Carreira

Ξ 1 comentário

Trabalhar em empresas Multinacionais…

publicado por Rinaldo Gressoni

Empresas multinacionais e empresas nacionais – normalmente de pequeno e médio porte – têm suas particularidades e significativas diferenças em qualquer ramo de atividade e neste mundo globalizado, trabalhar em empresas multinacionais principalmente para os profissionais de TI é cada vez mais comum.

As empresas multinacionais normalmente estão há muito tempo no mercado e por isso tem uma cultura corporativa sólida e bem difundida entre seus colaboradores e tem ou pelo menos deveriam ter processos e procedimentos “maduros” que agilizam as tomadas de decisão, facilitam o entendimento e rapidez na integração de novos colaboradores, terceiros e fornecedores.

O controle do orçamento é bem estruturado e rígido podendo gerar dificuldades em algumas circunstâncias como, por exemplo, durante crises financeiras no país onde está localizada a matriz retardando projetos e aprovações nas filiais que podem estar com condições financeiras totalmente diferentes.

A gestão de pessoas apresenta grandes diferenças desde os benefícios e leis trabalhistas de cada país até a cultura e valorização de profissionais dependendo de quão aquecido possa estar o mercado de trabalho, a concorrências e outros fatores externos. A maturidade e profissionalismo do departamento de Recursos Humanos que tem vários programas bem estruturados como plano de carreira, avaliação de desempenho, programas de treinamento, etc. para todos os níveis da organização, etc.

Dois pontos que considero negativos são a dependência de seguir os padrões (Standards) da matriz que muitas vezes ficam defasados das novas tecnologias e inovações e a necessidade de solicitar aprovação da matriz para qualquer iniciativa ou novo projeto.

Aprender um segundo idioma é fundamental principalmente na área de TI e traz uma vantagem competitiva e melhores salários devido à escassez profissionais no mercado de trabalho.

Trabalhar em empresas multinacionais é um diferencial que valoriza seu currículo além é claro da experiência vivida que permite alavancar sua carreira profissional. Em alguns casos ter fluência num idioma pode ser mais importante do que uma certificação em determinada disciplina.

Mas não se preocupe se você não trabalha numa multinacional, empresas nacionais estão se profissionalizando a cada dia através de metodologias e boas práticas internacionais para que possam fazer parte desta globalização e serem competitivas num mercado de constantes fusões e empresas que surgem de um dia para o outro.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Formado em Processamento de Dados pela UNIMEP, com pós-graduação em Redes de Computadores pela FASP e Gestão Empresarial pela FGV. Mais de 20 anos de experiência em empresas nacionais e multinacionais de médio e grande porte na área de Infraestrutura de TI sendo responsável pelo gerenciamento das áreas de Service Desk, Field Services, Administração de servidores, Telecom e projetos de infraestrutura para América do Sul.

Rinaldo Gressoni

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.