Carreira

Ξ 3 comentários

Profissionais de TI mais pedidos em 2011

publicado por Alex Silva

2011 chegou, e junto com ele vieram novas possibilidades no mercado de trabalho, principalmente em TI. O que podemos constatar é que a procura por profissionais vem aumentando, no entanto, há alguns perfis de profissionais de TI mais pedidos para 2011. Mas, isso não quer dizer que será fácil “trocar” de emprego, porque como disse a procura será por profissionais, o que inclui, capacitação técnica, experiência e desenvoltura.

Inclusive este foi o tema de uma reportagem no Jornal da Globo, que você pode assistir clicando aqui. De acordo com a reportagem exibida no dia 08/Fev/2011, estima-se que hoje há um déficit de 70 mil profissionais em TI no país, e este número deve dobrar nos próximos anos. Este é um sinal do crescimento econômico do Brasil, mas em contrapartida, revela que há escassez de mão de obra qualificada, que é considerado por especialistas um problema crônico, por falhas de décadas na gestão da Educação Pública e por falta de investimentos numa área, que é considerada um ponto chave para o sucesso de uma nação.

Houveram também diversas pesquisas sobre o mercado de trabalho para TI, dentre elas destaco a que foi feito recentemente pela Computerworld, onde se constatou o seguinte:

23% dos CIOs pretendem incrementar suas equipes nos próximos 12 meses. Em contrapartida, 22% querem reduzir o número de profissionais e a maioria (55%) pretende manter o atual quadro de funcionários.

“As empresas voltaram a falar em contratação”, avalia o diretor-executivo do segmento de TI da consultoria em recrutamento Robert Half, Dave Willmer. “Organizações que cortaram equipes ou congelaram vagas estão percebendo que precisam de novos funcionários para melhorar os sistemas e se preparar para um potencial crescimento dos negócios”, complementa.

A seguir, acompanhe algumas áreas que mais demandarão profissionais de TI em 2011, de acordo com o estudo da Computerworld.

1.    Programação e desenvolvimento de aplicação
Entre as empresas que pretendem contratar, cerca de 47% estão em busca de pessoas com experiência em programação ou desenvolvimento de aplicações. Na mesma linha, um estudo da empresa de recrutamento Monster.com mostra que 75% das vagas em aberto na área de TI demandam profissionais com experiência em aplicação.

2.    Gestão de projetos
A vice-presidente de TI do banco Comerica, Kathleen Kay, colocou a contratação de gestores de projetos na lista das prioridades para 2011. Com 140 iniciativas de TI programadas para o próximo ano, ela informa que precisará de pessoas com conhecimento nas áreas de internet, mobilidade, gestão de soluções financeiras e administrar aplicativos legados.

A capacidade em gerenciar projetos aparece como uma característica desejada por 43% das empresas que responderam à pesquisa da Computeworld e que planejam realizar novas contratações em TI.

3.    Help desk/suporte técnico
Só 20% dos usuários da Microsoft migraram para o Windows 7 até julho de 2010. “Isso significa que existe espaço para que 80% realizem essa mudança. E não é uma questão de escolha”, avalia o diretor da Robert Half, Dave Willmer. Por conta disso, existe uma espectativa de que profissionais especializados em help desk e suporte técnico sejam altamente demandados em 2011.

Outra questão que justifica o fato de que 42% das corporações que responderam ao estudo da Computerworld buscam profissionais com esse perfil é que muitos segmentos, como o caso de saúde, precisam se adequar a novas regras, o que exigirá mudanças nos sistemas.

4.    Rede
O conhecimento em networking (rede) será uma exigência para 38% das empresas que planejam realizar contratações em 2011. E esse perfil representa a principal demanda para 1,4 mil CIOs consultados em uma pesquisa da consultoria em recrutamento Robert Half.

“Isso está muito ligado à tendência de virtualização”, justifica Willmer, da Robert Half. Para ele, existe um número crescente de empresas que buscam suprir a lacuna por profissionais capacitados a fazer a migração para ambientes virtuais.

5.    Segurança
“Segurança é a única área na qual não houve uma desaceleração na demanda por profissionais capacitados, mesmo durante a recente crise”, analisa David Foote, da Foote Partners. Para ele, esse cenário tem sido motivado pelo próprio cenário de mercado, que exige das empresas um maior controle das vulnerabilidades e da privacidade.

Entre os itens mais demandados nos profissionais do setor estão a capacidade para gerenciar e identificar acessos, vulnerabilidades e ameaças. Ao mesmo tempo, existe uma busca por pessoas que conheçam criptografia, prevenção da perda de dados, análise de incidentes, governança, adequação regulatória e auditoria.

Diante deste cenário fica evidente que, há crescimento sim, porém, se faz necessário que haja qualificação, aliado a experiência. Nesta pesquisa podemos constatar também que os CIOs estão divididos entre contratar e dispensar, quanto a isso devemos avaliar quais são os seguimentos destas organizações, pois para algumas empresas TI é custo e não investimento, enquanto que para outras é exatamente o inverso.

Isso também precisa ser avaliado pelo candidato, quanto aonde ele vai buscar oportunidade, numa empresa que avalia TI como custo, ou numa empresa que olha para TI como investimento, pois isto pode influenciar diretamente no seu crescimento e futuro profissional.

Costumo dizer o seguinte; Trabalhando numa empresa, cujo seguimento enxerga em TI um investimento, a competitividade será maior, o que me impulsionaria a uma busca de qualificação constante, em contrapartida, as chances de crescimento também podem aumentar. Agora se o meu perfil é de alguém que quer “sombra e água fresca”, não sei se seria uma boa atuar num mercado tão competitivo, se bem que uma hora serei atingido, por conta da falta de atualização, qualificação e iniciativa.

Não haverá mais espaço para profissionais com este perfil (estagnado), na verdade acredito que já não há, pois TI é um setor muito dinâmico, o que requer atualização constante e cada vez mais qualificação técnica, além da pró-atividade.

Este artigo, tem por objetivo mostrar que quando buscamos qualificação, oportunidades certamente surgirão, agora é preciso tempo e paciência.

* Fontes de pesquisa: IDG NOW e Globo.com


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Certificado Microsoft e com experiência de mais de 14 anos na área de TI como Consultor de Infraestrutura, atuando em Projetos que envolvem Tecnologia Microsoft (Windows Server NT, 2000, 2003, 2008 e 2012, Exchange e Hyper-v). Meu Perfil no Linkedin: Linkedin , Meu Perfil no Microsoft TechNet: Microsoft TechNet e Siga-me no Twitter @alexsilva2012

Alex Silva

Comentários

3 Comments

  • Alex,

    Também acredito nisto: “quando buscamos qualificação, oportunidades certamente surgirão”. Nós últimos anos tenho buscado me qualificar. Já twittei.

    Abs.

    • Luis,

      Obrigado,
      É uma questão muito vísivel no mercado, eles querem qualificação. E espero que você tenha mais sucesso ainda, por estar se qualificando.

      Abraços

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.