Segurança da Informação

Ξ Deixe um comentário

Por que preciso de um backup redundante e com acompanhamento?

publicado por Eduardo Damas

Figura - 2° Segundo erro é não fazer o acompanhamento das rotinas de backup para verificar se estão terminando com sucesso ou falha e executar testes de restauração das rotinas de backup.O backup de dados de uma empresa em muitos casos não é tratado com a devida importância que merece, muitos administradores acreditam que ter uma simples rotina de cópia de dados para um segundo disco, HD externo, Google Drive, entre outros e sem fazer o acompanhamento e testes de restauração é suficiente para manter a segurança dos dados. E é ai que essas empresas ficam vulneráveis a dois perigos básicos.

1° Ter apenas uma rotina de backup já é um ponto de falha pelo simples motivo de não ter redundância dos dados, já acompanhei diversos casos em que ataques de Ransomwares comprometeram também o HD externo de backup que estava conectado ao servidor e storage, levando a perda total dos dados.

Estudos recentes mostram que 85% das organizações que perdem dados por causa de um desastre ou vírus levam mais de dois anos para se recuperar, certos casos chegam até a falir.

Por isso é importante ter uma rotina de backup secundária e que principalmente esteja em uma rede externa ao do servidor, para estar protegido contra situações de desastres ambientais como enchentes, fogo e também situações de ataques de Ransomware que comprometam a rede interna da empresa.

Para isso pode ser usado à opção de backup em nuvem que já é uma realidade para empresas de pequeno e grande porte. Ao buscar uma solução de backup em nuvem, procure por uma solução de backup em nuvem em que o armazenamento de dados fiquem em um datacenter tier 3, que ofereça no mínimo 99% de disponibilidade do serviço, que a conexão seja criptografada e que seja reconhecido no mercado.

Uma segunda opção mais em conta para redundância do backup para empresas de pequeno porte que não querem ter um custo mensal com backup em nuvem, é fazer backup para HDs externos fazendo um sistema de rodízio, onde o HD número 1 fica conectado no servidor e o HD número 2 fica desconectado em um ambiente externo da empresa em posse de um responsável legal pela empresa. A cada semana ou x dias esses HDs são trocados mantendo sempre uma cópia off-line.

Diversas ferramentas gratuitas de backup tem essa função, inclusive o próprio Windows Server Backup que vem nativo no sistema operacional Windows Server da Microsoft suporta essa opção de rodízio.

2° Segundo erro é não fazer o acompanhamento das rotinas de backup para verificar se estão terminando com sucesso ou falha e executar testes de restauração das rotinas de backup.

Essa é mais uma situação comum em que o administrador acha que está protegido pelo backup e quando necessita fazer uma restauração percebe que a rotina está com falhas há vários dias ou então tenta fazer uma restauração e percebe que os dados de backup estão corrompidos.

Por isso a importância de usar soluções de backup que tenham opção de notificação por e-mail para monitorar de forma eficaz as rotinas e você poder atuar em caso de falhas e também agendar testes periódicos de restauração, para ter certeza sobre a saúde dos dados do backup.

  •  
    3
    Shares
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Profissional qualificado e certificado na área de infraestrutura em T.I com foco em projetos envolvendo virtualização e alta disponibilidade de serviços e servidores, plano de recuperação de desastres e redundância de dados. Conhecimento em tecnologias como Microsoft Windows Server e todas as suas funções, Microsoft Azure, Office 365, soluções de backup e monitoramento.

Eduardo Damas

Comentários

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.