rotina, ou seja, picam, envenenam, não nos deixam prosseguir nem morrer. É aquele colega que, ao ser cobrado, responde “pô, mas eu mandei o e-mail, estou aguardando uma resposta”, ou “isso não é comigo”, ou “não fui consultado”… Enfim, você o conhece (espero que não seja você). Contra isso, a Força Tribulação tem que estar sempre unida e focada, continuando a trabalhar para que o projeto seja um sucesso. Vacine-se contra as picadas de Apoliom trabalhando duro e mantendo o foco no resultado

ASSASSINOS
Chega um momento no projeto em que as peripécias de Nicolae atingem o ponto crítico. Tudo o que você quer é matar o infeliz. É exatamente isso que é tentado neste livro, onde vários membros da Força Tribulação secretamente tentam derrubar o governo assassinando seu líder. Para nós, essa atitude é louvável e esperada, mas inútil. No livro, isso transforma Nicolae em um mártir, um “ser superior”. Lembra-se que nosso Nicolae são as más atitudes de várias pessoas? Então. Elas não vão passar, e dependendo do jeito com que você as combate elas se sobressairão. Seja sutil. Mas você TEM que lutar contra elas. Enquanto isso, continue o recrutamento e a reciclagem da equipe.

O POSSUÍDO
Este é o momento em que o demônio toma conta fisicamente do ser humano chamado Nicolae. Cronologicamente, já se passou a Pequena Tribulação. Com o decorrer do projeto, você percebe que no final das contas o Nicolae se torna uma pessoa, que reúne todas as características de alguém interessado no sucesso do projeto, mas que no fundo só atrapalha. Em algum momento ele vai se revelar, querendo que todos o obedeçam e crescendo por espalhar mentira e discórdia. É aquele que vai levar o crédito pelo trabalho de outros, vai prometer prazos impossíveis e culpar aos outros pelas não-entregas. Contra isso, a Força Tribulação deve sempre estar vigilante e motivada para que o projeto não se perca. Existe um deadline que vai acontecer, estejam eles preparados ou não, e a coisa que Nicolae mais quer no mundo é satisfazer a própria vaidade

A MARCA
Aqui as pessoas, seduzidas pelo Anticristo, são obrigadas a ostentar uma marca visível para que possam comerciar. O apelo da pessoa Nicolae é irresistível para quem não está esperto. Aqueles que foram enganados vão começar a copiar suas atitudes, seus maneirismos, e vão cada vez mais tentar levar o projeto para baixo. Se você mantiver sua equipe focada no prêmio, no final do projeto, eles terão a atitude certa de não se dobrar ao que parece um caminho mais fácil ou mais seguro, mas indubitavelmente desastroso. Ninguém vive de desculpas e projetos não entregues

PROFANAÇÃO
No livro, este é o momento em que o Anticristo toma conta do Templo de Jerusalém e exige que as pessoas o adorem. As atitudes e tarefas executadas pelo time Nicolae em algum momento vão gerar algum resultado (ruim). Um resultado que PARECE com o objetivo do projeto, mas que no frigir dos ovos será uma patética tentativa de tapar o sol com a peneira. Palavras são vento, e na hora da entrega a verdade aparece. Neste momento a equipe Nicolae começa sua derrocada, perdendo a confiança do cliente.

O REMANESCENTE
Mesmo com todos os problemas transparecendo, muitas pessoas ainda preferem acreditar em Nicolae. Afinal, seu caminho parece mais fácil. MAS (ainda bem que) existem pessoas que passaram algum tempo indecisas e que agora vêem que as pataquadas prometidas não são TÃO boas assim, e aderem ao apelo de Cristo. Em nossos projetos, são aquelas pessoas que num primeiro momento tiveram sua atenção presa pelo (mau) desenvolvimento anterior, mas que viram que o seu plano é o melhor; isto é conseguido através de muito trabalho e divulgação, para que sua confiança seja conquistada e propagada. Estas pessoas serão seus porta-vozes no momento da entrega do projeto, portanto PLANEJE BEM e MANTENHA-AS CONSIGO – o projeto está acabando

ARMAGEDOM
Todas as lutas internas até o momento aconteciam sub-repticiamente. No livro, este é o momento em que as forças armadas de Nicolae se defrontam diretamente com as pessoas que se arrependeram e estão de olho no prêmio no final, trabalhando para a volta de Cristo. Elas não combatem o exército do Anticristo, antes continuam trabalhando como se nada estivesse acontecendo. As diversas facções de Nicolae vão se matar mutuamente, você não precisa fazer nada quanto a isso, pois a principal característica de Nicolae é a dissensão. Precisa SIM ficar de olho nelas para que não atrapalhem o desenvolvimento, mas continue trabalhando que o fim está próximo

GLORIOSO APARECIMENTO
Ao final do Armagedom, surge a solução do problema. Cristo retorna, Nicolae é derrotado por suas próprias decisões erradas, e a Força Tribulação ganha seu lugar no Paraíso. Para nós, que continuamos nosso trabalho independente da dificuldade, o projeto está entregue e o paradigma mudou; existem novos processos, novas atitudes, novas soluções, e recompensa para aqueles que trabalharam duro, e não se deixaram levar pelo caminho “fácil”

O que escrevi aqui é uma versão MUITO resumida da séria de (DOZE) livros; se você se interessou, mesmo não sendo evangélico, eu recomendo fortemente que os leia – a história é muito bem contada, e pode ser usada em praticamente todas as situações de nossa vida, não só na condução de projetos.

Para você que conseguir passar pelo Apocalipse de projetos, só uma mensagem: nos vemos no Paraíso

Sucesso!

  •  
    1
    Share
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Trabalho na área de tecnologia há 12 anos, tendo sempre um perfil generalista, atuando desde o levantamento de requisitos, passando por análise de sistemas, desenvolvimento, implantação e fazendo acompanhamento pós-venda. Atualmente me dedico à liderança e coordenação de equipes de desenvolvimento, procurando sempre extrair o máximo de cada um e aplicando seus talentos para que todos saiam satisfeitos. Acredito que não exista um profissional cujos talentos não possam ser aproveitados em algum aspecto de um projeto, basta saber estimulá-lo a isso. LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/ibovolini

Israel Bovolini Jr

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.