Carreira

Ξ 3 comentários

O LinkedIn como ferramenta profissional

publicado por Eduardo Marques

Você provavelmente já usa redes sociais para comunicação com amigos e familiares, mas as redes sociais estão se demonstrando muito importantes no networking a nível profissional. Apesar do Facebook e Orkut poderem ser utilizados como ferramentas profissionais, geralmente esse não é o foco destas ferramentas. Sua ênfase se concentra mais na componente de amizades e conhecidos.

Porquê o LinkedIn? Porque esta rede social tem foco profissional, foi criada com esse propósito. Através do LinkedIn é possível manter uma rede de contatos estritamente para nível profissional, compostas por ligações diretas, de segundo grau e terceiro grau o que facilita se você desejar conhecer algum profissional através de seus contatos.

A rede social permite o intercâmbio de informações através de grupos. O que facilita por exemplo se você desejar entrar em contato com profissionais da sua área de negócios. Permite igualmente encontrar e anunciar vagas de trabalho e oportunidades.

O LinkedIn é também uma versão online de seu curriculum vitae, permitindo uma fácil tradução para outros idiomas. E facilitando o encontro de profissionais que trabalham ou já trabalharam nas mesmas organizações.

Como tudo isso pode lhe ajudar? Simples, imagine que você está buscando recolocação em outra empresa ou área de negócio e eu conheço alguém que busca um profissional com as suas características, nada mais fácil do lhe apresentar essa pessoa ou encaminhar o seu perfil para ela.

Isso ajuda tanto a você que quer essa recolocação, como para a pessoa que conheço, que também está precisando um profissional.

Tomando a mesma analogia, imaginemos que você está encarregado de um projeto na sua organização e necessita de um profissional de alguma área determinada para efetuar algum tipo de serviço. Será bem melhor se eu puder lhe recomendar alguém em quem confio da minha lista de contatos e que você poderá visualizar seu perfil, do que contratar alguém que você não conhece nem tem referências.

Com mais de 90 milhões de usuários registrados e disponível em mais de 200 países (de acordo com a versão inglesa da Wikipedia), as oportunidades são imensas, e já não é novidade alguém falar que conseguiu emprego através desta rede social.

Será que num futuro breve começaremos a ouvir nas entrevista de emprego “Você tem/Qual seu perfil no LinkedIn ?”. Ou em vez de enviar o CV e preencher os dados pela milésima vez em alguma plataforma online você puder simplesmente informar seu perfil do LinkedIn?

Aqui deixo meu perfil, para quem tiver curiosidade de saber como funciona: http://www.linkedin.com/in/eduardoluismarques

Nota: Não pertenço ao LinkedIn e este artigo representa expressamente minha opinião pessoal.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Eduardo Marques, 21 anos de experiência, é Consultor de T.I. atuando nas áreas de Gestão de TI, Projetos, Infraestrutura e Segurança. Possui formação em Tecnologia da Informação e em Administração, com especialização em segurança de sistemas da informação e administração de redes de computadores. Veja mais artigos do autor, aqui. LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/eduardoluismarques Email: emarques@progere.com

Eduardo Marques

Comentários

3 Comments

  • Boa tarde Eduardo. Muito bom o Post, realmente funciona da forma mencionada. Tenho um perfil no LinkedIn a algum tempo, ele é muito bom para fazer networking, compartilhar conhecimentos, e claro, procurar emprego também. Uma amiga minha por exemplo mudou de emprego porque a empresa viu o perfil dela no LinkedIn (detalhe, ela foi pra ganhar o dobro do que ganhava!!!), então é muito válido ter um perfil nessa Rede Social e mantê-lo atualizado.
    Aliás, você disse que não faz parte do LinkedIn, sugiro que experimente, vale a pena.

    Abraço.

  • Boa tarde Leonardo, é bom essa vivência, com exemplos reais para que as pessoas possam ver que de fato funciona.

    Quanto à nota que coloquei, serve apenas para explicitar que não faço parte do LinkedIn como funcionário ou colaborador, mas tenho meu perfil na rede social e uso diariamente, conforme colocado no artigo:

    “Aqui deixo meu perfil, para quem tiver curiosidade de saber como funciona: http://www.linkedin.com/in/eduardoluismarques“.

    Peço desculpa se não ficou claro.
    Obrigado pelo comentário Leonardo, um abraço!

  • Boa tarde Eduardo,

    Ótimo post. Ainda vejo muitos colegas que sequer sabem da existência do LinkedIn ou que já ouviram falar, mas descartam a rede por imaginarem que se trata de algo parecido com Orkut/Facebook.

    De fato, o LinkedIn se tornou uma ótima ferramenta para networking e para ampliar a divulgação do perfil do profissional, uma verdadeira extensão do CV ao meu ver.
    Já soube de vários colegas que receberam convites e eu mesmo já recebi pedidos de indicação por meio da ferramenta.

    Algo que vejo como diferencial em relação ao CV tradicional é justamente a área das Recomendações, acredito que isso possa contar bons pontos no momento de um recrutador avaliar um perfil.

    Um abraço!

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes