Carreira

Ξ 6 comentários

Mudar de emprego somente por imposição ou pode ser uma opção na carreira

publicado por Cristiano Freire de Araujo

Estive ausente deste site por um período vivenciando o que escrevo neste momento, e no meu caso foi minha a opção de mudança, mesmo assim é delicado este assunto porque é fundamental buscar mais satisfação e mais significado naquilo que se faz. Mas isto se torna ainda mais complicado quando se tem alguns anos na mesma empresa e tem que abrir mão do histórico de realização e conhecimentos acumulados para dar inicio a um novo ciclo profissional.

Mudar de emprego somente por imposição ou pode ser uma opção

A insegurança pode ser a principal barreira a ser superada, porque é natural que você se sinta confortável com seu emprego atual, mesmo sempre existindo o risco de cortes nas despesas ou mudanças de mercado.

Já vivenciei uma mudança traumática há alguns anos atrás, onde assumir um cargo de coordenação e deparei com situações inacreditáveis nos seis meses que fiquei nesta empresa, e quantas vezes eu me questionei sobre a decisão de ter saído de uma multinacional com um cargo técnico e vislumbrado trabalhar mais próximo da minha residência e com o cargo e salario superiores, mesmo sendo uma empresa de menor porte, e que meses depois iria descobrir que não teria como continuar  e que tinha jogado fora o meu emprego anterior.

Hoje vejo esta situação de outra forma, mas quando resolvi mudar de emprego a dois meses atrás muitas destas lembranças vieram à tona e com elas a insegurança de que houvesse a repetição deste fato. Mas ao contrario está dando tudo certo, estou adquirindo novos conhecimentos numa área de negócios totalmente nova em minha carreira, e os novos desafios  estão estimulando a minha vontade de descobrir e crescer profissionalmente.

Já ouvi e li que às vezes precisamos dar um passo para trás para que possamos avançar outros dez em nossa vida ou carreira profissional, e vejo que isto está certo, porque se eu não tivesse aceitado o risco de sair e tentar crescer profissionalmente talvez continuasse na mesma multinacional, com o mesmo cargo técnico e não teria vivenciado estas experiências.

Quando nos deparamos com um período muito longo de estagnação em nosso emprego é o momento de refletir tudo que esta acontecendo e assumir alguns riscos, é claro que estes riscos possam ser identificados e controlados caso ocorram, e tentar buscar um novo estimulo seja no mesmo emprego  ou em outro emprego, porque deixar o tempo congelar o nosso crescimento é o inicio do fim em nossa evolução profissional.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Compare preços de Uber, 99 e Taxi

Minimum Way

Autor

Sou um profissional com mais de 15 anos de experiência no mercado de tecnologia, com perfil dinâmico e proativo, com habilidades organizacionais, multitarefa e de gestão de tempo. Tenho MBA em Gestão de Tecnologia da Informação e experiência na integração de sistemas, administração e desenvolvimento para BI, administração de banco de dados SQL Server e Oracle, implantação e administração de ERP em Saúde e Financeiro, administração de servidores, controle internos, controle de atividades do setor de TI e suporte a usuários, levantamento de especificações de processos e sua respectiva documentação, suporte a gerência de TI que inclui a administração de site na Intranet com Sharepoint, Internet e Serviço de E-mail e a compra de equipamentos.

Cristiano Freire de Araujo

Comentários

6 Comments

  • Cristiano,

    Seu texto é valioso para muitos que se encontram nesta bifurcação da vida profissional.
    Também já passei por esta situação e sei que foi muito melhor prá mim,eu mesmo dar mais valor ao profissional que sou.
    A frase de seu texto: ” …precisamos dar um passo para trás para que possamos avançar outros dez em nossa vida ou carreira profissional…”, é a mais pura verdade.
    Abraços
    Rapanelli

  • Cristiano,

    Parabéns, seu texto reflete a pura realidade. Estou passando por esta situação e a insegurança é uma grande barreira a ser superada.

    Um abraço,
    Breno

  • Olá Cristiano.
    Realmente, acho que não ha nada pior para um profissional de TI do que a estagnação. Você ver as tecnologias evoluíndo, outras empresas investindo em TI, e você ficar lá, parado na mesma função (ou funções) a anos, sem perspectivas, desanima mesmo. A vontade de mudar é grande, a vontade de aprender, de crescer é maior ainda. Mas como você bem disse no texto, a insegurança é um freio difícil de ser liberado, principalmente para quem tem família, e as responsabilidades para com ela nos fazem pensar duas vezes antes de tomar uma decisão…
    Parabéns pelo texto.
    Abraço.

  • Concordo com tudo que foi dito. A insegurança é realmente uma barreira a ser vencida e que por muitas vezes temos de dar um passo atrás para poder evoluir profissionalmente.
    Parabéns!

You must be logged in to post a comment.

Busca

Patrocínio

Publicidade




Siga-nos!

Newsletter: Inscreva-se

Para se inscrever em nossa newsletter preencha o formulário.

Artigos Recentes