Segurança da Informação

Ξ 2 comentários

Entendendo uma solução de backup

publicado por Pulia Andre

Figura - Entendendo uma solução de backupO que é BACKUP ?

Prezados Leitores, iniciarei este tema de forma básica, nos próximos artigos, trataremos de outros aspectos sobre backup.

Primeiro, considere estas questões relativas ao backup.

  • O Backup é a proteção contra falha de hardware (equipamentos)?
  • O Backup não corrige problemas de discos!
  • O Backup é a proteção contra a perda de dados devido a uma falha de hardware?
  • O Backup nem sempre tem o dados mais recentes, entretanto, mesmo com o melhor sistema de backup, existe  alguma probabilidade de perder dados.

BACKUP é uma apólice de seguro contra a perda de dados. Uma empresa depende das informações para sobreviver com seus negócios se as informações são extraídas de mensagens eletrônicas (e-mail), bases de dados, pesquisas e desenvolvimento, ou mesmo dados não estruturados (arquivos em Word, Excel, PDF).

O propósito do backup é criar uma copia do dado em uma mídia secundaria, esta copia é armazenada e guardada para uso futuro caso o dado original tenha sido perdido, destruído, corrompido ou ter sido atacado por vírus, ou ate mesmo sequestrado.

Na maioria dos casos, o dado original reside em disco, tais como arquivos, diretórios, aplicações ou banco de dados. Se você tem a intenção de usar o backup para recuperar a informação, este backup tem que estar consistente.

O Software a ser usado para recuperação dos dados é denominado aplicação de backup. O destino é denominado como dispositivo de backup, tal como uma unidade de fitas física ou virtual, uma área em disco local ou até mesmo em nuvem.

Existe um grande beneficio em utilizar dispositivos virtuais, um deles é a desduplicação (consiste na facilidade em desidratar os dados para que ocupem menos espaço no dispositivo usado para cópia, tratarei deste tema nas próximas publicação). O segundo grande beneficio, é que as fitas físicas tais como (LTO, DAT, SDLT etc.), tem a velocidade comprometida pelo fato do acesso às mesmas ser sequencial, com uma fita virtual, o acesso passa a ser aleatório, pois os dados serão gravados em disco que se comporta como uma fita.

O dono do dado (cliente, um usuário ou time especifico, um departamento da empresa como RH, contabilidade etc.) é responsável por ajudar a definir qual é a melhor solução de backup dada a criticidade de cada tipo de dado, a política de retenção das copias nem sempre é igual para todos os clientes, pois cada cliente possui sua própria personalidade e necessidade.

O propósito do BACKUP

Algumas das principais razões em fazer um backup são:

  • A Recuperação após um desastre.
    Utilizado para restaurar os dados de um computador ou trazer a empresa para o estado operacional após uma catástrofe que abrange toda empresa, tais como: Incêndio, catástrofes naturais, ou até mesmo o sequestro dos dados com o vírus ransomware.
  • Arquivamento.
    Consiste de arquivos ou registros que precisam ser preservados permanentemente ou a um longo período (equivalente ao departamento de arquivo morto de uma empresa).
  • Backup Operacional.
    Utilizado para recuperar pequenas quantidades de arquivos ou e-mails após ter sido deletado acidentalmente, corrompidos ou infectados por vírus.
  • Recuperação após dado corrompido.
    Em alguns casos faz-se necessário restaurar o banco de dados em função de uma atualização de aplicação, ou do storage.
  • Estar em conformidade (compliance).
    A depender da forma de operação ou mercado em que uma empresa atua, ela é obrigada a seguir algumas normas da própria empresa, do governo local ou de outros países, que requerem a copia do dado e inclusive garantir que em casos de recuperação, ela aconteça em um determinado período de tempo.

O que deve ser protegido (sofrer o BACKUP).

Não existe uma regra pronta para todos do que deve ser protegido por backup e o que não deve ser protegido, alguns bons candidatos a serem protegidos são:

  • Sistemas Operacionais:
  • Servidores físicos ou virtuais;
  • Desktops;
  • Laptops.
  • Aplicações:
    • ERP tais como (SAP, Oracle PeopleSoft, Totvs etc.)CRM tais como (Siebel, SalesForce etc.)
    • Banco de dados tais como (SQL, Postgres, MS SQL etc.)
    • E-mail tais como (Exchange, Zimbra, Notes etc.)
  • Dados das aplicações (para todas as aplicações acima).
  • Logs e Journal.
  • Logs de transações das aplicações;
  • Logs de transações de banco de dados;
  • Jounal de sistemas de arquivos.

LEMBRE-SE: O Backup é sua ultima linha de defesa para recompor o estado operacional de seus negócios.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Pulia Andre

Comentários

2 Comments

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes