Tecnologia Social

Ξ 2 comentários

Sustentabilidade: sua empresa também entrou nesse hype?

publicado por Thiago Casquilha

Antes que alguém pense o oposto, vou esclarecer o título: não sou contra nenhuma iniciativa de sustentabilidade, pelo contrário, dou todo o apoio. Desde que ela seja REAL.

A definição de ‘hype’ é: a promoção extrema de uma pessoa, idéia, produto. É o assunto que está “dando o que falar” ou algo que todos falam e comentam. Geralmente é algo passageiro, como um assunto da moda.

Agora que explicamos estes dois pontos, vamos lá:

Ah, as corporações. Algumas das grandes seguem o mantra: estar sempre na vanguarda. Não importa se é relevante para o negócio ou não. Estar na linha de frente, entrando em qualquer nova onda, reagindo a qualquer tendência, mostra (ao menos na interpretação dos responsáveis), que a empresa está sempre “antenada” com os acontecimentos. É a filosofia do “não importa se o sistema funciona perfeitamente bem com Windows XP,  como acabou de sair o Windows Vista, precisamos instalar de qualquer jeito.”
Somando isto com a inacreditável capacidade que as empresas têm em fazer algum tipo de propaganda acerca de todas as suas atividades, chegamos ao triste resultado: o hype da sustentabilidade.
É a transformação de uma boa intenção em auto-promoção. Afinal, não interessa ajudar o mundo, se os outros não souberem que você está fazendo isso.

Você certamente já recebeu através do seu e-mail interno corporativo, alguma mensagem que contém a foto de uma criança sorrindo, e a palavra “SUSTENTABILIDADE” no título.  Já ter iniciado efetivamente alguma ação sustentável antes do envio deste e-mail é inteiramente opcional. Você inclusive já deve ter participado de reuniões (obrigatórias, claro) sobre o tema.

Não estou de forma alguma dizendo que toda empresa faz isso. Mas se a empresa que gasta x em iniciativas sustentáveis, gastar 10x com a publicidade destas mesmas iniciativas, tem algo muito errado.

Todo mundo quer estar na vanguarda, mas não quando há um verdadeiro risco financeiro.
Afinal de contas, até as boas intenções têm que dar lucro.

Para finalizar, uma dica para os empresários mais desavisados:

Cancelar os ônibus para transporte de funcionários alegando “diminuir a pegada de carbono” não é iniciativa sustentável.

E por favor, chega de fotos de crianças sorridentes.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Consultor SAP BW, Analista desenvolvedor mainframe, fotógrafo amador e quase escritor. Atuei em projetos internacionais de desenvolvimento e suporte à produção, nas empresas de TI que a maioria já trabalhou e todos conhecem. E-mail -> thiago.tiespecialistas@gmail.com LinkedIn -> http://br.linkedin.com/in/thiagocasquilha Twitter -> http://twitter.com/casquilha Todos os artigos por mim escritos, sem exceção, são textos de ficção. Qualquer semelhança com a vida ou fatos reais será apenas uma coincidência de probabilidades astronômicas.

Thiago Casquilha

Comentários

2 Comments

  • Boa e parabéns Thiago!

    Só para aderir, e dá uma força, a tudo que já dizeste.

    Meu ponto de vista sobre o tema da inovação social e da gestão da sustentabilidade é que estamos falando muito e fazendo pouco além de nos concentrarmos muito no meio ambiente.
    Sustentabilidade é “a maior idéia do nosso tempo.”, Diz Kevin Roberts (CEO da Saatchi & Saatchi), mas essa idéia só será implementada quando se cuidar melhor de sustentabilidade economica e social. “A inovação disruptiva” não vai esperar que empresas despertem para esta realidade, como diz o Prof. Stuart Hart. Vejo grandes possibilidades para o desenvolvimento de novos negócios no Brasil, em co-criação entre as empresas e empreendedores sociais para podermos desenvolver com impacto sustentavelmente a nossa sociedade. Eu não vejo que ainda estamos lidando com cuidado essa possibilidade.

    Boa tarde

  • Olá José Luiz,
    Obrigado pela força, e por ter lido.
    Concordo plenamente contigo, e é exatamente o ponto do artigo. As pessoas/ empresas falam muito e fazem pouco!

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.