Carreira

Ξ 1 comentário

Pergunta do dia: Você já agradeceu hoje?

publicado por Marcelo Leite Barros
Image courtesy of FreeDigitalPhotos.net

Image courtesy of FreeDigitalPhotos.net

Sim, concordo! Parece mais uma daquelas frases que vem acompanhadas de bichinhos fofinhos e que o pessoal adora postar no facebook. Mas você já parou realmente pra pensar sobre o poder da gratidão, do reconhecimento?

Trabalhamos diariamente resolvendo problemas (nossos, dos outros, do cliente, do sistema, etc.); e quando é que vem o tal do reconhecimento?Ah, certamente vem quando você chegar naquele cargo em que está de olho faz tempo ou virá na sua avaliação de desempenho; ou num aumento de salário por mérito!

Errado? Talvez não. Mas o quão realmente feliz e realizado você se sente ao ter este tipo de reconhecimento corporativo? O quanto vale pra você este tipo de agradecimento? Não estou dizendo que não sejam coisas importantes. Mas você não acha que merece mais?

Agora, pense e responda: o que você sentiria se o cara que trabalha ao seu lado virasse pra você e dissesse: “eu achei a ideia que você teve para aumentar as nossas vendas simplesmente fantástica!! pode contar comigo para colocar em prática!”

Receber um agradecimento, ou reconhecimento de um par seu não teria um peso significativo no seu modo de ver as coisas? Isso não te impulsionaria a ter cada vez mais ideias, mais comprometimento?

O que acha de, só de vez em quando, olhar para o lado e agradecer ou elogiar seu colega? Por que deixar estas tarefas para um gerente ou líder? Aliás, o que faz de gestores e líderes entidades misticamente tão especiais que somente elas tenham o privilégio de reconhecer um bom trabalho?

O que acha de instituir o Dia do Reconhecimento no seu time?

E não precisa sair por aí abraçando e dando tapinha nas costas de todo mundo por fazer seu trabalho. Aí a coisa vira uma banalidade sem propósito. Defina um período em que seja possível olhar para trás e identificar o que realmente se destacou. Elogie! Agradeça! Comemore!

Fui apresentado a um site super legal, que ajuda a fazer reconhecimentos públicos, o http://kudobox.co/. Eu achei a ideia simplesmente fantástica e já coloquei e prática com meus colegas e colaboradores. Você pode adaptar esta ideia ao seu ambiente. Garanto que o trabalho fluirá de uma forma muito mais leve.

Não espere! Tente! Invente! Comece da forma mais simples:

Você já agradeceu hoje?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou um cara criativo, curioso e detalhista, que, cada dia mais se vê interessado em desvendar os mistérios desse “bicho gente”! Acredito que pessoas motivadas trabalham com maior produtividade e qualidade; que a chave para o comprometimento é fazer com que as pessoas se sintam parte do negócio; e que compartilhar o que se chamava de “poder” é algo mais poderoso do que qualquer metodologia. Trabalho como coach e mentor de práticas ágeis, dreamer, thinker e maker na Adaptworks. Sou criador do Agile Momentum (http://agilemomentum.wordpress.com/), onde falo sobre agilidade, com personalidade e um toque de criatividade.

Marcelo Leite Barros

Comentários

1 Comment

  • Apreciei seu comentário. Como contribuição, reforçando e defendendo, apenas acrescentaria que toda a gratidão é impulsionada pela emoção. O agradecimento como prática, não revestido da emoção jamais alcança a sua finalidade. Presenciei muitas situações mas, destaco apenas uma como reflexão:” Uma vez, por solicitação de um par, dei-lhe uma solução para um grande problema. Havia uma reunião semanal de diretoria. Nessa reunião ele apresentou a minha solução como sendo sua e jamais me agradeceu”. Eu nunca deixei de agradecer e de contribuir com o sucesso de meus colegas. Afinal, esse deveria ser o comportamento natural de todos. Certo? O bicho “gente” possui faces infinitas! Grande abraço!!

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes