Carreira

Ξ 6 comentários

Não adianta chiar, certificação faz a diferença sim

publicado por Luiz Eduardo Improta

Começo este artigo dizendo bem claro, que também acredito que certificação não quer dizer que alguém saiba mais que outras. Na verdade adquiri este pensamento com o tempo, não foi de “bate e pronto”, mas esse tempo também me fez ver que mesmo contrariando muitos: a certificação em produtos e conceitos faz muita diferença no mercado hoje em dia. E, diga-se de passagem, desde há algum tempo atrás esta situação vinha se configurando.

Realmente a certificação em produtos é cansativa, pois a velocidade que surgem as tecnologias é muito grande e quando pensamos que aprendemos uma já surge outra, às vezes até da mesma família, mas com melhorias. Quer ver que ainda pode piorar: as melhorias impedem que outras coisas, que estavam funcionando fora de um padrão correto, funcionem. O que fazer então? Estudar e aprender. Pois tem de voltar a funcionar como antes.

E como o mercado pode ter certeza que você sabe mesmo o que diz saber? Pelo menos uma noção. Resposta: a certificação. Que, repito, não é sinônimo que supremacia, apenas diz que o certificado conhece um pouco o produto e teve peito ( mesmo estudando em “TestKing” da vida ) de fazer a prova. Pois alguns, falo alguns, se escondem atrás de opiniões distorcidas, com medo de fazer a certificação e não passar.

Não podemos deixar de dar valor a quem faz uma certificação, seja ela qual for, pois ele ao menos estudou um pouco o produto para passar. Aliado a vida acadêmica, pois o mercado hoje tem atrelado a Universidade às certificações. Percentualmente, conheço muito poucas pessoas que conseguem vencer  somente com uma delas, por isso para estar bem no mercado é preciso ter as duas. Repare bem no que disse: estar bem empregado, pois se você é “abastado” de dinheiro e abre sua própria empresa, pode ser até analfabeto em TI, que poderá chegar onde deseja, pois existirão outras pessoas trabalhando para você.

O que estou falando não é uma opinião é uma constatação. Até as “RFP”, que são requisições de propostas de terceirização de serviços ou venda de produtos para empresas, pedem atualmente à empresa que irão contratar que os funcionários que atuarão em seu ambiente sejam certificados. Outra: premissas para contratação de pessoal hoje também é ter certificação naquilo em que irão atuar. Não adianta correr, se quiser trabalhar com TI, que seja para gestão, que seja para operação, certificação é a palavra chave. Sem falar nas licitações para os governos, se a operação não for certificada já está fora. Estou falando de Tecnologia e serviço especializado, tais como: Segurança da Informação, Banco de dados, Governança de TI, etc. Não da velha e saudosa informática, como carinhosamente se chamava. Nunca a poderemos esquecer ou desprezá-la, pois ela nos trouxe até aqui. Entenderam o que quis dizer, certo!

Qual é a melhor? Depende de sua área de atuação. Mas as que se destacam sem dúvida são: Para segurança da Informação: CISSP; da auditoria de sistemas: CISA; para gestão de TI: COBIT; para gestão da Segurança da Informação: CISM; para gestão de Projetos: PMP e se for citar todas, não acabo este artigo e o meu revisor me “mata”.

Quero deixar claro, que não estou defendendo as certificações, apenas escrevi o que constato como prática de mercado. É como disse, não adianta chiar, pois a certificação faz a diferença. Mas cuidado, pois nem todas têm o mesmo valor. Logo sugiro fazer uma pesquisa em sua área de atuação antes de realizar a prova. Mas pense: já que vai fazer, faça uma que eleve seu valor de mercado. Ser vencedor não está na média e sim estar acima dela. Tá esperando o que? Comece a estudar já, pois tem uma vaga te esperando.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou profissional com mais de 22 anos de experiência desenvolvida em empresas do setor "outsourcing" em TI e Segurança da Informação. Com 2 Pós graduações e 1 MBA na área de TI e diversas Certificações em Segurança e Tecnologia da Informação, dentre elas: COBIT 4.1, ITIL v2 e v3, ISO27002 e CCSA/CCSE. Meu link no "linkedIn": http://br.linkedin.com/in/limprota007

Luiz Eduardo Improta

Comentários

6 Comments

  • Senti isto na pele. Em uma entrevista interna de alocação, me perguntaram se eu era Programador Certificado em Java. Aí disse que não. Por conta disto passei 30 minutos respondendo questões triviais de programação, e provavelmente fui preterido para alguém que estava certificado.

  • Este artigo me ajudou a ver o que eu não queria ver, sou técnico em informatica desde 1996, aonde as coisas andavam muito devagar, tenho minha loja de informatica e vendo peças, sou formado em Redes de Computadores, tenho um curso básico de ingles e parei por ai, estou vendo que sou apaixonado por informatica, ou seja manutenção de hardaware, mais quero mais e percebo que parei no tempo, sempre achei que ter certificações era besteria, mais ao ser chamado para uma entrevista para uma grande empresa que não vou citar o nome, para um cargo bom de liderança, fui barrado na primeira pergunta do cadastro da empresa. Voce possui certificação ou está com alguma em andamento? respondi que não tinha e que pensava em fazer em breve, por incrivel que pareça fui descartado na primeira fase, parabens pelo texto, me fez lembrar tal situação embaraçosa, gostaria que de me desse uma sugestão de que certificações são essenciais para se ter no curriculo, digo as as principais do mercado !!!

  • Ronnye,
    Não existem certificações essenciais para se ter no currículo.
    A certificação é diretamente relacionada com sua área de atuação dentro de TI.
    Como o Luiz mencionou algumas no artigo…
    O que sugiro é que você faça uma pesquisa de certificações dentro da área que você quer se destacar.
    Dê uma olhada nas certificações CISCO e COMPTIA, assim como MS e LPI.
    Uma coisa é fato: nunca se pode parar no tempo quando se trata de TI.
    Boa sorte e bons estudos!

  • Quanto a gestão de TI, ITIL é mais pedida pelo mercado e mais bem vista pois a aplicação da prova é mais confiável do que Cobit, que é bem fácil de ser burlada.
    Fora isso o artigo esta ótimo. Parabens!

  • Pra quem está estudando pra certificação, tem um ótimo site com muito material em português no http://www.iheadgo.com com a explicação de cada questão. Achei muitooooooo bom!

    Quem não conhece vale muito a pena dar uma olhada.

    Fica a dica!

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes